12

Eles continuam em silêncio…

Pádua: faculdade em Imperatriz

Faltando sete dias para o fim do primeiro mês de trabalhos na Assembléia Legislativa, cinco dos 19 deputados estaduais estreantes continuam em silêncio no plenário.

Valéria: visita às unidades de saúde

Doutor Pádua (PP), Carlinhos Florêncio (PSL), Francisca Primo (PT), Léo Cunha (PSC) e Valéria Macêdo (PDT) ainda não se pronunciaram na tribuna nem participaram de nenhum debate em plenário.

Francisca: também em silêncio

O levantamento foi feito com base nos arquivos da Assembléia Legislativa, desde o dia 1° de fevereiro, quando começaram os trabalhos da atual legisaltura.

Florêncio: silêncio total

Hemetério Weba (PV), que retorna após oito anos afastado do parlamento – época em que foi prefeito – também não subiu à tribuna, mas participou dos debates em apartes aos colegas.

Léo Cunha: já tem experiência

Embora a atividade parlamentar não se resuma aos discursos, é exatamente no debate em plenário que se percebe o preparo do deputado para a vida legislativa.

E, neste caso, o silêncio nem sempre é o refúgio dos sábios…

Marco Aurélio D'Eça

12 Comments

  1. Caro D’Eça,
    O deputado Dr. Pádua tem, desde o começo do mandato, apresentado proposições em prol da comunidade não apenas de Imperatriz, mas da região Tocantina, e do Maranhão. Foram sete indicações, inclusive a do curso de Medicina, em Imperatriz. O deputado tem ainda verificado “in loco” os atuais problemas dos municípios, solicitando providências, e formatando-os, pois utilizará a tribuna da assembléia com esse propósito.
    Dr. Pádua tem sido o “porta-voz” do povo do sudoeste do Maranhão.
    Saudações,
    Gil Carvalho

  2. Marcos,
    Aproveito este espaco pra sugerir ao assessor parlamentar da deputada Valeria Macedo que reinvidique a instalacao de cursos superiores na area tecnologica para Imperatriz. Temos um cenario critico de profissionais qualificados em ciencia e tecnologia nesta regiao, onde teremos grandes empreendimentos, UHE ESTREITO, SUSANO CELULOSE, GUZARIAS, etc…podemos por exemplo realizar parcerias com estas empresas para implantar novos cursos no campi da UFMa e]ou IFMA a exemplo do que aconteceu com a Eletronorte e a UFPA em Tucurui.

    Abs,

    Jorge FURTADO.

  3. Prezado Marcos,
    Não é nada disso, pelo menos em relação à deputada Valéria Macedo, que não vai ficar calada nem ausente de alguns debates. Apenas a deputada como quem acaba de chegar, tem tem observado avaliado o momento certo para usar a tribuna. Quanto aos debates e embates que estão acontecendo no momento, não é nada bom para um estreante se aventurar no meio de tanto disparo. Mas pode ter certeza, que a Valéria está muito consciente do seu papel e dos compromissos populares que lhe levaram ao Poder Legislativo maranhese e em breve todos conhecerão o que pensa a deputada proporcinalmente mais votada no Maranhão do Sul.
    Um abraço,
    Josué Moura.

  4. esses deputadoa aí é só da base do governo, só sábio;;;;;;;;;;;;;;;;;fala sério eleger umas mulas dessas que mal sabem o papel de um deputado estadual..é triste sai fora

  5. Tenho certesa de que a minha querida deputada Vianey Bringel não se enquadra entre esses deputados apáticos, pois, ela é muito competente e participativa. Ela só gastou 17 milhões para eleger-se, é uma líder nata.

    • só um socialista de araque adversario de Dra Vianey e esposo dela pode achar que os mesmos gastaram está quantia ,acorda socialista de araque a doutora sempre trabaclhou como média talvez até tu já se serviu dos serviços da mesma ,menos verdadeiro socialista dearaque

  6. Marco eleger pessoas despreparadas é nisso que dá. Essa galera pode até ser boa de articulação, pode até ter bom discurso e tem dinheiro pra gastar, mas pra ser representante do povo não basta só isso. Esses citados estão mais perdidos do que cego em tiroteio.
    Na verdade não sabem nem quais são suas obrigações.
    Como é que o povo elege um fazendeiro??? Esse aí será que vai ter preocupação com os mais oprimidos, se ele mesmo é que oprime nas suas fazendas.
    Mas na hora de pedir o voto, deixa 50 reais na casa do cidadão humilde (necessitado) e acaba levando milhares de voto nessa política suja.
    Infelizmente é assim.
    Pobre povo de Bacabal, pobre povo do Maranhão que acaba padecendo.

  7. Quem fala pela Valéria é o marido dela Marco Aurélio. Ele fala tanto que já sendo apelidado na Assembléia de deputado 43…

  8. Vergonha maior ainda é obter acho que o 2° ou 3°(nao tenho certeza)mandato e nao ter dito uma palavra em todos esses anos,é o caso do deputado espancador e brigador o pitbu Carlos Filho,dele voçe nao fala né marco,lógico é do lado da branca né…

  9. Deça, esses aí entraram mudos e vão sair calados. O Leo vai falar do que, mesmo?
    Agora tá na hora de você fazer o povo falar.
    Sugestão:
    Abra a enquete nova:
    Quem foi pior prefeito(a) para São Luís, João Castelo ou Gardênia Gonçalves?

    Anacleto

  10. Esse Carlinhos Florencio ainda n’ao disse pra que veio s[o vem pra Bacabal pra comer churrasco e fazer festa na sua casa , mais se foi isso que o povo quis fazer o que ne!!!

  11. O eloqüente silencio dos poderosos atormenta os oprimidos. Ate esta data o vereador cassado de Paço do Lumiar, Alberico Jefferson, aquele que assinou contratos milionários para construção de Fóruns Eleitorais, continua apeado no poder e alardeia sem tenor que vai cumprir o mandato ate o fim. Mesmo tendo sido caçado por compra de votos, em todas as instâncias, ele se mantém no poder sustentado pelos favores que trocou com o TRE, NelmaSarney e Raumundo Cutrim, ate quando vamos amargar essa angustia de ter que conviver com essa afronta as leis, ao judiciário e ao povo Luminense? Sera que há justiça nesse estado, ou ela vai se calar diante dessa situação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *