6

Max Barros, Roberto Rocha e Fernando Filaho estreiam em pesquisa…

Max Barros passará a ser av aliado em pesquisas

A governadora Roseana Sarney (PMDB) já encomendou nova rodada de pesquisas sobre a sucessão do prefeito João Castelo (PSDB).

Nesta nova etapa, serão incluídos, pelo lado governista, o secretário de infra-estrutura, Max Barros (DEM) e o presidente da Antaq, Fernando Fialho (PMDB); e pelo oposicionista, o ex-deputado Roberto Rocha, que está trocando o PSDB pelo PSB.

O levantamento deve medir a tendência do eleitorado diante da intensa movimentação pré-eleitoral registrada na capital maranhense nas últimas semanas –  e também das atuais ações do prefeito, comparadas com o caos administrativo que ele vivia em abril.

Fialho também entrará no jogo

Na primeira rodada, o governo mediu a densidade eleitoral do prefeito João Castelo (PSDB) e dos adversários dos dois lados do espectro político.

João Alberto, Tadeu Palácio, Roberto Costa (todos do PMDB) e Isaias Pereirinha (PSL) foram os representantes da base aliada.

Flávio Dino (PCdoB), Edivaldo Júnior (PTC), Bira do Pindaré (PT) e Eliziane Gama (PPS) representaram a chamada opsoição de esquerda.

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. ESTÂO ESQUECENDO O Dr TADEU PALACIO, QUE A MEU VER FOI UM OTIMO GESTOR. NA SUA ADMINISTRAÇÃO TUDO FUNCIONAVA, OLHA QUE ANDO NOS QUATRO CANTOS DA CIDADE(SOU MOTORISTA DE TAXI),E VIA TURISTA QUE VINHA VISITAR A CIDADE NO TEMPO DA GESTÂO DO Dr TADEU, FICAR EMCANTADO COM A CIDADE E HOJE SO VEJO RECLAMAÇÂO.VIVA SÂO LUIS, VIVA TADEU PALACIO, PREFEITO TRABALHADOR QUE SÂO LUIS TEM MUITA SAUDADE E QUE EM BREVE VOLTARÁ

  2. Roberto Rocha vai ser recompensado por ter traido Jose reinaldo na eleiçao do senado e ter ajudado indiretamente na eição de João Alberto tendo em contra partida alguns milhoes e o apoio a prefeitura de São Luis de forma indireta no primeiro turno. um homem que não administra nem seus bens provenientes de herança e da invasão das terras do estado. MARCO CENTER (PMMA) podemos exemplificar a sua fazenda ao lado do frigorifico de Nelson Frota sediada em Igarape do Meio e a fazenda cintia em Estrito mas o importante é a vantagem.

  3. E o Pedro Fernandes??? Não aparece??? No ver ver, ele é um bom candidato.

  4. Marco,
    Nunca participei com entários a seu blog, mas neste caso manifesto minha opinião: Max Barros, conforme diz o leitor, muito se esforçou para acabar com essa coisa vergonhosa contra os ludovicenses, que é o pagamento de imposto por ocupação de terrenos supostamente da União. A verdade é que até hoje isso não acontece na prática. Ou seja, a Secretaria da Receita Federal faz de conta que o assunto não é com ela, e, pelo que sei, continua cobrando esse famigerado imposto. Mas isso deu muita densidade ao Max, não sei se o suficiente para obter um cacife capaz de catapultá-lo ao posto de prefeito.
    O FErnando Fialho, que nunca foi político (não me lembro), não tem tempo para fazer sua base eleitoral e tornar seu nome conhecido a ponto de dar-lhe cacife suficiente para entrar na disputa, apesar de protegido pelo sapientíssimo senador Sarney.
    O Roberto Rocha, já suspeito (de acordo com comentários em alguns blogs) de ter sido cooptado nos bastidores para melar a eleição de Zé Reinaldo ao Senado, nas eleições passadas, pode ser novamente uma peça no jogo de xadrez para inviabilizar a reeleição do Castelo (não creio que o morador de São Luís queira a permanência de Castelo na prefeitura).
    Roberto, pelo seu histórico de oposição (hoje em dúvida), parece ter mais densidade eleitoral na capital que Max e Fialho.
    Mas como em política o que é seguro hoje não mais é no dia seguinte, de nada se pode duvidar.
    Mas creio que o candidato do governo não seja nenhum desses três, até porque Roberto Rocha, se assumisse sua adesão ao governo Roseana Sarney, estaria fatalmente desmoralizado.
    Cordialmente,
    Lorenzo Vilhena

  5. Max Barros leva meu voto por ter acabado com aquela roubalheira chamada laudemio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *