8

Remi Ribeiro assume vaga de Lobão no Senado

(13h30) – O segundo suplente do senador Edison Lovão (PMDB), Remi Ribeiro (PMDB), vai asssumir vaga no Senado até o dia 1º de fevereiro. A posse de Ribeiro foi possível por que o primeiro suplente, Edinho Lobão (PMDB), abriu mão da vaga. O titular do posto assumiu hoje o Ministério de Minas e Eenrgia.

Ex-deputado estadual e presidente em exercício do PMDB maranhense, Remi Ribeiro é segundo suplente de Lobão na atual legislatura, que termina em fevereiro. A posse por 30 dias garante a ele todas as prerrogativas de senador da República.

Hoje mesmno o novo senador recbeu a carteirinha do Senado e as credenciais do posto.

Edison Lobão deixa o MME em fevereiro, para tomar posse para mais oito anos no Senado – em seguida retorna para o ministério.

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. Marco, seus três primeiros comentaristas deste post nem todos juntos, um único pelo de uma pálpebra do nosso querido e leal amigo Remi Ribeiro.

    • Não falei em relação ao Sr. Remi Ribeiro, mas também meu caro Joaquim, tem muito politico que não vale o que o gato enterra. e como tem.

  2. Boa sorte Remi…..vc merece por sua lealdade ao grupo e aos amigos.

  3. Admiro sua competência e coragem de lançar à público fatos espúrios que acontecem em nossa sociedade e por isso resolvo lhe enviar mais um para que vc faça uma matéria. A OAB do Maranhão em Sâo Luis está recebendo requerimento de bachareis em direito para liberação de carteira da OAB sem que estes individuos prestem exame com base em uma liminar de mandado de segurança de dois bachareis, que diga-se de passagem “é individual” e sequer tem efeito vinculante. Se essas pessoas incompetentes conseguirem a carteira da ordem nesse esquema não mais perderão, mesmo com uma decisao final desfavorável naquele mandado de segurança,porque recorrerao ao judiciario com base na teoria do fato consumado. Isso é golpe baixo com a classe da advocacia e com a sociedade e merece amparo de vcs e do MINISTÉRIO PÚBLICO. UM GRANDE ABRAÇO!

    resp.: Lamento, meu caro, mas não considero o fim do Exame de Ordem um fato espúrio. Acho que o exame deturpa a formação profissional no país. É atribuir a uma entidade poder maior que a Constituição. O Bacharel em Direito deve tornar-se advogado exatamente com a formação universitária exigida, e não por causa de exame de ordem, que apenas cria clubes de poder indevido. Cabe a OAB congregar e fiscalizar o exercício da profissão, não controlá-la, regulamentá-la ou definir quem deve ou não exercê-la. Este é papel da formação universitária. E Exame de Ordem não mede competência alguma. Tem muito incopentente aí que passou no exame com nota máxima – para isso existem os cursinhos. Sou a favor do fim do Exame de Ordem, assim como sou a favor do fim de toda regulamentação de entidade classista em relação às profissões. Um profissional não pode ser submetido a teste de capacidade após quatro ou cinco anos na universidade. Senão, fecharia-se as universidades e institutiria-se o simples exame como teste para o exercício da advocacia. Quanto à competência ou não, o próprio mercado de trabalho se encarrega de estabelecer a diferença. Simples assim.

    • Obrigado por ter respondido! Não é o que eu penso, mas lembre-se, respeito muito sua opinião. Os argumentos são formalmente válidos para o debate e a tomada de uma decisão justa. De qualquer forma a liminar já foi suspensa pelo STF. Vamos aguardar uma decisão final! Mas observe, se a OAB/MA chegasse a deferir a inscrição para os requerentes que não passaram na prova estaria cometendo um ato ilícito, uma vez que a lei ainda diz que ela é obrigatória. Então, independentemente do mérito de nossa discussão, se isso acontecesse, ela estaria cometendo um ato arbitrário. É aí que reside o meu pedido de socorro a vc.
      Att. Mário!

  4. Ou seja, mais um deboche, um tapa na cara da população, Senador da Republica sem nenhum voto, se este cidadão partir para voto a voto, não teria nem 100 votos.

    resp.; Meu caro, no momento emq eu o suplente é aceito na chapa, ele também vai atrás de voto. E muita gente vota no senado para votar no suplente. portanto, não existe esta bobagem de senador sem voto.

  5. É BRINCADEIRA O VELHO REMI SENDO SENADOR DA REPÚBLICA, SÓ SENDO DO MARANHÃO MESMO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *