3

Torcedores e eleitores na capital maranhense…

Roseana já consegue reunir multidões em São Luís...

Uma única pergunta referiu-se ao governo Roseana Sarney (PMDB) na pesquisa do Instituto Escutec, divulgada ontem em “O Estado do Maranhão”. Mediu a expectativa da população em relação ao governo dela. A informação foi analisada nos blogs de acordo com o viés político de cada um, mas encerra uma mensagem clara do ludovicense.

Assim como foi na eleição, a população de São Luís se divide em relação às expectativas que geram o governo Roseana. Nada menos que 49% acreditam que ela fará um grande governo. Outros 40% acham que “nada vai mudar”.

O que isto significa?

Significa, entre outras cosas, que Roseana Sarney conquistou mesmo a confiança dos ludovicenses. Em outubro, ela obteve cerca de 43% dos votos na capital maranhense, índice histórico para o grupo Sarney. Agora, são 49% de ludovicenses que apostam suas fichas nas realizações do seu governo.

...Mas a oposição ainda tem espaço importante

Uma outra leitura mostra nada menos que 45,37% de eleitores anti-Sarney entre os moradores de São Luís. São 40% dos que acham que “nada vai mudar” e os 5,37% de entrevistados que torcem para que Roseana faça “o pior governo da vida dela”.

É, sem dúvida, um campo vastíssimo para a oposição trabalhar nestes dois anos.

Mas os números mostram também que, se a oposição conseguiu avançar no interior do estado, polarizando a disputa com o grupo Sarney, o grupo Sarney também alcançou São Luís, e hoje divide a população da capital. Detalhe: com vantagem percentual e numérica.

Cada vez mais a política no estado – capital e interior – toma ares de clássico de futebol.

Com torcedores no lugar de eleitores…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Governadora Roseana; parabéns pela vitória, agora temos certeza que a Ilha de Balsa, que é entre Loreto e São Felix de Balsa-MA, chamado de Craúna, vai ter estrada e energia elétrica; parabéns governadora. Espero outra vez que for visita-lo, ja encontro esse beneficio. Sou professor em Cuiabá-MT, aqui em matogrosso não tem nenhuma cidade e nem vilarejo sem energia. Eu não acreditei, um estado histórico pudesse acontecer isso. espero resposta, porque a verdade tem que ser dita; favor não ignorar, é apenas um desabafo, eu escolhi o blog da governadora , porque eu não quero escandalo. Mande resposta. Obrigado.

  2. Marco Aurelio gostaria de saber o que foi que o prefeito da minha cidade, Pindaré Mirim, Henrique Caldeira Salgado Embusteiro fez com tantos recursos que recebeu no ano de 2010. Marco esse moço ta metendo a mão na cumbuca, ou seja, no dinheiro público que deveria ser investido em obras e melhorias para a população. Não faz uma obra com recursos próprios, tudo que fez com recursos de convênios estaduais ou federais. Um verdadeiro larápio de verbas públicas. Só de FPM o município recebeu R$ 11.201.894,72, de ICMS Estado recebeu R$ 6.558.582,23. Fiz uma pesquisa de quanto o município recebeu de repasse ao longo de 2010 e cheguei ao seguinte resultado:
    1. RECEITAS DIVERSAS (FPM, ICMS Est., FEP, CIDE, ITR, FUNDEB, ICMS Deson, CEX, SNA e AFM:
    TOTAL: R$ 38.292.710,77
    2. RECEITAS DA SAÚDE:
    TOTAL: R$ 2.740.736,02
    3. RECEITAS DA EDUCAÇÃO:
    TOTAL: R$ 2.298.696,64
    4. RECEITAS DA ASSISTENCIA SOCIAL:
    TOTAL: R$ 5.132.504,76
    TOTAL DE RECURSOS RECEBIDOS:
    R$ 48.464.648,19, isso mesmo, quarenta e oito milhões, quatrocentos e sessenta e quatro mil, seiscentos e quarenta e oito reais e dezenove centavos.
    OBS: Não estão inclusas as Receitas de AIHs Hospitalar, IPTU, ITBI, ISSQN, IPVA e Outros Impostos que não lembro e todas as TAXAS e CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIAS. EXEMPLO: Tx de Iluminação Pública, Tx de Abate Carne, Alvarás de funcionamento. Etc…
    Foram computadas só as receitas de repasses do governo federal e estadual.
    Gostaria que você divulgasse pra que a população tome conhecimento de quanto ele surrupiou . Por isso que comprou ultimamente 1.500 novilhas pra suas fazendas em Presa de Porco e Newton Belo. Acorda Pindare!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *