40

Hospitais em fase de acabamento…

Em Matões do Norte, o hospital aguarda apenas os equipamentos

Pelo menos 35 dos 72 hospitais que o Governo do Estado constrói em vários municípios maranhenses estarão prontos até o final de dezembro.

Este blog inicia hoje a publicação das imagens que mostram o estágio em que cada um se encontra. São as unidades de Jenipapo dos Vieiras e Matões do Norte.

Os mais adiantados estão aguardando apenas a instalação dos equipamentos para serem inaugurados.

Em Jenipapo dos Vieiras, as obras estão na fase final

A inauguração de todos estes já construídos só não foi feita ainda por que a governadora Roseana Sarney (PMDB) espera definir o modelo de gestão de cada unidade de saúde – se compartilhada com as prefeituras ou se integralmente do estado.

Não há um hospital sem obras. Todas as unidades estão com algum tipo de obra civil. O governo explica, no entanto, que não se tratam apenas de obras, mas de todo um processo, que envolve contratação de funcionários, definição do modelo de gestão, compra de equiamentos, etc…

Muitos já poderiam até ser inaugurados, mas a governadora preferiu aguardar.

Marco Aurélio D'Eça

40 Comments

  1. palavras de quem passou 1ano e até hoje(23/02/11) na construção do hospital de paulino neves
    não sei das outras cidades mais em paulino neves ta sendo fod……………………….
    uma obra dessa magnitude tem que ser bem observada fiscalizada do inicio ao fim certo? errado! no gorverno de gente inrresponsavel tudo ocorre assim a banho maria.
    para encurtar conversa eu não quero estar nesse hospital daqui a uns 8meses.
    mas se alguem perguntar pro fiscal chef da PROENGE se ta tudo certo o que ele responde ” HOSPITAL ENTREGUE A FISCALIZAÇÃO E ESTAR PRONTO PARA RECEBER OS EQUIPAMENTOS” abri o olho fiscal

  2. o hospital de bela vista ma teve sua construção parada no dia seguinte à eleição, esse papo de passar a responsabilidade para os municipios é desculpa de preguiçoso e incompetente, quando o filho é bonito todo mundo quer ser pai, mas quando é feio ningém quer.

  3. Marco não liga para estes balaios, Jackson passou 2 anos no Governo e so fez distribuir o dinheiro do Estado entre amigos e não construiu nenhum. Agora querem que a governadora seja Deus que fez o mundo em 3 dias.

  4. Marcos, cadê sua credibilidade?

    Em relação a defender os chefes, parece que não existe mesmo…

  5. Construção do hospital de marajá do sena está completamente parado a perder de vistas.

  6. marquinhos deça se calou, por essa ele não esperava. Tarefa árdua essa de ter que mentir para um governo destranbelhado e corrupto!

  7. PUBLICAR AS FOTOS DA FESTA QUE VOCE PROMOVEU NA SUA CASA REGADA DE MUITA COISA BOA E PERSONAGENS ILUSTRES.

  8. Ela não prometeu 35, sim 72, o que já é um não cumprimento de promessas. Pra quem prometeu tanto e não fez nada de progressivo, além da derrocada das finanças do Estado,dado à farra das eleições, com os mesmos métodos que usou para cassar Jackson.

  9. Sei que vc é pago pra defender a família, mas uma coisa eu te digo, no contrato desse projeto, as prefeituras que tem de arcar com o funcionamento, rege no convênio. Aí que tá o problema!

  10. Foi voce que garantiu que publicaria

    Qui, 24 de Junho de 2010 07:40
    0 Comentarios
    Roseana Sarney inaugura primeiro dos dezessete hospitais prometidos

    A governadora Roseana Sarney em visita, nesta quarta-feira (23), a três municípios da Região do Médio Mearim entregou o primeiro hospital do Programa Saúde é Vida e escola. Acompanhada de secretários de Estado, deputados estaduais e federais e prefeitos, ela foi recepcionada pelas populações de Lago dos Rodrigues, Lago do Junco e Lago da Pedra, onde, também, conversou com lideranças comunitárias, políticas e empresariais.

    No município de Lago dos Rodrigues, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), entregou o primeiro hospital do Programa Saúde é Vida que beneficia 30 mil pessoas. A solenidade contou com a participação de populares e diversas autoridades, entre as quais o prefeito Valdemar da Serraria e do secretário de Estado de Saúde, José Márcio Leite.

    Este hospital é um símbolo da nova política de saúde que está sendo colocada em prática pelo Governo do Estado. Entregaremos à população 71 hospitais, de pequeno e médio portes em todo o Maranhão?, afirmou Roseana Sarney durante a solenidade. ?Estamos colocado em prática, neste município, um serviço de qualidade na área de saúde, o que garante melhorias na qualidade de vida da população. Agora, as mulheres grávidas terão os filhos na sua própria cidade, não precisarão se deslocar para outro município?, disse a governadora.

    Presentes a solenidade, os prefeitos de Lago da Pedra, Maura Jorge; de Pedreiras Lenoilson Bastos; de Trizidela do Vale, Jânio Balé; de Lago do Junco, Haroldo Leda; e de Igarapé Grande, Geames Ribeiro; além de deputados estaduais e federais, lideranças políticas e comunitárias da região.

    É um sonho trabalhar para que cada município tenha o seu hospital de referência, um local, onde os moradores possam ser clinicados com eficiência e conforto?, assinalou o secretário José Márcio Leite. O prefeito Valdemar Serraria disse que o hospital na Região vai proporcionar a diminuição do fluxo de encaminhamento de pacientes a outros municípios.

    Atendimento – Com quatro consultórios médicos, o Hospital de Lago dos Rodrigues terá um Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas. Entre as especialidades que serão oferecidas a uma população de cerca de oito mil habitantes, estão Clínicas Médica e Cirúrgica, Pediatria e Obstetrícia.

    O hospital, antes mesmo de ser entregue à população, já estava prestando serviço à comunidade. O primeiro paciente foi o pintor e hipertenso Severino Rodrigues da Costa, 74 anos. O idoso inclusive recebeu a visita da governadora Roseana enquanto era medicado. ?Minha pressão começou a subir e me encaminharam para receber o socorro aqui. O hospital é muito bom, o serviço bem feito e acabado. Agora estou bem melhor?, garantiu.

    A unidade dará suporte a ações básicas desenvolvidas pelo Programa Saúde da Família, prestando ainda Serviço de Apoio, Diagnóstico e Tratamento com Radiologia, além de análise clínica, funcionando em regime de plantão.

    Para a moradora de Lago Rodrigues, Antônia dos Santos, o hospital veio preencher a grande demanda na área médica. ?A população tinha de sair de nossa cidade para ter atendimento de saúde. O nosso apelo foi atendido e o funcionamento deste hospital vai ajudar muita gente?, comemorou.

    O Hospital de Lago dos Rodrigues é uma das 64 unidades de 20 leitos, posto de atendimento de emergência, laboratório, salas de raio X, ultrassonografia, enfermaria, de parto e um centro cirúrgico. Possui também cozinha, refeitório, recepção e administração.

    Planejado e tendo investimentos previstos pelo Programa Saúde é Vida, o centro hospitalar é considerado um marco deste novo cenário da saúde pública no estado. Até o fim do ano, serão entregues as demais 63 unidades, com enfermaria de 20 leitos, além dos oito hospitais de médio porte, com 50 leitos. Para 2011, está previsto ainda a construção de hospitais de alta complexidade em Pinheiro, Caxias e Imperatriz. Na opinião de José Márcio Leite, o Maranhão vive, atualmente, uma verdadeira revolução no setor de saúde.

    Fonte:http://www.maranhaohoje.com.br/index.php/maranhao/54-outras-cidades/3039-roseana-sarney-inaugura-o-primeiro-dos-dezessete-hospitais-prometidos
    Data: Qui, 24 de Junho de 2010 07:40

  11. Marcos, essa questão da saúdeno Maranhão é um caso de polícia mesmo! não entendo como a maioria dos prefeitos não investem em saúde,aqui em Pindaré é um verdadeiro inferno,José Reinaldo fez um belo hospital, porem só funciona o ambulatório e vez por outra uma cirúrgia. e isso é um absurdo.
    pois os recursos do SUS são depositados todos os meses,em Santa Inês, a coisa não fica atrás a cidade é polo com saúde plena,só que o atendimento é horrivel cometem as maiores barbaridades no Tomaz Martins,são atendentes despreparadas,enfermeiras feitas nas coxas,médicos preguiçosos e mal formados,uns formados até na Bolívia e outros sabe-se lá aonde. pois é Sr. Marcos,é assim que caminha a saúde de nosso Estado, não adianta falar que esses Hospitais vão resolver pois não vão! e sabe porque? porque os larápios vão continuar o mesmo esquema da ambulância, deuproblema manda pra São Luís. é o que penso e vejo.

  12. Ora, se faltam equipamentos, então o hospital não está pronto. Oxalá esses hospitais não se tornem elefantes brancos. Se prefeituras e estado estão sem dinheiro, como é que vão colocá-los em operação?

  13. Só sei que faltam 10 dias para ela cumprir o que prometeu, que é entregar os 72 hospitais até o fim do ano. Se não cumprir a promessa, fica caracterizado mais uma das mentiras que a família Sarney emendou pelo Maranhão a fora.

  14. “Hospitais em fase de ACABAMENTO…”
    Acho que os significados provaveis de “ACABAMENTO…” ai seriam
    1- Acabando o tempo, final do ano.
    2- Acabando o Dinheiro o orçamento ja ta fechado faz tempo.
    3- Acabando as desculpas.
    4- ACABOU que a população foi enganada mais uma vez.

    Resp.; Afinal, de onde vocês tiraram a informação de que ela entregaria os hospitais “até o final do ano?”. Vocês podem publicar aqui a declaração oficial de Roseana estabelecendo esta data? Ou é uma data estipulada por vocês mesmos? Roseana disse que iria entregar 72 hospitais e os está construindo para entregá-los à população. Mas nunca determinou data para isso. Até porque, seu governo continuará a partir de 1º de janeiro. Esta data do final do ano é uma invenção daquele “senhor”, que tenta se manter em evidência política mesmo sem mandato.

      • E ai Marco, diante desse video, o q vc tem a dizer dos prazos por ela mesmo estabelecido?? Axu q vc não assistiu os programas eleitorais da sua “patroa”.

        Resp.; Vocês agora, sem argumentos para dizer que as obras não serão entregues, se apegam em bobagens de prazos? Não importa, amigo. o que importa é que os hospitais estão sendo construídos – como eu provo aqui – e serão entregues à população. Agora ou depois, tanto faz.

    • Caro D´eça, ela disse isso em campanha, em praticamente todos os programas. O fato é que tudo neste governo é usado como manobra política. O melhor governo de sua patroa, será marcado apenas no que seja melhor de fato: PARA ELA e os seus. A administração dessa senhora é desastrosa.Vide o ressuscitamento (?) das gerências metropolitanas.Tenho dó do povo do Maranhão.Mas é assim, a democracia engole todos.Mas um dia, eles aprendem, votam direito e vão conseguir varrer essa cambada do poder.

    • Cade a reposta Marco??
      Programa eleitoral da governadora não é ela quem diz?
      Ou o horario eleitoral não é as palavras da governadora para convecer o eleitor de que ela é o melhor projeto para o Maranhão?

      resp.; Todos os links estão postados.

  15. Alguém precisa dizer para a Governadora que as pessoas estão se amontoando nos corredores dos Socorrões por falta de atendimento nos demais 216 municípios do nosso Estado, e não pode ficar com esses hospitais prontos sem que entrem em funcionamento.
    Ficar aguardando momento oportuno demonstra uma falta de sensibilidade, desconhecimento da realidade e do sofrimento daqueles que são jogandos em cima de uma maca nos corredores dos hospitais públicos do município do São Luís que é quem atende e cuida da saúde da população do Maranhão.
    Lendo essa matéria fico convencido de que a Governadora nunca entrou num desses hospitais que atende a população carente do nosso Estado, que são os socorrões mantidos pela Prefeitura de São Luís. Isto é fato, lamentável mais é a dura realidade.
    Se a Governadora conhecesse essa triste realidade já estaria com todos esses hospitais em pleno fucionamento atendendo a população.

    • Isso não é preciso, todos os dias a Mirante se encarega de fazer isso essa governadora não se preouculpa com o povo sofrido ela se preouculpa so com a imagem dela na classe A.

  16. esse sergio so ta preoculpado com sao luis,axo que ele deve morar na capital imagenem quem vive no interior onde as prefeituras fazem das tripas coraçoes pra dar uma saúde de qualidade para seus municipes. A governadora ja mentiu quando disse que entregaria as unidades de saúde no final do governo e até agora nada, so balela.tudo pra enganar o povo.

    • o povo do Maranhão estão preoculpados com as futuras ações desse governo que entrou a força para governa o Estado do Maranhão pena que os mas atingidos não poderão denunciar pois não sabem como proceder.

  17. 37,botarei na conta do gov, de fato,RICARDAO,ele ajudou nas mentiras…

  18. Marco isso é uma vergonha foi dito que no mês 06 iria ser inaugurado todos 72 hospitais agora ja no fim do ano você surje com esse lero.

    Resp.; Você pode publicar aqui uma declaração de Roseana dando o prazo do mês 6? Pode ser de qualquer jornal, rádio, blog, TV, o que for, mas tem que ser uma declaração dada pela própria. Traga e eu publico aqui.

    • oque você tem a dizer depois que os companheiros mostraram os links o que resta mesmo é so assumir que tudo que você defende com essa familia é o pão de cada dia e mais nada nem responsabilidade com tua profissão tu não tem isso é muito chato deixar dinheiro diluir uma vocação mais tudo que peço nesse novo ano é que você seja mais profissional com suas materias.

      resp.: Vem cá, vocês não qeuriam não era os hospitais? Pronto, este blog mostrou – e vai mostrar – que eles estão sendo construídos e em fase de acabamento. Como estãos em argumentos para continuar com a bobagem da cobrança, agora ficam discutindo se era pra este ou o próximo ano. Que bobagem. Admitam: voc~es torcem pra que não sejam construídos, não é?

  19. Esse balaio chamado Sérgio ta se mordendo de ódio com a competência de Roseana, ela entregando os hospitais costura a língua podre desses balaios que preferem ver os maranhenses sendo humilhados em Teresina do que ter hospitais em suas cidades assim como pensa Jackson Lago que nao construiu nenhum hospital e preferia ver pacientes morrendo em ambulancias nas estradas e sendo humilhados no Piauí. Roseana tá dando um show de competência. Aguardem que o melhor está por vir.
    Valeu Roseanaaaaaaa!!!

  20. Dois comentários, um pertinente ( Josué Oliveira) e outro Imbecil ( Sérgio).
    Conheci hà pouco várias unidades em construção, algumas muito bem feitas e outras nem tanto.
    A infra estrutura é bõa, mas o problema é que, entre um predio acabado ( mesmo que bem construídos, como é o caso da maioria das unidades) e uma unidade hospitalar em pleno funcionamento.
    Ora, um hospital com 30 leitos precisa de pelo menos uma dezena de médicos, Enfermeiros, auxiliares de enfermagem, serventes, nutricionistas, e diversos outros profissionais, além é claro de uma enorme gama de móveis, equipamentos, e instrumentos hospitalares.
    Os predios estão sendo entregues ( repito, a maioria deles muito bem construídos), e o resto?
    Como eles serão geridos?

  21. Seria legal, Décio, você colocar a foto mostrando a construção junto com a placa de identificação, pois assim ficaria mais fácil identificar de onde são os hospitais, pois o acabamento previsto para todos eles é igual. Pode ser que te mandem fotos do mesmo local dizendo que são de municípios diferentes… Mas tudo bem, além de Matões do Norte e Jenipapo dos Vieiras, quais são os outros 33 em fase final de acabamento?

    Resp.: Volu publicar vários aqui. É só aguardar. E as identificações estão na legenda. Se duvidar, é só confeir in loco. Se não puder – ou não quiser – ligue para a cidade e pergunte se é verdade que estão como publicados. É simnples assim, meu caro “maranhense”.

    • Pois é, caro Décio, devido às informações provenientes dos municípios é que estou pedindo a você para fazer este levantamento. Legenda, caro Décio, não faz parte da foto, é colocada por quem te enviou as mesmas ou por você.
      Agora uma informação para sua pauta, quem viaja pelas BRs e MAs do Estado não vê nenhum trabalho na grande maioria destas construções, com exceção de uma 3 ou 4, afinal, os empreiteiros não recebem pagamentos desde setembro (dados do portal da transparência).

      • Ah, outra coisa. Não estão prontos não por causa do Deputado Ricardo, pois por ele as obras nunca teriam parado. Estão paradas é devido aos problemas de planejamento orçamentário que afetou todas as secretarias, inclusive a de fazenda que teve que cortar gastos como nunca tinha feito.

  22. Muito boa essa idéia, pois o que tem de gente dizendo que isso é mentira, não está escrito, aliás isso parte de Jackistas e Reinaldistas.

  23. Essa Governadorazinha deveria melhorar a saude na capital, porque as pessoa que não tem dinheiro que não é o caso dela, estão todas morendo nos corredores dos hospitais, e ela até cortou a verba que ia para Teresina, que era o que salvava os maranhense, agora acabe a nós sofrer as consequencias pelos erros de alguns de ter elegido essa mulher.

    • Sergio, com tanto ódio nas suas palavras e no seu coração, eu tenho certeza que você não votou na nossa governadora!
      A saúde pública é gerida, na maioria das vezes, pelo município onde vivemos, portanto, se há problema nos hospitais de São Luis, Imperatriz, Codó, Nina Rodrigues, Balsas ou demais cidades do estado, é a pura falta de capacidade administrativa dos prefeitos e dos secretários de saúde das cidades. Existe a Comissão Intergestores Tripartite, composta pela União, Estados e Municípios a qual determina o repasse dos recursos do SUS às prefeituras, governo do estado ou repasse para outra entidade federativa, no caso Teresina. A nossa governadora não tem nada a ver com esta situação. Procure se informar melhor antes de falar besteiras!

  24. Marco,
    Pense numa situação complicada é escolher esse modelo de gestão dessas unidades de saúde. O que se ouve é que os prefeitos não estão fazendo muito esforço para receber esses hospitais, devido a falta de recursos e não ter como mantê-los. Se deixar sob responsabilidade do Estado, pode acontecer o mesmo problema de Coroatá que tem duas unidades paradas.
    A Governadora tem que pensar direitinho nessa situação, pois construir hospitais ou deixar de mantê-los, é uma coisa que queima qualquer administrador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *