4

Zé Mário recusa consenso e decide brigar com Marreca pelo comando da Famem

Zé Mário e marreca vão disputar comando da Famem

Nem a governadora Roseana Sarney (PMDB) conseguiu demover, hoje, o prefeito de São João dos Patos, José Mário (PMDB), da disputa pelo comando da Federação dos Municípios do Maranhão.

Roseana reuniu hoje os dois candidatos para mostrar a maior viabilidade eleitoral do prefeito de Itapecuru-Mirim, Júnior Marreca (PV). O candidato peemedebista preferiu manter-se na disputa.

De acordo com o blog de Gilberto Léda, Zé Mário teve dificuldades para mobntar a chapa, de 27 prefeitos, para concorrer à Famem. Tanto que, ainda segundo o blogueiro, solicitou a redução do número de membros na chapa, o que não foi atendido.

Mesmo assim, ele decidiu manter-se na disputa. Terá como vice a prefeita de Presidente Dutra, Irene Soares (PSL).

Júnior Marreca conseguiu o apoio de Socorro Waquim (PMDB) e terá como vice Gil Cutrim (PMDB), prefeito de São José de Ribamar.

A eleição na Famem acontece no dia 17 de fevereiro…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Fico triste em ver a governadora se menter nessa disputa ela deveria deixar os prefeitos fazerem sua escola livremente, pois eles é quem realmente conhece os problemas dos municipios, e com certeza sabem que o melhor para a FAMEM é Zé Mario.
    Pois é homem de garra e determinação, a prova é que não aceitou esse consenso absurdo.
    E digo mais se fosse para Roseanna dar pitaco seria a fovor de Zé Mario , que levantou a sua bandeira sem medo e com determinação, ao contrario de certos que se diziam Roseana mais nunca levantaram a Bandeira.

  2. Marcos, o Junior Marreca prega que é o candidato da nossa Governadora certo, mais como é que ele so colocou Balaios na sua Chapa, como por exemplo o Vadilson como segundo vice presidente, o Gildasio como tesoureiro e o Juarez como secretario Geral e assim vai, esse Junior é muito doido mesmo.

  3. Acho que os Prefeitos do MA,precisam de fato saber o verdadeiro papel da FAMEM e
    votar no melhor candidato para Administrar a instituição.A FAMEM hoje é uma entidade
    que só vive de receber recursos públicos via c/c das Prefeituras e Assessoria concreta pelos os municípios não existe nadaaaaaaaaaaaaaa.
    Vivo observando os prefeitos reclamarem o ano todo que a FAMEM só sabe é descontar dinheiro dos municípios e não presta para nada.
    Fico triste Prefeito JUNIOR MARRECA,que Vossa Excelência hj está unido ao mesmo grupo de Lisboa(presidente que nem na FAMEM andou durante a sua administração)e ao prefeito Juarez Lima de Icatu que acabou com Vossa Excelência na eleição passada,lembra???Cadê o JUNIOR MARRECA, IDEALISTA,CABEÇA,CENTRADO,ÉTICO?Se Vossa Excelência esqueceu tão rápido td que aprontaram com sua pessoa na eleição passada,imagine agora assumindo a FAMEM,com certeza vai esquecer como fez Lisboa com o Deoclides Macedo(atual vice presidente) que não deixou Deoclides nem chegar perto do Gabinete da presidência da FAMEM e de todos os colegas que votaram nele nas eleições passada.
    É lamentável Vossa Excelência se apresentar como candidato da FAMEM com a mesma
    chapa de Lisboa: Vadilso na 2ª Vice,Juarez Secretário Geral e Gildásio na Tesouraria(esse coitado foi outro que o Lisboa fez o diabo com ele,ou seja,não mandava na pasta de finaças só o KALIL E MARCELLO aprontando com o dinheiro da FAMEM.
    É essa a FAMEM NOVA MUNICIPALISTA QUE VOSSA EXCELÊNCIA QUER OFERECER AOS MUNICÍPIOS DO MARANHÃO?
    Que vergonha prefeito Junior,vá cuidar do seu Município,pois nem o seu Município o senhor está conseguindo ADMINISTRAR.imagine a FAMEM que representa 217 municípios?
    Fica a reflexão…

  4. Marco Aurelio se a POLÍCIA FEDERAL, o MINISTÉRIO PUBLICO, o TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO MARANHÃO e a CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO fizessem uma vistoria nas contas públicas do município de Pindaré Mirim na gestão do prefeito Henrique Salgado teriam um “maravilhoso tesouro” pra investigar, uma montanha de falcatruas e irregularidades só vistas por aqui. Seria como garimpar “OURO” em Serra Pelada antes dos garimpeiros chegarem.
    Veriam que o Censo Escolar do município é fraudado pra receberem mais verbas federais pra educação. É só ver os índices do INEP, ano a ano na sua administração.
    Veriam que sacam grandes valores da conta do Instituto de Previdência dos Funcionários Municipais para fins escusos, o que é um crime gravíssimo, pois essa conta é imexível, é patrimônio do funcionário público, é a garantia de aposentadoria do servidor municipal.
    Veriam que também sacam valores indevidos do FUNDEB para pagamentos alheios aos interesses públicos e objetivos do programa.
    Veriam que o quadro de funcionários está em desacordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), onde os limites de despesa total com pessoal excedem os limites estabelecidos em lei que é de 60% da receita corrente liquida. O quadro funcional do municipio ja se aproxima de 4.000 (quatro mil) funcionários, o que é um absurdo. Gostaria também de chamar a atenção do Promotor de Justiça desta comarca pra tomar as devidas providências.
    Os recursos da Prefeitura são usados na compra de fazendas (Presa de Porco e Governador Newton Belo), apartamentos em São Luis (só no empreendimento do Parque dos Pássaros da Gafisa/Franere na Avenida dos Holandeses são cinco apartamentos, isso mesmo). Até hoje nunca entendi como muitas Prefeituras do Maranhão são investigadas pela CGU, Polícia Federal, TCU, TCE, Ministério Público e esse púbere nunca teve as contas da prefeitura na sua gestão investigadas, com tantas irregularidades. Mas essa casa cai um dia… Gostaria de ver estes órgãos mostrando serviço na minha cidade e aí sim verão que estou relatando a verdade.
    Marco, pra você ter uma idéia como a coisa aqui ta feia, o prefeito Henrique Salgado trouxe uma Cooperativa de fora para gerir parte do setor pessoal da prefeitura, que dizem ser do seu irmão, pra enganar o INSS e os próprios funcionários, porque desconta dos funcionários a parcela do Instituto de Previdência e não deposita para o INSS como deveriam, cometendo crime de apropriação indébita e desvio de verbas públicas. Se o funcionário for ao INSS ver seu extrato de contribuição ao órgão verá que lá não existe nada de contribuição, porque eles simplesmente não depositam. Sonegam o dinheiro que descontam dos funcionários, veja o absurdo, mais quando a bomba estourar quero ver neguinho sair algemado pela polícia federal.
    Marco, sem falar em prestação de contas irregulares, com notas frias, licitações feitas “nas coxas”, tudo para desviar o dinheiro público. Os convênios estaduais (na gestão Ze Reinaldo e Jackson Lago mais de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões) e federais outros milhões, muitos com as obras não concluídas, outros nem se quer começaram e o dinheirão submergiu. Pra onde foi? Não me pergunte, não sei. Não vi… Polícia Federal nessa quadrilha de embusteiros!
    FIZ UMA PEQUENA VISTORIA NAS PRESTAÇÕES DE CONTAS DE UM ANO DE SUA GESTÃO E OBSERVEI PROBLEMAS GRAVES RELATADOS ABAIXO:
    MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO :
    1- 2- Aquisição de produtos e serviços com recursos do FUNDEB sem licitação;
    3- Sinalização de fraude na realização de licitação e comprovação de gastos com notas fiscais frias;
    4- 5- Saída de recursos da conta do FUNDEB sem a respectiva documentação de despesa;
    6- Sinalização de desvio de recursos do FUNDEB destinados ao pagamento de abono salarial dos professores do Ensino Fundamental;
    7- Uso indevido de recursos do FUNDEB para pagamentos diversos, inclusive em utilização indevidas com os objetivos do programa.
    MINISTÉRIO DA SAÚDE
    1- Não cumprimento de repasses obrigatórios para a saúde.
    2- Compra de medicamentos sem licitação e superfaturados e com indícios de notas fiscais frias;
    3- Despesas incompatíveis com as necessidades do setor de saúde;
    PROBLEMAS ADMINISTRATIVOS:
    1- Saques de valores altos das contas do FPM e ICMS Estadual sem a respectiva documentação e comprovação de despesas;
    2- Irregularidades nas instruções de processos licitatórios;
    3- Fracionamento de despesas e fuga de modalidade de licitação para ludibriar a legislação;
    MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO:
    1 – Aquisição de merenda escolar sem licitação e em quantidade abaixo do valor recebido mensalmente;
    2 – 3- Não execução de no mínimo 60% (sessenta por cento) dos recursos do Fundeb com pagamento de profissionais do Magistério do Ensino Fundamental;
    4 – Compras de produtos sem realização de processo licitatório.
    MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME
    1- Realização de compras sem licitação;
    2- Utilização indevida de recursos da pasta.
    Agora observe alguns dos Recursos Recebidos em 2010, sem falar em convênios estaduais e federais que somam um valor absurdo:
    Recursos Recebidos por Área:

    Assistência Social —————————————————
    R$ 3.410.373,29
    Saúde ——————————————————————
    R$ 2.613.414,14
    Educação ( Sal Educ., PNAT e Outros)————————
    R$ 1.480.037,00
    Recursos Recebidos por Ação:
    FUNDEB —————————————————————
    R$ 20.013.723,29
    FPM – CF art. 159 —————————————————
    R$ 9.055.251,62
    ICMS ESTADUAL —————————————————
    R$ 5.037.981,24
    PAB Variável – ——————————————————-
    R$ 1.818.333,00
    PDDE – (Escolas e Municipio)———————————–
    R$ 369.186,70
    Merenda Escolar —————————————————-
    R$ 1.048.114,80
    PAB Fixo —————————————————————
    R$ 528.274,87
    Recursos Pagos Direto ao Cidadão:
    Bolsa Família ———————————————————
    R$ 3.012.042,00

    Soma: ——————————————————————- R$ 48.386.731,95
    Publique para o conhecimento e utilidade pública, (Quarenta e Oito Milhões, Trezentos e Oitenta e Seis Mil, Setecentos e Trinta e Um Reais e Noventa e Cinco Centavos), muito recurso, não acham?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *