11

Pedro Fernandes relata na Câmara preconceito sofrido por seu filho em Brasília

Fernandes foi vítima de preconceito ao chegar em Brasília

O deputado federal marannhense Pedro Fernandes (PTB) lembrou onten, na tribuna da Câmara Federal, o preconceito vivido por um de seus filhos, quando chegou a Brasília, no início do primeiro mandato.

– Meu filho, ao se apresentar em um grande colégio de Brasília foi questionado, ele e os outros alunos, sobre qual era seu Estado de origem. Ao ouvirem meu filho dizer que era do Maranhão, as pessoas disseram: “Uma vaia para ele! Está devagar! Mais uma vaia!” Eu tive de levar o garoto – que hoje é um homem – de volta a São Luís, por causa do preconceito – relatou.

A história de Pedro fernandes – que já havia sido relatada ao titular do blog há alguns anos – foi lembrada pelo parlamentar durante pronunciamento em que ele criticou os ataques de paulsitas e sulistas aos nordestinos, após a vitória de Dilma Roussef (PT) no último domingo.

– Esta é uma atitude lamentável, principalmente porque é vinda de jovens que deveriam ser mais abertos e livres de qualquer preconceito – lamentou o deputado.

Marco Aurélio D'Eça

11 Comments

  1. Caro Décio. fico até mesmo feliz de estar aqui em sua coluna. Queria relatar que há alguns anos atrás estava em São Paulo e certa vez fui almoçar em um restaurante perto do Hospital das Clínicas, e comecei a conversar com um cidadão muito dintinto sobre a cidade de nosso coração e de sangue, neste exato momento outra cidadão sentou-se ao nosso lado e escutando a nossa conversa começou a falar, quero aqui lhe relatar que moro em santa inês há dez anos mas sou oriundo da cidade de Belém do Pará e com orgulho das minhas raízes, mais feliz estou morando aqui nesta terra que tem palmeiras onde canta o sabiá onde encontrei a minha felicidade e constitui minha família. Bem esse mentecápto começou a regurgitar suas asneiras e idotices sobre o nosso norte e nordeste, que aqui se comia carne de caça, retrunquei na mesma altura e lhe falei. “Cidadão sabe o que mais o nordista gosta de fazer quando vê um paulista petulante com você em sua terra”. Arrebatar o Fiofó do Paulista. Vai encher o saco de outro cidadão. Mas é por isso que essa paulistada não sai daqui.

  2. Por que ele não tomou as providencia cabível, já que o mesmo era parlamentar e só agora ele declara o ocorrido. É muito oportuna esta declaração do deputado rende dividendos político, na época não, só o seu filho e nada mais.
    Não me venha com lero-lero seu deputado.
    Marcos eu escrevo no teu blog já há algum tempo e assino co o pseudo-nome de NORDESTINO, mas nesta questão não devemos radicalizar o caso NAYARA pouco sabemos desta garota (quanto anos, o que faz da vida, quem são seus pais, etc.), e podemos esta correndo o mesmo erro que ela cometeu com o povo que ela não conhece, quando a discriminamos sem a conhecê-la por completo.
    Bem primeiro vamos analisar os fatos;
    • a campanha para presidente da republica deste ano foi atípica principalmente pelo largo uso da rede de comunicação, principalmente a rede social com mensagens bastante agressiva, como exemplo podemos citar as declarações do pastor Silas Malafaya contra o pastor Edir Macedo (baixaria total);
    • o candidato do PSDB se autodenominou do BEM, por conseqüência os demais candidatos eram do MAL (satânico) criando uma fissura religiosa dentro da campanha presidencial;
    • E por ultimo as lastimáveis declarações do Papa dando total apoio a CNBB de São Paulo a discriminar a candidata do PT.
    Não poderia da outra se não a intolerância religiosa e o confronto entre regiões. Espero que a jovem venha a publico e peça desculpa ao povo nordestino (brasileiro), e nos nordestinos nos orgulharmos ainda mais de morar neste paraíso brasileiro, que DEUS generosamente nos presentiou.

  3. CORROBORANDO COM O DEP. PEDRO FERNANDES, SITO UM CASO DE UM GRANDE HOSPITAL DE BRASILIA( REDE SARAH) ANOS ATRÁS ME SUBMETI A UM CONCURSO PARA ADMINISTRADOR, ENTRE 78 CANDIDATOS FUI O ÚNICO APROVADO NO MARANHÃO, SENDO SUBMETIDO A UMA BANCA EXAMINADORA, EM BRASILIA,BANCA ESSA COMPOSTAS DE PHDS EM ADMINISTRAÇÃO, PSICOLOGA, DIRETORIA DE PESSOAL,OBTIVE A APROVAÇÃO. MAIS AO FINAL O DIRETOR DE ADM. PROF. PHD ME PERGUNTOU SE EU ERA MESMO DO MARANHÃO, COMO SE AQUI NINGUEM ESTUDASSE ADMINISTRAÇÃO(NO MEU CASO JÁ TINHA BASTANTE EXPERIENCIA EM DOCENCIA DE ADMINISTRAÇÃO E ECONOMIA NA UEMA E UNICEUMA). PASMEM VOCÊS QUANTO UM AMIGO MÉDICO INTENSIVISTA FOI SUBMETIDO A OUTRA BANCA NA ÁREA DE MEDICINA,E PERGUNTARAM-NO ONDE ELE FEZ RESIDENCIA MÉDICA , ELE RESPONDEU QUE TERIA FEITO NO HOSPITAL PRES. DUTRA, EM SÃO LUIS, ENTÃO UM PROF. PHD EM MEDICINA INTENSIVA LHE PERGUNTOU ” E NO MARANHÃO TEM RESIDÊNCIA MÉDICA?” ELE FOI APROVADO EM 1ºLUGAR, MAS COMO NO MEU CASO NUNCA FOI CHAMADO PARA TOMAR POSSE. ESSE AMIGO MÉDICO FOI APROVADO EM 1º LUGAS PARA MEDICO DA PM, 1º LUGAR HOSPITAL DAS CLINICAS DE SAO PAULO ENFIN SEMPRE FOI APROVADO EM 1º LUGAR EM CONCURSOS EM TODO O BRASIL, HOJE É DR. EM MEDICINA INTENSIVA CARDIOLÓGICA.

    QUERO POR FIM MOSTRAR COMO A HISTÓRIA DO DEP. PEDRO FERNANDES É VERDADEIRA E NÓS MARANHENSES NÃO SOMOS RESPEITADOS COMO PROFISSIONAIS COMPETENTES. E QUANDO CHEGAMOS LÁ FORA DAMOS UMA VERDADEIRA AULA PARA ESSES QUE SE DIZEM “SULISTAS”

  4. ooooooo
    estou com pena do filho dele ¬¬ fala serio povo se preocupa com besteira

  5. Concordo com Ricardo, o que existe é pena do Nordeste por ser um curral de politicos corruptos, oligarquicos, nogentos e Sarneys que vivem da miséria do Povo.
    Essa história foi uma pura mentira, e por que ele não processou a Instituição? eu estava lá como maranhense e como professor visitante. aliás temos otimos professores em Brasilia de origem nordestina.
    O filho de Pedro Fernandes foi vaiado não por ser nordestimo, e sim por ser parente de um politico e parceiro de um grupo corrupto do Maranhão, onde eu mesmo fiz questão de separar os bons dos ruins, e que a pobreza patrocinava toda a situação do Maranhão e bancava os cursos superiores de filhos inferiores intelectualmente em academias reconhecidas por suas atitudes sociais e igualitárias.
    Pedro Fernandes deveria era lavar a boca com sabão antes de falar merda e se preocupar em honrar os milhares de votos de miseraveis que ele comprou para se reeeleger. O seu filho não possuia condições de estudar no nivel intelectual alto,o seu lugar deveria ter sido no CEUMA mesmo, que abriga o resto da imbecialidade da elite juntamente com as Faculdades São Luis, FAMA, FACAM e outras. Alias, vc é formado na São luis?, ou seja, o pior curso de comunicação do Nordeste. Pode ser daí sua pessima formação.

    Resp.: Por que tanta revolta? Tanta aressiidade com pessoas que você nem conhece? Volto a repetir: você parece frustrado, amigo. Extremamente amargo.

  6. O nordeste pra voçês….
    Eu maranhense tenho um Norte e não um nó no destino.
    Eu sou mais o Pará, Amazonas, Amapá… pra lá pernambuco, bahia, ceará.

  7. Taí bando de otários não é vocês que alimentam os clubes do Rio e São Paulo.
    A diretoria do Flamerda e do Flunimed, estão podres de rico e vocês bando de otários mais míseros, pobres, lascados.

    Façam como os torcedores do futebol maranhenses, somos pobres sim, mais com orgulho, somos autênticos, lutamos contra tudo e contra esses bando bestas que alimentam os flamengos da vida. O PSTU, tá certo!, “só a luta muda a vida”.

  8. Taí bando de otários não é vocês que alimentam os clubes do Rio e São Paulo.
    A diretoria do Flamerda e do Flunimed, estão podres de rico e vocês bando de otários mais míseros, pobres, lascados.

    Façam como os torcedores do futebol maranhenses, somos pobres sim, mais com orgulho, somos autênticos, lutamos contra tudo e contra esses bando bestas que alimentam os flamengos da vida. O PSTU, tá certo!, “só a luta muda a vida”.

    Bem feito bando de bestas!! você tem mais é que ficar calado blogueiro otário, disfarçado de sulista. Paga tua mensalidade mensal para os times do Rio, aliás, pro bolso da presidente do Flamengo, Flunimed e Vasco. Eles estão é sorrindo da tua cara mané ao quadrado!!!!!!

  9. Marcos,
    O preconceito existe e passa a ocupar um lugar de destaque quando se passa a dar importância para atitudes irresponsáveis como a dessa garota, que mesmo convivendo em um meio onde deveria formar uma consciência coletiva produz esse lixo. Acredito sinceramente que esse posicionamento dessa garota não representa o sentimento dos “sulistas” e digo mais: esse posicionamento, nem mesmo ela falou aquelas asneiras todas consciente, aquilo mais parece uma brincadeira de muito mal gosto, coisa que se fala sem pensar.
    Para refletir um pouco mais sobre esse sentimento preconceituoso veja essa bela música.

    Nordeste Independente (imagine o Brasil)
    Zé Ramalho e Elba Ramalho
    Composição: Braulio Tavares/Ivanildo Vila Nova
    Os políticos,os homens do poder,
    esses que deveriam resolver,se
    empenhar e solucionar os problemas
    sérios e definitivos do país,eles
    permanecem em Brasília,
    nos gabinetes.
    Quando se aproxima o ano das
    eleições,eles saem de Brasília,eles
    pegam o avião,vão lá no Nordeste,
    sobrevoam a região,se certificam que
    há seca realmente no Nordeste.E entra
    ano sai ano e o sertão continua ao
    Deus dará.Então,diante dessas
    circunstâncias todas,é que o poeta
    popular já tá fazendo música,coisas
    engraçadas evidentemente,é mais ou
    menos assim:imagine o Brasil ser
    divivido e o Nordeste ficar
    independente.
    Já que existe no Sul eswse conceito
    que o Nordeste é ruim,seco e ingrato,
    já que existe a separação de fato
    é preciso torná-la de direito.
    Quando um dia qualquer isso for feito
    todos dois vão lucrar imensamente
    começando uma vida diferente
    da que a gente até hoje tem vivido
    Imagine o Brasil ser dividido
    e o Nordeste ficar independente
    Dividindo a partir de Salvador
    oNordeste seria outro paós
    vigoroso,leal,rico e feliz
    sem dever a ninguém no exterior.
    Jangadeiro seria o senador
    o cassado-de-roça era o suplente
    cantador-de-viola o presidente
    e o vaqueiro era o líder do partido.
    Imagine o Brasil ser dividido
    e o Nordeste ficar independente.
    Em Recife o distrito industrial;
    o idioma ia ser “nordestinense”;
    a bandeira,de renda cearense;
    “Asa Branca” era o hino nacional;
    o folheto era o símbolo oficial;
    a moeda,o tostão de antigamente;
    Conselheiro seria o inconfidente;
    Lampião,o herói inesquecido.
    Imagine o Brasil ser dividido
    e o Nordeste ficar independente.
    O Brasil vai ter de importar
    do Nordeste algodão ,cana caju,
    carnaúba,laranja,babaçu,
    abacaxi e o sal de cozinhar.
    O arroz.o agave do lugar,
    a cebola,o petróleo,o aguardente.
    O Nordeste é auto-suficiente,
    o seu lucro,seria garantido.
    Imagine o Brasil ser dividido
    e o Nordeste ficar independente.
    Povo do meu Brasil.
    Políticos brasileiros.
    Não pensem que vocês nos enganam,
    porque nosso povo não é besta.

  10. Eu acredito que, se ficarem remoendo esse tipo de preconceito, essa notícia (bem claro lembrar que são feitos por uma minoria de gentinhas sem cultura, pois o verdadeiro sulista, não tem esses preconceitos) só aumentará o marketing negativo sobre os nordestinos. Irá deixar claro que não nos damos o verdadeiro valor que temos. Não deixemos isso nos abater, pois dá importância a um recado deixado por uma manézinha como essa estagiária sem noção, é dá valor aos analfafetos com curso superior; analfabetos “formados”.

    resp.; Acho que não, meu caro. E qualquer um que conheça o sul do país, sabe que os sulistas nem brasileiros se acham. Preferem falar dos irmãos italianos, dos ancestrais alemães e poloneses. E olham o nordestino com desdém. Bobagem é ficar levando como verdade a postura de paulistas se dizendo contra a atitude da estudante. são contra porque vazou e ganhou repercussão, ams todos têm o mesmo preocenito. A reação tem qeu ser daqui pra lá, como fez a OAB de Pernambuco. Não espero nada de paulsitas, sulistas e afins. E não me envergonho do que eles pensam dos nordestinos, não! Nós omos pobres mesmo, e daí?! Mesmo assim, pobres, não troco minha São Luís por nenhum lugar em qualquer um destes estados do Sul ou do Sudeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *