3

O número 40 da TV Assembléia…

Os louros vão para o blog de Gilberto Léda.

Foi ele o primeiro a alertar para o fato de que o canal da Assembléia era o 40. Perguntou o porquê de ser exatamente este número e ouviu de uma assessora que era definido pelo sistema.

Não é verdade.

Cabe a cada canal escolher o número por onde será visto, levando em consideração apenas a altura da frequência, se baixa ou alta.

O 40 é o número do PSB, partido de Marcelo Tavares.

A denúncia de Léda ganhou repercussão e o presidente tev e de admitir:

– O número do canal coincidia com o do PSB, o meu partido. Por isso foi alterado – disse o presidente.

Só a assessora ahcou diferente…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Marco Aurelio, não sei por que a Justiça do Maranhão não afasta do cargo o prefeito da minha cidade Pindare Mirim, Henrique Salgado.
    Aqui o prefeito Henrique atrasa salários dos servidores, paga salário menor que o salário mínimo. Com o valor de um salário paga dois servidores. Aliás, tem muita gente que só recebe e não trabalha, por isso concorda em receber ajudas de valores menores que o mínimo.
    Aqui ele manipula o Censo Escolar do município pra receberem mais verbas federais pra educação. É só ver os índices do INEP, durante sua gestão.
    Aqui o prefeito saca grandes valores da conta do Instituto de Previdência dos Funcionários Municipais para fins escusos, o que é um crime gravíssimo, pois essa conta é imexível, é patrimônio do funcionário público, é a garantia de aposentadoria do servidor municipal.
    Aqui o quadro de funcionários está em desacordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), onde os limites de despesa total com pessoal excedem os limites estabelecidos em lei que é de 60% da receita corrente liquida. O quadro funcional do municipio ja se aproxima de 4.000 (quatro mil) funcionários, o que é um absurdo, gostaria de chamar a atenção da Promotoria de Justiça do município pra tomar as devidas providências.
    Aqui o prefeito Henrique Salgado trouxe uma Cooperativa de fora para gerir a maior parte do setor pessoal da prefeitura, que dizem ser do seu irmão, pra enganar o INSS e os próprios funcionários, porque desconta dos funcionários a parcela do Instituto de Previdência e não deposita para o INSS como deveriam, cometendo crime de apropriação indébita e desvio de verbas públicas. Se o funcionário for ao INSS ver seu extrato de contribuição ao órgão verá que lá não existe nada de contribuição, porque eles simplesmente não depositam.
    Aqui o prefeito atrasa os salários dos médicos e pessoal da saúde e por isso a saúde do município é uma calamidade. Praticamente todos que necessitam dos serviços de saúde são deslocados de ambulância pra vizinha Santa Inês.
    Aqui o prefeito não aparece porque não paga seus fornecedores e é de costume depois das eleições ele desaparecer e voltar nas próximas. Como mantém muita gente recebendo propinas do poder público ele se dá ao luxo de fazer o que bem quer. Mais a culpa é do próprio povo que continua aceitando esses desmandos. No hospital falta de tudo, de medicamentos a materiais hospitalares e de limpeza. As ruas parecem um lixeiro de tão sujas. Decio agora pergunto, cadê a justiça aqui também? Fico pensando, será que esse cara é enteado do diabo porque nada pega pra ele! Faz tudo de errado e ninguém toma as providencias. Atenção CGU, Ministério Público, Polícia Federal, TCE, Câmara de Vereadores, onde a maioria além de não fiscalizar, que é seu dever, apóia todas as irregularidades do executivo.
    FIZ UMA PEQUENA VISTORIA NAS PRESTAÇÕES DE CONTAS DE UM ANO DE SUA GESTÃO E OBSERVEI PROBLEMAS GRAVES RELATADOS ABAIXO:
    MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO :
    1- 2- Aquisição de produtos e serviços com recursos do FUNDEB sem licitação;
    3- Sinalização de fraude na realização de licitação e comprovação de gastos com notas fiscais frias;
    4- 5- Saída de recursos da conta do FUNDEB sem a respectiva documentação de despesa;
    6- Sinalização de desvio de recursos do FUNDEB destinados ao pagamento de abono salarial dos professores do Ensino Fundamental;
    7- Uso indevido de recursos do FUNDEB para pagamentos diversos, inclusive em utilização indevidas com os objetivos do programa.
    MINISTÉRIO DA SAÚDE
    1- Não cumprimento de repasses obrigatórios para a saúde.
    2- Compra de medicamentos sem licitação e superfaturados e com indícios de notas fiscais frias;
    3- Despesas incompatíveis com as necessidades do setor de saúde;
    PROBLEMAS ADMINISTRATIVOS:
    1- Saques de valores altos das contas do FPM e ICMS Estadual sem a respectiva documentação e comprovação de despesas;
    2- Irregularidades nas instruções de processos licitatórios;
    3- Fracionamento de despesas e fuga de modalidade de licitação para ludibriar a legislação;
    MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO:
    1 – Aquisição de merenda escolar sem licitação e em quantidade abaixo do valor recebido mensalmente;
    2 – 3- Não execução de no mínimo 60% (sessenta por cento) dos recursos do Fundeb com pagamento de profissionais do Magistério do Ensino Fundamental;
    4 – Compras de produtos sem realização de processo licitatório.
    MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME
    1- Realização de compras sem licitação;
    2- Utilização indevida de recursos da pasta.
    Agora observe alguns dos Recursos Recebidos em 2010, sem falar em convênios estaduais e federais que somam um valor absurdo:
    Recursos Recebidos por Área:

    Assistência Social —R$ 3.410.373,29
    Saúde ————–R$ 2.613.414,14
    Educação ( Sal Educ., PNAT e Outros– R$ 1.480.037,00
    Recursos Recebidos por Ação:
    FUNDEB ————R$ 20.013.723,29
    FPM – CF art. 159 —R$ 9.055.251,62
    ICMS ESTADUAL —R$ 5.037.981,24
    PAB Variável – —–R$ 1.818.333,00
    PDDE – (Escolas e Município)- R$ 369.186,70
    Merenda Escolar —-R$ 1.048.114,80
    PAB Fixo ————R$ 528.274,87
    Recursos Pagos Direto ao Cidadão:
    Bolsa Família ——–R$ 3.012.042,00
    Soma: —————R$ 48.386.731,95
    Publique para o conhecimento e utilidade pública, (Quarenta e Oito Milhões, Trezentos e Oitenta e Seis Mil, Setecentos e Trinta e Um Reais e Noventa e Cinco Centavos), muito recurso, não acham?

  2. Quando você escrevia seus artigos sobre a política de Jackson Lago, eu até os lia, agora que o velhinho não mais “existe”, e como V.Sa, não tem categoria, ou conhecimento para tratar de outros assuntos ( FUTEBOL, economia, política nacional e internacional, etc ), seria melhor que tirasse umas prolongadas férias, na Sibéria, torcendo de lá, para o “velhinho” retornar ao cenário da política maranhense, e com isso, vocè possa sobreviver no contexto jornalístico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *