5

Bia Venâncio vai disputar reeleição pelo PSD…

Bia agora é filiada ao PSD

A prefeita de Paço do Lumiar, Bia Venâncio, vai se filiar nesta sexta-feira ao Partido Social Democrata.

Ou, como diz o secretário-geral da legenda, Carlos Alberto Milhomem, “ela já está filiada”.

Candidata a reeleição, é pela nova legenda que Bia vai tentar buscar novo mandato.

Com a entrada no partido, ganha a força de dois deputados federais – Nice Lobão e Hélio Santos – cinco deputados estaduais e uma militância forte na Grande São Luís.

Eleita pelo PDT, a prefeita de Paço do Lumiar está sem partido desde 2010, quando deixou a legenda por não encontrar apoio contra as articulações dos adversários.

Agora terá estrutura partidária para o embate…

 

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Bia Venâncio nunca mais !!!!!!! Paço precisa de alguém como Professor Josemar e sua familiar que sempre trabalhou em prol da comunidade. JOSEMAR em 2012

  2. O PEN nascerá e agirá como um partido verdadeiramente Nacional

    Desde que nos unimos e decidimos fundar o Partido Ecológico Nacional (PEN), temos enfrentado muitas críticas, ataques, boatos, e notícias distorcidas. Entretanto, seguimos em frente, conscientes de que nossa decisão, acima de tudo, ajuda a revigorar os quadros políticos, a prática partidária e contribui para fortalecer a democracia.

    Sem espaço, sem voz nem vez em suas siglas, aliaram-se ao nosso projeto lideranças politicas convencidas de que é possível fazer política de maneira diversa da que aí está, como as protagonizadas por partidos afastados de suas raízes e seus programas, distanciados dos eleitores e, muita das vezes conduzidos por “donos” e caciques que se eternizam, isolam-se e se afastam do diálogo com suas militâncias.

    Assim, essa reação negativa por parte de alguns era esperada: em tempos recentes, nenhum outro partido surgiu com igual representatividade, e com lideranças políticas expressivas. O PEN incomoda porque não se apresenta como legenda de aluguel, incomoda porque foge dos velhos modelos. Surpresos pela possibilidade de perderem seus quadros, adversários passaram a nos atacar de maneira injuriosa e tentam até agora, por todos os meios, tornar inviável a consolidação do nosso partido.

    No dia 05 de junho de 2007, anunciado oficialmente o PEN, foi afirmado que o partido nascia independente, decidido a lutar pelo exercício da política ficha limpa. Deixamos claro desde o início a decisão de acolher e abrir espaço a lideranças, ouvi-las, respeitá-las, enfrentar e discutir divergências, como é característico da democracia.

    Ouviram de nós palavras sensatas, posicionamento inequívoco de um partido que se apresenta com a decisão madura de não fazer oposição pela oposição, de discutir com seriedade projetos, programas e ideias de interesse dos brasileiros.

    O PEN, logo terá seu registro no TSE atuara como um partido verdadeiramente nacional. Não por arregimentar lideranças políticas em todo o Brasil, mas pela decisão de ter uma visão e um projeto de País, discutido e amadurecido em cada Estado, num contato contínuo com a sociedade, com os eleitores.

    A disputa democrática de poder que se faz hoje, concentrada em véspera de eleição, é incompleta e insatisfatória, com peso excessivo de marketing e, muitas vezes, com ausência de compromissos reais com o eleitor. Vamos mudar essa prática, conscientes de que tal tarefa vai exigir disciplina, espírito de luta e perseverança. O caminho é longo, mas juntos chegaremos lá.

    Nesse momento, ao cumprir as exigências e os trâmites legais temos colaborado com a Justiça Eleitoral para que, por exemplo, sejam expurgadas ilicitudes que – independentemente da nossa vontade – possam ocorrer quando no Brasil inteiro, por intermédio de milhares de colaboradores, militantes e voluntários, colhermos assinaturas para que o PEN se torne viável no prazo exigido. Na sua formação, os demais partidos tiveram dificuldades e problemas semelhantes.

    Às provocações, aos insultos continuaremos respondendo com o nosso trabalho. Não nos tirarão do prumo nem esmorecerão nossa energia, nossas convicções e nossa decisão de abrir um espaço novo para lutar pelo Brasil em que acreditamos.

    Mário Felipe

    VICE-PRESIDENTE NACIONAL DO PEN

    Presidente Estadual do PEN/MA

  3. Cá pra nós: as articulações e eventos ligados à sucessão municipal acontecem, simultaneamente, em todo o estado; e em São Luis será aberta hoje às 18:00 h a Conferência do PC do B. Excelente termômetro para medir o grau da “febre Flávio Dino”.

    Bira do Pindaré aparenta sintomas de mudanças: já anunciou que não comparecerá à verificação de pulsação da “CANDIDATURA FLÁVIO DINO”.

    Marco Antonio Carvalho Diniz

  4. MEU CARO MARCOS, ESTA HISTORIA ESTA MAL CONTADA, POIS O QUE SABEMOS É QUE BIA FOI EXPULSA DO PDT POR TRAIÇÃO AO GRUPO DO FALECIDO JAKSON LAGO E AGORA NÃO ADIANTA MUDANÇAS PARTIDARIAS, O QUE ELA DEVERIA ESTA FAZENDO É GASTADO OS RECURSOS QUE RECEBE EM POLITICAS PUBLICAS PARA A NOSSA SOFRIDA POPULAÇÃO, COISA QUE NÃO ACONTECE AQUI, PORTANTO, ESTES VAMPIROS DESTA CIGLA NÃO IRÃO FAZER ESTA BURAQUEIRA A GANHAR ELEIÇÃO, O NOSSO POVO NÃO É BESTA. ESTAMOS DE OLHO. EM 2012, NÃO TEM PRA NINGUEM É PROFESSOR JOSEMAR 22 É NOTA 100.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *