6

O Ministério Público e o preço dos combustíveis…

Há algumas estranhezas no “chove-não-molha” protagozinado pelo Ministério Público em relação ao aumento de até 15%  no preço dos combusítveis nos últimos tempos em São Luís.

Além da relação conflituosa do assessor de imprensa de Fátima Travassos – ao mesmo tempo assessor do MP e do Sindicato dos Combustíveis, segundo denunciou Gilberto Léda – há suspeitas de que um dos promotores responsáveis pelo caso pertença a uma das famílias dona de postos, no Maranhão e no Piauí.

A coletiva convocada e desmarcada, hoje – qualquer que seja o motivo – é outro ponto de estranheza.

O MP não tem poder de determinar o recuo no preço, mas pode promover correções, por meio dos Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) ou mesmo com ações judiciais.

Se demora a agir, perde a função de fiscal da lei…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Você é um canalha mau caráter mesmo né. Depois de tentar macular a imagem do competente Tácito voce agora está tentando enxovalhar a imagem de promotores honestos e dígnos como os que estão conduzindo a investigação do aumento do preço dos combustíveis. Te organiza ovelha desses promotores tú não vai ver um tostão sequer.

    Resp.; Não me meça por você, canalha. O que mostrei do “competente Tácito” foi o conflito de interesses que ele está representando. Quanto aos “promotores dignos e honestos”, cadê o resultado das investigações? Canalhas como você é que são acostumados a atuar em troca de merreca.

  2. Marco Deça voce é um propineiro de marca maior, não tem moral pra criticar ninguém e a classe política sabe muito bem disso e o pior de tudo: o preço da tinta de tua caneta é equivalente ao preço de banana mole em fim de feira: Chiquinho Scorcio e Graça Paz que o digam.
    Te manca mané, e procura honrar teu nome pelo menos para que tua filha não se envergonhe seu propineiro.

    Resp.: Engraçado, por que o seu e-mail é o mesmo do Paulo Barbosa, que diz a mesma coisa? Tô começando a achar que não passam de seudônimos da mesma pessoa tentando me atacar por denunciar o que ela faz.

  3. Totalmente desmoralizado. É assim que se encontra o MP especialmente desde 2008. Antes dissso parece que havia uma unidade, e as mazelas ficavam encerradas nas paredes dos gabinetes. A imagem e o papel institucional eram mais importantes que qualquer coisa.
    Infelizmente Fatima Travassos não pensa assim. Com ela tudo é muito descarado. Ela mesma já é uma aberração ministerial. Não tem postura de autoridade, fala impropérios, não sabe escolher equipe, desrespeita a todos, não prima pela instituição. Tudo por lá tem sua foto, até prestação de contas! Abusada, ela vai do 0 (castigo para quem trabalha) a 10 (mimos com o dinheiro público para os amigos) de acordo com o seu humor! Ridículo mesmo. E ainda tem uma chefe de gabinete que é um misto de arremedo de promotora com capitão do mato.
    Para completar, está na incubadora uma secretária de diretoria com a bençao das duas. Já se sabe no que vai dar: lambança.

  4. Existe uma rede de postos chamada SP. O Ministério Público do Maranhão já pode mudar de ramo. Tem know how! O assessor de comunicação, Sr. Tácito Garros, é o mesmo do Sindicato dos Combustíveis e o promotor que cuida do caso é donos de postos. Resta saber qual o papel da procuradora geral nisso tudo. Se é que ela tem algum papel… Ah, sugiro um nome pra rede. Acho que pode ser uma coisa bem original. Que tal “MP”? É rir pra não chorar, minha gente!

  5. Marco, o imposto estadual pago para a circulação dos combustiveis ( ICMS) , é definido através de pauta.
    Não sei quanto é a pauta que se pratica hoje, mas o que sei é que SEMPRE o valor da pauta é maior que o valor comercializado nas bombas.
    No meu parco entendimento, acredito que, se o preço na bomba for até igual ao definido pela pauta, ninguem pode chiar.
    porque não se reduz o valor da pauta?
    Claro que os governos não vão reduzir , pois não interessa aos governos definir pautas mais justas pois o ICMS incidente sobre os combustíveis é a verdadeira mina de ouro que engorda as burras dos Governos Estaduais.

  6. MARCO DEÇA POR QUE TÚ NÃO CITOU O PICARETA, METIDO A JORNALISTA, QUE ESTÁ POR TRAZ DESSA PILANTRAGEM.NÃO SABIA QUE ESSE TÁSSITO GARROS, QUE EU ACHAVA COMPETENTE, SER UM PSEUDO JORNALISTA DE ALÚGUEL, E TRABALHAR LOGO PARA FÁTIMA TRAVASSOS E SIND. DOS PILANTRÕES DONOS DE POSTOS DE COMBUSTÍVEL DA CAPITAL. HOJE EXISTE UMA PICARETAGEM TOTAL NESSES POSTOS E A PROMOTORIA DO CONSUMIDOR NÃO DÁ NENHUM APERTO NESSES PSEUDO EMPRESÁRIOS – E OS VEREADORES DA CAPITAL NÃO DÃO NENHUMA MOÇÃO DE REPÚDIO A ESSES USURPADORES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *