9

Milhomem: “o juiz que nominou ‘PEC da Bengala’ não respeita nem a própria mãe”

Milhomem é responsável pela PEC da aposentadoria

O deputado Carlos Alberto Milhomem (DEM) fez um desabafo, hoje de manhã, após aprovação da PEC que aumenta de 70 para 75 anos o limite de idade para aposentadoria compulsória dos servidores públicos e dos membros do Judiciário.

Muitos não entenderam o projeto, que apenas dá opção de o servidor poder permanecer trabalhando, se tiver condições, mesmo após os 70 anos. Agora, o juiz que chamou a proposta de PEC da Bengala, não respeita o pai, os avós e nem a própria mãe – afirmou.

A PEC da Aposentadoria Compulsória foi apelidada de “PEC da Bengala” por membros da OAB-MA. O termo passou a ser usado também por membros da Associação dos Magistrados e até por desembargadores contrários à proposta, em artigos e matérias de jornais.

Na votação de hoje na Assembléia Legisaltiva – em primeiro turno – apenas os deptuados Rubens Pereira Júnior (PcdoB), Eliziane Gama (PPS) e Edivaldo Holanda (PTC) votaram contra a proposta.

O projeto volta à pauta na próxima semana…

 

Marco Aurélio D'Eça

9 Comments

  1. ESSE DEPUTADO BOBOCA NÃO ENTENDE MESMO NADA DE LEI, POIS NÃO CONHECE NEM A CONSTITUIÇÃO FEDERAL.
    ESSA PEC É UMA FRAUDE!
    NÃO PASSA NO CRIVO DO STF!! BOBÃO!!

  2. Isso é matéria Constitucional!!!!!!!!!!!!! Dêem uma Constituição de presente para esse senil Deputado.Só falta sair na imprensa do do sul que,só fala mal do Maranhão.Ainda,com esses “constituintes”..é f…..

  3. Marco, a ESMAGADORA maioria daqueles que estão aposentados na iniciativa privada ( pelo INSS) e gozam de bõa saúde, estão trabalhando. Tenho uma média empresa, e tenho dois funcionários ( c. carteira assinada) que estão aposentados pelo INSS (tempo de contribuição).
    E tem mais, na Vale, Camargo, Alumar e outras grandes empresas estão contratando pessoas com mais de 65 anos, e com bons salários.
    Agora, pegar aposentados e pendura-los nos cabides dos empregos públicos é putaria.
    Ao que me parece a idéia de Milhomem não é essa.

  4. Essa me lembra o intragável MAGNO BACELAR. O MILHOMEM é igual. O povo o aposentou quando não votou nele.Agora fala suas costumeiras besteiras. Pensei ate que ele não era mais deputado. UM pudim de banha de porco ou de alcool? De tudo uma certezea um trocha.

  5. Como os politicos POUCO TRABALHO : duas férias , recesso parlamentar , falta nas sessões , vão na assmbléia em apenas 01 turno , têm funcionário até para levantar da cadeira , comem do bom e do melhor e de graça , pois o Governo banca recebem MUITO BEM e mais as regalias , e quando faz algo a mais ganham muit bem por isso , meu amigo assim ele têm vitalidade para trablhar até morrer .Este Tata Milhomem não é um velho é um moleque , que não percebe a função dos funcionários na ralação nos hospitais , escolas , na rua contra bandidagem , nos presidios sofrendo pressão de presos , por isso que você não foi eleito diretamente está por pura manobra

  6. Esse deputado deve ter grande interesse nesse assunto, pois de acordo com a legilação federal e a Constituição Federal, ainda é de 70 anos a compulsória.
    O Maranhão quer mudar a CF e se antecipar a isso, o que é uma burrice… uma emenda vã, nula, inconstitucional.

  7. Esse cidadão que vcs chamam de dep. é na verdade um ancião sem trato. Um grande aposentado que já devia não estar mais ai. Aposentadoria pra ele é pouco deveria é arrumar um pijama e se mijar todo. Um gá gá.

  8. Amigo, a aprovação dessa pec da bengala, não é só isso, tem muitos interesses por trás da simples bondade da assembléia querer ajudar os velhinhos. Tem peixe graúdo querendo passar mais 5 anos mamando, mandando, fazendo esquemas grandes numa poderosa mamata que você mesmo sabe do que estou falando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *