16

Partido Ecológico alcança meta de assinaturas para se instalar no Maranhão

O Partido Ecológico Nacional (PEN) já pode instalar diretório no Maranhão. Segundo explicou o representante da legenda no estado, Mário Felipe de Franco, o PEN alcançou 15.215 assinaturas no estado, ou 0,5% do eleitorado, como exige a Justiça Eleitoral.

 O PEN Já se encontra formado em mais de nove estados, o que é necessário para constituir um partido político no Brasil.

 – Na verdade, o PEN está em 22 estados brasileiros e não apenas nove, como reza a legislação – explicou Mário Felipe.

A legenda tem escritórios em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Goiás, Piauí, Rio Grande do Norte, Alagoas, Bahia, Amapá, Amazonas, Sergipe, Paraná, Pará, Mato Grosso, Ceará, Pernambuco, Paraíba, Rorâima, Rondônia, Tocantins e no Maranhão.

– Falta pouco para alcançarmos a meta em todo o Brasil para a legalização do PEN junto ao TSE, conforme a lei 9096/95 que exige 0,5% dos votos validos para Câmara Federal, ou seja, 468.890 assinaturas. Já temos mais de 350.000 homologadas em todo o Brasil – disse.

O Partido Ecológico seguirá a linha de defesa do Meio Ambiente, iniciada pelo Partido Verde, mas com linha programática diferente.

Marco Aurélio D'Eça

16 Comments

  1. Qual a posibilidade de trazer o PEN, para Humberto de Campos-ma,Queremos ser mais um, na família 51.

  2. Parabens a todos pela garra e vontade de garantir vida aos nossos filhos, netos……. enfim ao nosso planeta.

  3. Parabens a todos pela garra e vontade de garantir vida aos nossos filhos, netos…….

  4. Estou otimista com a conquista de tantas assinaturas para o grande Partido que em suas propostas apresentam uma saida para a melhora do meio ambiente, estamos juntos torcendo para essa vitoria em oficializar os registros definitivos e assim ir a luta em defesa do nosso povo garantindo a sobrevivencia. Com um pouco de experiencia leito e reeleito como vereador estou otimista e vou a luta , venha tambem.

  5. Caro Mario,
    Parabens pela meta alcançada aí no Maranhao. Aqui em Fortaleza, nao tenho noticias sobre a coleta de assinaturas do PEN. Posso contribuir com até 20 mil assinaturas, pois já fui vereador em duas legislaturas, conhecedor de muitas lideranças politicas no Estado do Ce. Como faço para entrar em contato com o Presidente da Comissao Nacional. Meu contato- (85) 9943-3073.

  6. FERNANDO RODRIGUES
    DE BRASÍLIA
    O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), articula para maio o possível lançamento do PDB (Partido da Democracia Brasileira). A nova sigla contaria de saída com cerca de 20 congressistas em Brasília e com um governador, Raimundo Colombo, de Santa Catarina e hoje também filiado ao DEM.
    Não é novidade que Kassab esteja insatisfeito com a sua sigla, o DEM. Também já era conhecido que uma de suas opções seria criar uma nova agremiação partidária.
    Kassab procura interlocutores do PT com plano para ‘varrer’ tucanos
    A Folha ouviu de interlocutores próximos ao prefeito que essa possibilidade está sendo tratada de maneira objetiva para se materializar ainda no primeiro semestre.
    O PDB será um rito de passagem para buscar a associação com outro já existente.
    PMDB e PSB são considerados por Kassab. O prefeito paulistano considera necessário fundir alguns partidos para produzir uma novidade na política brasileira: uma grande legenda que tenha expressão nacional e seja ideologicamente de centro.
    Kassab e seu grupo permanecerão no DEM se a disputa interna na sigla não culminar com a eleição do senador José Agripino (RN) como presidente nacional do partido, em meados de março.
    Essa hipótese é remota. Agripino faz parte do grupo que elegeu na semana passada como líder da bancada do DEM na Câmara o deputado ACM Neto, da Bahia.
    O racha no DEM tem algumas nuances, mas a divergência básica é sobre como o partido deve se alinhar ao seu sócio preferencial na política, o PSDB.
    Há os demistas, como Kassab, que apoiam o ex-candidato a presidente tucano José Serra. E há alguns como ACM Neto e o presidente nacional do partido, Rodrigo Maia, que simpatizam mais com o senador por Minas Gerais Aécio Neves.
    Sair de um partido é difícil. Quem se desliga arrisca-se a perder o mandato. A Justiça Eleitoral tem sido condescendente se a causa for “mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário e grave discriminação pessoal”. Não é o caso de Kassab.
    Construir uma nova sigla também é uma empreitada complexa, mas ninguém perde mandato se essa é razão da saída de uma agremiação partidária já existente.
    Uma legenda só recebe o registro definitivo do Tribunal Superior Eleitoral depois de cumprir, entre outras exigências, o recolhimento das assinaturas de 0,5% do total de eleitores que votaram para deputado federal na última eleição distribuídos em, pelo menos, nove Estados. Hoje, esse número é de 468 mil eleitores.
    Com 20 congressistas em Brasília, ele próprio e mais um governador de Estado, Kassab acredita ser viável concluir esse processo com alguma rapidez.

  7. PEN na Coluna Política 11/02 – Jornal O DIA de SP – Jornalista Cesar Neto

    SOBRE
    Embora João Aprá (ex-Afif), atual chefe do gabinete do prefeito paulistano (ainda no DEM), diga que Kassab tá indo pro PSB e que a ‘central de ruidos’ siga plantando na mídia que …
    ‘PARTIDOS’
    … pode pintar novo partido de centro-direita, tanto o PMDB (agora de Temer em São Paulo), como o ex-deputado estadual Adilson Barroso (criando o Partido Ecológico Nacional) …
    POLÍTICOS
    … precisam ser ‘informados’. Principalmente Adilson (ex-PSC), porque não falta muito pra conseguir as assinaturas necessárias pro PEN. Uma ajudinha de Kassab serve pra ambos.
    Fonte:
    http://www.mais.com/cesar/index.asp

  8. ate q fim aparece no cenario politico nacional um partido que realmente se preocupa com uma ideia que possa ser posta em pratica você esta de parabens Mario Felipe por conquistar seu espaço nesse cenario que nao é um dos mais propicios a se encarar.
    O PEN veio para ser a diferença chega da demagogia politica que se vê todos os dias não só no maranhão mas tbm em todo o Brasil.
    vamus la lute por esta causa
    PEN-SE PEN.

  9. Caro companheiro Mario Felipe, nossos parabens por ter atingido a meta, no que se refere às assinaturas no maranhão. Aqui em joão Lisboa nós ja superamos, mais de 1% do total de eleitores do município, mas continuamos empenhados em colher o máximo de assinaturas.

    valeu PEN!!!!!

  10. Só por curiosidade, os filiados ao partido em questão, serão conhecidos como?
    Ecopilantras?
    É mole? É, mas é verde, só que depois que amadurece, fica duro, e ai passa a ser o sonho de consumo de Alexandra.

  11. PEN, UM PARTIDO TÃO JOVEM QUANTO O BRASIL. MAIS IGUALMENTE FORTE!

    Vamos Juntos defender a natureza. O planeta agradece.

    “Se cada país tem o político que merece” – como se diz, por que não fazemos o que gostaríamos que outros fizessem? Ou seja, porque não escolher bem o vereador, o prefeito, o deputado, o senador ou o presidente da República? Foi pensando assim que nos unirmos ao Partido Ecológico Nacional – PEN. Prestamos atenção em diversas formas de pedido de socorro que o planeta vem emitindo e ouvi também o grito de alerta do PEN em sua defesa.
    Afinal, não é preciso ir longe para se ver os estragos que o homem vem causando ao planeta. Aqui mesmo, já se constata os efeitos desastrosos do homem na natureza, devido à destruição do meio ambiente pelo próprio ser humano.
    Os esforços para salvar o planeta são cada vez mais crescentes e vêm hoje de todos os cantos do mundo e não apenas desta ação consciente e louvável dos que lutam para constituir definitivamente o PEN no pais. Tanto, que calcula-se em mais de 200 bilhões de euros o valor para negociações internacionais sobre o clima, previstos para 2011 em Copenhagen, Dinamarca. É este o tamanho do esforço mundial contra o aquecimento global e os brasileiros não ficam atrás em termos de preocupação em relação ao planeta.
    As pessoas, por aqui no maranhão, estão cada vez mais conscientes sobre a necessidade de se tomar atitudes pró-clima, segundo muitas pesquisas de diferentes organizações veiculadas no estado, mas essa intenção, quando traduzida em ações concretas é ainda muito pequena. Nós precisamos fazer a nossa parte e contribuir para que todos se engajem nessa causa, pois a maioria dos desastres ocasionados por enchentes no Brasil e no mundo poderiam ter sido evitados. Isto, caso já há alguns anos se tivesse tido conhecimento e vontade política suficientes para combatê-los, antes que essas catástrofes pudessem ter feito os estragos que fizeram na economia e, infelizmente, na vida de milhares de pessoas indefesas frente a natureza enfurecida.
    Por esse motivo, estamos trabalhando incansavelmente para finalização do Partido Ecológico Nacional – PEN como legenda Partidária, buscando a conquista do seu Caráter Nacional nos termos da Legislação Eleitoral Vigente.
    Se você comunga da mesma causa do PEN, ajude em sua legalização, baixe a ficha de assinatura no site http://www.pen51.org.br, no link de documentos imprima e pegue as assinaturas de seus familiares, amigos, colegas de trabalho, igrejas, universidades, parques, enfim onde você estiver, divulgue o PEN, mesmo que seja uma só assinatura, ela é muito importante e vale lembrar que o manifesto de apoio por meio de assinatura não é filiação partidária.
    PEN – se pem.

    Saudações Ecológicas…

    RUA CELSO MAGALHÃES, 88 – CENTRO
    CEP: 65.020-130 – SÃO LUÍS/MA
    (98) 3082.2403
    E-MAIL: [email protected]

    • Olá Mariao Felipe ,vc esta de parabens conseguiu alcançar o seu alvo isto é para poucos,mas lembre-se estamos cheios de partidos de aluguel não permita que este sonho torne- se pesadelo para os futuros filiados ,acredito em vc .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *