1

Famem e Sedagro definem metas do programa de aquisição de alimentos…

Liderados por Juarez Lima, prefeitos debatem PPA com Conceição Andrade

A Federação dos Municípios do Maranhão (FAMEM), representada pelo prefeito de Icatu, Juarez Lima, prestigiou, na manhã desta segunda-feira, a reunião para início do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo do Estado em parceria com o Governo Federal e prefeituras.

Estiveram também presentes na sede da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agrário (SEDAGRO), no Palácio Henrique de La Roque, prefeitos e secretários dos 22 municípios já habilitados ao programa e, presidindo a mesa, a secretária da SEDAGRO, Conceição Andrade.

Outros 17 municípios que estão no convênio, mas ainda não estão habilitados ao programa são: Bequimão, Lago da Pedra, Lago do Junco, Timon, Penalva, Viana, Caxias, São Benedito do Rio Preto, Miranda do Norte, Pedro de Rosário, São Luís, Imperatriz, Palmerândia, Zé Doca, Amarante do Maranhão, Anajatuba e Cedral.

O programa apresentado nesta manhã tem como objetivo viabilizar a aquisição de produtos agropecuários produzidos por agricultores familiares que estejam enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF, com destinação ao atendimento das necessidades de suplementação alimentar e nutricionais das pessoas atendidas por programas sociais, instituições governamentais ou não governamentais integradas da rede socioassistencial. No Maranhão, fazem parte do convênio 39 municípios.

Para a efetividade do programa, Conceição Andrade considera a participação das prefeituras e, em especial da FAMEM na integração com os prefeitos para que o programa possa atuar com efetividade onde o trabalhador mora, comercializa a sua produção e onde está a sua rede social que irá receber o produto comprado pelo programa.

“Este é um programa que se não tiver a participação efetiva dos municípios não funciona, pois precisa trabalhar diretamente com o agricultor familiar através de uma articulação com a secretaria municipal de agricultura, assistência social e educação. Então, essa articulação da FAMEM é essencial, pois precisamos dessa integração com os prefeitos para com que possamos fazer com que efetivamente o programa atue.”, afirma a secretária.

O prefeito Juarez Lima reforça este apoio em nome do presidente da Federação, Júnior Marreca.

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Se colocado em prática e tudo funcionar minimamente esse programa contribuirá positivamente com a qualidade da merenda oferecida para as nossas crianças pela maioria dos gestores municipais, que oferecem tubaínas, refrigerantes, pipocas, biscoitos recheados e tantas outras porcaria que não alimenta e só contribui com o agravamento de problemas de saúde das crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *