7

E os mandantes???

Semn este na cadeia, o crimes podem continuar...

A polícia maranhense cumpriu o seu papel e elucidou com rapidêz o assassinato do empresário Marggion Launyere Ferreira Andrade.

Prendeu o ex-presidiário Alex Nascimento, que confessou ter sido o autor do disparo na nuca do empresário, pelo preço de R$ 12 mil.

Outros dois bandidos já estavam presos.

Mas ainda faltam dois. O primeiro é o vereador de Paço do Lumiar, Júnior do Mojó (PSDB), que foi o agenciador da morte, segundo os pistoleiros.

E falta o chefe da quadrilha, Elias Orlando Nunes Filho, que se disfarça de corretor de imóveis para comandar uma “organização criminosa”, como foi definido o grupo pelo secretário de Sefgurança, Aluísio Mendes.

Vereador de Paço também participou do crime

E é justamente por chefiar uma quadrilha que Elias é perigoso e deve estar na cadeia, mas parece ser beneficiário de complacência nos altos escalões da Justiça maranhense.

O criminoso já responde a vários crimes – formação de quadrilha, falsificação de documentos e fraude em cartórios, entre outros.

Mesmo assim, teve um Habeas Corpus concedido pelo Tribunal de Justiça menos de 24 horas depois de ter sido preso.

Agora, a polícia pediu a prisão preventiva de Elias.

Espera-se mais espírito público dos responsáveis pelo julgamento do caso.

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Caro Marcos, talves este blog não saíba que este vereador véio do Rio de Janeiro na condição de fugitivo, ao chegar no maranhão foi apadrinhado politicamente pelo então Dep. Cleber Verde, que o apoio para vereador de Paço do Lumiar.Será que o Dep. não conhecia a vida pregressa deste MELIANTE?

  2. Meu Amigo Marcos, o crime toma dimensão assustadora em nosso Estado. Aqui em Vargem Grande não é muito diferente e parece que algumas pessoas que chega ao poder pensa que pode tudo. Prenderam um cunhado do Vereador Abdias acusado de furtar uma moto, mas imediatamente foi liberado, menos de uma semana o mesmo cunhado do vereador torna a ser conduzido para a delegacia de polícia, desta vez em companhia de um sobrinho desse vereador ambos suspeitos de serem autores do incêndio na rádio e tv líder. Aqui Marcos ser amigo do prefeito está se tornando sinônimo de impunidade, pois os que já cometeram crimes tiveram advogados à disposição e alguns nem foram trancafiados. .

  3. Fica bem claro, pela inercia de um PODER,que a quadrilha não se limita ‘as pessoas já listadas pela policia. QUE É CEGA, TODO MUNDO JÁ SABE,mas para sua credibilidade, torna-se precioso a separãção do joio do trigo, senão, todos farão parte desse bolo. Bom Dia

  4. ABSURDO ! Um DEServico a sociedade e um incentivo a criminalidade a atitude dessa desmbargadora neste caso…

  5. O TJ/MA uma verdadeira farsa que infelizmente nunca terá um basta!

  6. Caro Marcos,
    A polícia deveria aproveitar a eficiência e tb elucidar o crime da morte do Biné (bar do Biné na Cohab). Esse crime envolve pistolagem, interesse na posse da área onde funcionava o Bar e etc…

  7. Agora ficou tudo em casa, pois o suplente de Junior do Mojo é o filho da prefeita Bia Venancio, Thiago Aroso que filiou-se recentemente ao PSD. Quero saber queal sera o posicionamento do presidente da Camara Alderico Campos, sera que vai manter esse bandido por lá?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *