6

Editorial: a verdadeira história do acordo com o bloquinho na disputa pela Mesa da Assembléia

Fala Rogério Cafeteira, deputado eleito pelo PMN:

1 – “Quando nós criamos o bloco, Ricardo Murad nos chamou para um almoço e propôs: ficaria fora da discussão dos blocos e os dois blocos governistas passariam a indicar os outros cargos. O blocão, maior, escolheria primeiro. O nosso, escolheria a segunda. Se eles escolhessem a 1ª secretaria, como é a lógica, nós teríamos a prerrogativa de escolher a 1ª vice-presidência. E vice-versa”.

2 – “Foi nos garantido que não haveria interferência no bloquinho, que nos deixariam à vontade, sem tentativa de cooptação, o que parece não estar ocorrendo”.

3 – Não foi combinado nada de 2ª secretaria e 2ª vice-presidência. Você não inventou nada em suas matérias, até porque fomos nós que lhe contamos. Sua lógica está certinha. O acertado é que escolheríamos logo após o Blocão”.

4 – “Não vou chegar à Asembléia desmoralizado. Honro o meu mandato. O acordado foi exatamente isto que você já publicou”.

Agora fala Jota Pinto, deputado eleito pelo PR:

1 – “Marco, você não inventou nada. Está certinho em tudo o que publicou até agora. O que Ricardo propôs é que ele seria o presidente de todos os parlamentares governistas e, a partir disso, os blocos escolheriam os demais cargos. O blocão escolheria primeiro e nós seríamos o segundo a escolher. Exatamente do jeito que você publicou”.

2 – “O blocão já fechou questão em escolher a 1ª secretaria. Portanto, cabe a nós escolher a segunda vaga. Pela lógica, a 1ª vice-presidência seria a próxima a ser escolhida. Pode até ser que não escolhamos esta. Tem até gente no bloquinho que acha melhor a 2ª secretaria. Mas isso cabe a nós decidirmos.”

3 – “Não houve qualquer acordo que determinasse ao bloquinho a 2ª vice-presidência e a 2ª secretaria. É a nós que cabe a decisão, não a terceiros. E volto a repetir, você, Marco, não inventou nada, apenas usou a lógica para fazer seus textos”.

Agora fala o Blog:

1 – Este blog presa pela independência, pela credibilidade e pela coragem de publicar o que acha de interesse público, independente dos interesses particulares de terceiros. Por isso fez questão de esclarecer as coisas com as próprias fontes – Rogério Cafeteira e Jota Pinto – diante de nhenhenhém de que o que aqui foi publicado sobre a eleição da Mesa da Assembléia teria sido inventado.

2 – As conversas acima com os parlamentares foram tidas ontem à noite, e gravadas pelo sistema de áudio do jornal “O Estado do Maranhão”. Foram cobradas pelo próprio titular do blog, diante do disse-me-disse.

3 – Este blog não inventa notícia ou cria factóides. Divulga fatos e os analisa. Buscando sempre o máximo de isenção, com a certeza da credibilidade e, principalmente, com a exigência da independência, balizada no devido respeito às fontes, aos personagens e aos leitores dos textos.

3 – A publicação acima reproduz fielmente a conversa dos dois parlamentares eleitos e as bases do acordo que eles dizem ter feito com o bloco majoritário da Assembléia. Portanto, expressa o pensamento dos dois parlamentares – em nome do bloco do qual fzem parte. E é o relato fiel dos fatos já narrados até aqui.

Se é o que vai acontecer ou não, isto não é problema do blog…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Marco gostaria de acrescentar apenas um detalhe, já que sua máteria vem repercutindo muito e você esta interagindo, tirando duvidas, ta bem legal, os comentarios aqui. Gostaria de acrescentar apenas que pode haver mudança é claro, mais tem que passar pelo bloquinho, tem que ter o aval dele. Mais ainda há muito tempo e o bloquinho pode ceder, como tbm pode assegurar a vaga. Só isso, acho que a materia esta bem definida.

  2. Marco, essas funções da Assembléia Legislativa, tipo vice-presidente, 1º secretário, 2º secretário, etc, etc. São Remunerado ? Por favor responde!

    Resp.; O ocupante de cargos na Mesa tem alguns privilégios, como, por exemplo, pelo menos três assessores a mais

  3. JORNALISTA, apos este texto de autoria do propio bloquinho, não cabe mais a ninguem discutir com vc se esta certo ou errado, tem o total aval para tornar valido e verdadeiro suas analizes e dados aqui colocados.
    parabens pela credibilidade grande marco.

    Resp.; Obrigado, Cláduio. É este o objetivo do blog, divulgar o que apura, com independência e responsabilidade. Achem ou besteira os poderosos.

  4. Marco vc tem muita credibilidade. Por isso acesso seus comentarios, e tenho convicção que você acerta 80 % deles.
    Só me restou uma duvida. Não só você mais todos os blogs comentam que Ricardo Murad não iria se envolver no debate da formação da mesa. Como esse bloquinho agora fala que ele esta fazendo acordos inclusive para deputados da mesa. Outro detalhe e que as maiores bancadas são as do PMDB, PV e DEM respectivamente esse bloquinho não esta quebrando essa proporcionalidade dos partidos. Se tiver como esclarecer eu agradeço.

    Resp.: Obrigado, meu caro, pelo reconhecimento. É por conta de leitores como você que este blog insiste na busca da independência, embora reconheça que ela nunca será absoluta.
    Com relação ao bloquinho e os demais partidos, as regras internas da assembléia dizem que um bloco equivale a um partido. Ou seja, se dez partidos se unirem em um bloco, cada um com um deputado, significará que, a partir da adesão, o bloco terá dez deputados, equivalendo-se a um partido com 10 deputado. Por isso o bloquinho tem prerrogatibvas de escolher acima de PMDB e PV.

  5. “Este blog presa pela independência, pela credibilidade e pela coragem de publicar o que acha de interesse público, independente dos interesses particulares de terceiros”…Como é que é???????????? Independência???????Credibilidade????????Coragem???????Eis três qualificativos que este blog com toda certeza não possui….

    Resp.: Esta é apenas a sua opinião pessoal. Coisa que os mais de 6 mila cesso dários – inclusive o seu – desmenter.

  6. VALEU OS ESCLARECIMENTOS, ISTO POSTO, AGORA É SÓ CONFERIR OS
    RESULTADOS DAS ARTICULAÇÕES POLITICAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *