27

Polícia-marginal…

A execução do homem que tentou fraudar uma compra de combustível é mais uma ação da polícia-bandida maranhense.

Foi execução por que os policiais não quiseram saber de diálogo – talvez até irritados pelo fato de o homem ter batido em uma de suas motos.

Nestes casos, eles não pensam duas vezes: matam!

Este blog não cansa de denunciar estes criminosos, que são muitos na estrutura das polícias – Civil e Militar – e usam a farda e o distintivo para cometer crimes.

É claro que há os bons policiais nas duas corporações. Infelizmente, os dados levam a crer que ainda são poucos.

Muitos querem mesmo é se utilizar da corporação para cometer crimes.

A ameça ao traficante do Morro Zé Bombom é um exemplo disto. Só outros marginais poderiam fazer isso. O troco dado ao policial civil, mês passado, na Cohama, é outro exemplo de acerto de contas.

Sem falar no delegado espancador, nos policiais que extorquiram um casal na Cidade Operária e muitos outros, Maranhão a dentro.

Aliás, há suspeita de que um dos agentes de trânsito flagrados recebendo propina há dois meses seja também policial militar exercendo dupla função.

Boa parte daqueles que são pagos para proteger o cidadão se utilizam disto para roubar, extorquir, chantagear, achacar, traficar, espancar e matar, sem escrúpulo algum.

Lamentável para o Maranhão…

Marco Aurélio D'Eça

27 Comments

  1. Vejo que esse Marco Aurélio é um blindado ou revoltado com a segurança pública, deve ter algum trauma e fica falando besteira.
    Na verdade todos vcs ficam dando moral para uma pessoa que não sabe ouvir ou debater. Apenas ficam esculhambado a todos.
    É brincadeira desse cara.

  2. resp.: Então é assim qeu funciona na PM? Represssão, ameaças, transferências por peseguição? É desta PM que eu estou falando no texto, meu caro. É desta PM… Ou seja, você só me dá razão.

    so meu caro q vc foge do debate com o metodo da maieutica conhece?? tu fazes uma pergunta no meio da resposta..ou seja sabe quem faz tudo isso a qual tu respondeste a tua governadora..os teus secretarios e tua imprensa q ganha para dar sustentabilidade a esse governo corrupto sou contra roseana ñ..votei nela mais e mais tenho a certeza q governo nenhum presta assim como essa imprensa comprada.;

    resp.; WQuem não presta, meu caro, são policiais como você, que usa da farda para agredir, ameaçar, rouba, mata… É este tipo de policial que ainda está impregnado na PM. Infelizmente.

  3. caro marco d’eça se esconder ñ e ser covarde sendo q diante de um governo tão repressor como esse q nos afugenta com salarios mediocres, condições precarias de serviço e mais apoiado pela midia mediocre de vossa senhoria e outras picuchas do palacio pra q?? para eu ser perseguido, transferido, levado a julgamento sumario..ora mau sabe vossa senhoria q vale mais um heroi vivo em combate do q morto e reprimido e vou continuar minha luta ou seja nossa luta da POLICIA MILITAR e dia 08 e paralisação para os herois q tem coragem, coragem ñ para se identificar para ti ou para teu governo q nada faz pela nossa classe e sim para a sociedade esclarecedora q usufrui dos nossos serviços e vamos juntos lutar..

    resp.: Então é assim qeu funciona na PM? Represssão, ameaças, transferências por peseguição? É desta PM que eu estou falando no texto, meu caro. É desta PM… Ou seja, você só me dá razão.

  4. Idiotices como esta nem merecem resposta. Perdem-se no vento..

    sabe o q se perde no vento e pessoas como vc..e o teu desgoverno e segura q dia 08 entraremos de greve se esse teu governo ñ der salarios dignos aos verdadeiros herois desse estado e ñ pessoas mediocres como vc e outros..responder q policia protege a sociedade q ta 24hrs na rua..????

    Resp.; Ah, então você é policial? Por que a covardia, “herói”? Por que não se identificou como “herói” quando fez o seu comentário anterior. Policial bandido é comum nas políciais. mas policial covarde…

  5. sabe porq tal blogueiro diz tanta barbaridade porq e da ala governista e tal governo reprimi a policia principalmente a militar e os bombeiros militar com salarios miseraveis, carga horaria desumana, por terem um estatuto q reprimi a greve mais pode esperar SOCIEDADE q tem o governo q merece e a POLICIA MILITAR vai parar e ñ e postagens tendenciosas de pessoas sem compromisso, sem etica e queria ver se fosse no caso dele se tal bandido tivesse o assaltado ou ate mesmo tivesse sequestrado alguem de sua familia e se algo acontece assim quem ele chama a policia militar q estar 24hrs pronto pra proteger a sociedade e pouco e valorizado e ainda tem pessoas q fica denegrindo a policia militar, tem policiais corruptos sim assim como tem pessoas do meio de comunicação q so faz o q seus patrões do governo manda..

    Resp.; Idiotices como esta nem merecem resposta. Perdem-se no vento.

  6. Marco te parabeniso pelos cometarios
    sou mestre de obras e conheci zé ribamar uma pessoa
    do bem sempre pronto para ajudar seus colegas com transporte com palavras o conheci quando fui convidado
    por uma ong para dar um curso para pedreiro e ele sempre
    estava disposto para ajudar nunca o vi bebendo era uma
    pessoa inteligente e bacana, e pela imagem que eu vi na
    tv ele foi executado dentro do carro é só ver as perfurações de bala na porta do seu carro.

    Resp.; Perfeito, amigo. Não há explicação alguma para a ação da M. Só a consciência-marginal justificaria tal ato.

  7. ” No caso do pedreiro, não há registro algum de que ele seja um criminoso”

    Ah, tá. No momento da abordagem o policial vai pedir os documentos do sujeito, e vai dizer. Espera aí que vou conferir no sistema se você é um bandido contumaz! Me poupe, você se contradiz o tempo todo.

    Resp.: Então você está dizendo que policial tem que tratar qualquer um como bandido já na abordagem? Só depois checa se é ou não? Cuidado, amigo, seus valroes estão invertidos.

  8. Marcos Deça sempre inconsequente nos seus artigos, será que algum dia vai aprender a promover um debate sem ser baixo? Não estou apoiando a PM, porém se eu fosse policial e desse voz de prisão a uma pessoa que está fugindo da polícia e ele esboçasse colocar a mão no cós, aí meu amigo, um abraço, pois eu tenho família, assim como os políciais também tem. Agora te pergunto uma coisa, para você é normal abastecer e fugir, bater em carro da polícia e colocar a vida de pedestres inocentes em risco? isso você não fala!

    Resp.: Feliz da sociedade maranhense que voc~e não seja policial. Eera só mais um no rol do título do post. Apenas isso, nada mais.

  9. O problema de VECÊ É QUE SÃO OBTUSOS?
    Será que NÓS NÃO É AGUDOS?
    Nas quebras de paragigmas, sempre sobram ou faltam letras.

    Resp.: O que não atrapalha em nada o entendimento do conceito…

  10. A nota abaixo é tua, o comentário é meu.
    Quem mudou?

    Para que prender???
    sáb, 24/09/11 por Marco D’Eça às 10:00h
    A morte do assassino e quadrilheiro Waldener Rodrigues Oliveira, o “Olhão”, em confronto com a polícia na madrugada de sexta-feira, foi procurada por ele mesmo.
    Assaltante, traficante, assassino e quadrilheiro, Olhão participou de duas mortes frias e covardes em menos de duas semanas, na região do Cohatrac.
    A população daquele bairro também está aliviada.
    Quem assistiu às cenas da execução covarde do vigilante do Supermercado Maciel teve a convicção de que há bandidos frios e incapazes de regeneração.
    Olhão é um deles.
    Culpado por várias mortes em São Luís, autor de assaltos, assassinatos e latrocínios, sempre conseguia liberdade após cada prisão efetuada pela polícia.
    Desde a morte do comerciante no mesmo Cohatrac, há duas semanas, a polícia voltou a tentar por as mãos nele.
    Mas para que prendê-lo???
    Polícia e Justiça
    Tags:Bandidagem, Crime e Castigo, Polícia
    22 comentários para “Para que prender???”
    1. o amigo da onça 24/09/2011 – 20:25
    O Honorável delegado (????) Luíz Moura já dizia : 90% das mortes de bandidos em “confronto” com a policia é queima de arquivo.
    Luis Moura já fez muito isso, lembra daquele assaltante e estuprador que morreu ao “reagir” dentro de um Toyota da PM, mesmo estando algemado?
    Na esmagadora maioria das vezes é bandido matando bandido,mesmo que uns ajam sob a tutela do Estado.
    Como dizia o velho Lúcio Flávio (o passageiro da agonia) :
    Policia é Policia, Bandido é Bandido, sejam eles vivos ou mortos.
    Resp.: Mas bandido, pra mim, é melhor morto. Pra você não

    Resp.: Ninguém mujdou. Aqui, estamos falando de um bandido. Ol~hão, assassino contumaz, marginal irrecuperável. No caso do pedreiro, não há registro algum de que ele seja um criminoso. A polícia agiu erradamente, atirou no cidadão e, para que ele não testemunhasse, o executou covardemente. Esta é a diferença, mue caro. O problema de você é que são obtusos – ou seja, uma coisa é sempre a mesma. Pessoas como eu – que fazem a diferença – vêem cada caso como um caso. Este é o diferencial – a queba constante de paradigmas. Só os que contam para a história são capazes de quebar paradigmas.

  11. Olá…Bom pelo que já pude ver, sao criticas e mais criticas as Policias em si…Bom nao irei comentar esse caso, até porque nao sei, nao vi, apenas li na imprensa o que houve…
    Bom nao vou defender a Policia em si, até porque como em qualquer profissao há bons e mal profissionais…Até mesmo no Jornalismo isso se comprova… Que a Polícia é despreparada isso todo mundo sabe…O que questiono é porque quando um médico que tem o dever moral de salvar vidas matar, ninguem diz nada…Ninguem vem a publico defender a vitima que morreu por um erro, negligencia que é oque mais acontece…Porque quando um edificio explode por falta de Controle tecnico, fica por assim mesmo…Mas quando a Polícia age errada ou certa, nao vou taxar aqui de certo ou errado porque nao sei o que houve, há vários querendo criticar…A única coisa que sei é que sou Policial sei do meu despreparo, realmente nao fui preparada, passei 3 meses dentro de uma academia, para aprender dentro da profissao, acontece que é facil criticar, mas coloquesse no lugar de várias policiais, nao é questao de despreparo vc pegar uma arma e atirar, pode ser várias outras questoes…Vamos la um policial ganha pouco, para defender a populaçao de bandidos, mas quem protege esse policial? Quem pelo menos chega e diz “é a policia agiu certo”, a gente ouve uma historia e sai, nao tem como se ouvir uma historia e saber quem é certo quem é errado, apenas saimos para a ocorrencia, mas como qualquer ser humano erramos, até chegando a tragedia, mas como dizem no meio policial “é melhor a mae dele chorar,do que a minha”…Nao defendo policial bandido, assim como nao defendo jornalista burro e sensacionalista, assim tambem como nao defendo politico ladrao e corrupto…O que devemos fazer é ficar a par do que realmente houve…do que aconteceu…antes de tecer comentários tao maliciosos e maldosas…

    resp.: Você está sendo medíocre e reducionista. A idéia de que “há bons e maus profissionais em qualquer profissão” é um debate “frase-feita”, “luga-comum”, medíocre, típico da consciência pequeno-burguesa imposta pela igreja católica, que castrava o debate para privar do conhecimento. E daí que haja bons e maus? Po conta disso se releva os maus? Tola a sua argumentação. A polícia maranhense é infestada de maus policiais. Ponto. Há os bons? Há, mas são em menor número. E se a maioria é que pevalece, então justificada está a generalização. Simples assim. Ganhar pouco não é motivo para corrupção, nem serve como influência para cometimento de crimes. E os que ganham poucos e se mantêm íntegros?
    O seu conselho serve para você mesmo: por que não esperar a apuração dos fatos – desde que estes fatos não sejam manipulados, como está sendo, pela polícia, segundo as primeiras investigações – “antes de tecer comentários tão maliciosos e maldosas”.
    Sua poostura é reducionista, minha cara. E reducionismo, também é burrice.

  12. Bom dia Marcos!

    Marcos, a sua indignação com os atos violentos praticados por maus policiais, que muito nos indigna e muitas vezes resulta em perdas e vidas é a indignação de todo cidadão honesto e que luta para se viver numa sociedade mais justa… eu comungo do seu sentimento, pois sou um ferrenho defensor da lei, da ordem, da moral, da ética e dos bons costumes, e todos aqueles que agem em desacordo com esses valores devem ser corrigidos na forma da lei. É o que eu penso e defendo como cidadão.
    Defendo que todos têm direito a um julgamento justo, assim como defendo que devemos ter uma polícia melhor preparada para lidar com situação embaraçosa como essa que resultou nessa trágica ocorrência, onde uma pessoa que não tinha ficha criminal perdeu a vida por não cumprir as normas, respeitar as leis e se submeter ao cumprimento do dever de todo cidadão, que é o de prestar as informações às autoridades.

    Se me permite, gostaria de aproveitar o Espaço e o momento para dizer ao leito que se identifica como “pedro” que não sou policial e muito menos tenho parentes que o sejam, no entanto tenho maior respeito e várias pessoas amigas que o são, em todos os níveis hierárquicos da corporação da Polícia Militar, Civil, PRF, PF, da Marinha,do Exército… Quanto à extorsão que o mesmo diz ter sido “vítima”, eu sugiro que ele faça uma reflexão sobre as suas práticas como cidadão, e as sua medidas de valores, pois não é correto o cidadão que não cumpre com as suas obrigação, e pelo que se pode depreender do seu relato, no momento da abordagem ele não cumpria com as suas obrigações, e por isso cometeu o pior de todos o crimes que uma pessoa pode cometer contra a sociedade, que é o crime de corrupção.
    Corrupção é uma praga que corrói valores e destrói a sociedade, e quem colabora com ela não tem o direito de reclamar da ação dos maus policiais, que corruptos deveriam ser identificados e punidos na forma da lei. Tenha certeza, que se fosse apanhado pela “polícia do Antonio Lima” serias preso e levado a uma delegacia para fichado e responder por crime de suborno.

    Resp.: Infelizmente, não vi esta indignação em você. Pelo contrário, vi preconceito contra um cidadão que, pode até ter cometido um ato ilícito, mas está longe de ser considerado um bandido, como você tentou fazer ver.
    A Lei, a Moral, a Ética, os Bons Costumes, são conceitos frios, que, olhados da forma engenssada como você vê, apenas criam dor, desespero e mais crimes do que deveriam impedir. Citados assim, como palavra-de-ordem, dão no mesmo que o conceito “Tadição, Família e Propriedade”, em que tudo tem que se adequar friamente, independente das questões emocionais.
    O pior de tudo é que “uma pessoa que não tinha ficha criminal perdeu a vida por não cumprir as normas, respeitar as leis e se submeter ao cumprimento do dever de todo cidadão, que é o de prestar as informações às autoridades”, como você mesmo diz, agora está sendo taxada de criminoso por você e pela polícia que a executou por falta de preparo e capacidade de raciocínio.

  13. Marco, esse Antonio lima, pelos termos que usa é sem sombrade dúvida, policial, quem sabe ate acostumado a assim agir, ele so precisa saber que em nosso ordenamento jurídico, não se contempla a pena de morte, portanto, policial que mata em situações como essa,nao é só despreparado, é criminoso, e deve responder pelo crime de de homicidio. OBS. Marco, pede ao comandante da pm para ele averiguar o posto de policiamento estalado ali na ponta da madeira, lugar de onde parte os feriboot, pois em cada chegada e partida dos fers, os policias param veiculo por veiculo, se o documento estiver em dia é liberado, caso contrario, aguarda-se um pouco um pouco com o veiculo retido e depois de algumas ameaças de seu veiculo será retido, e de acordo com a situação de seu documento, 50 ou 100 reais resolve. Já fui vitima dessa extorção varias vezes. Essa é a policia do Antonio lima.

  14. É SEMPRE ASSIM, A POLICIA TA CERTA, A MENTIRA DELES SEMPRE ACABA VIRANDO VERDADE.

  15. Calma Marco, ninguem ta concordando com execucação e pelo que foi informado pelos frentistas o rapaz era acostumado a fazer isso e os familiares informaram que ele estava tendo uns disturbios ultimamente e estava tomando remedios controlados ou coisa parecida segundo deu na rádio am, ninguem pode dar 100% de certeza como aconteceu a não ser a vitima que não pode mais se defender ou os policiais que teem interesse na sua versão. Agora quem sou eu pra discordar de voce que diz ter parentes nas duas policias e de forma pejorativa garante conhecer a ‘raça’, mas acho que isso não lhe dá o direito de achar que todos são iguais aos seus parentes….

    resp.: Respeite meus parentes seu vagabundo. O citei para mostrar que ainda existem gente boa na polícia., Elçes são exceções nesta polícia qorrupta que domina o Maranhão. E que, certaqmente, vagabundos como você fazem parte. Bandido!!!

  16. Meu Caro Marco Aurélio,

    Parabenizo pela indignação e ao mesmo tempo indigno-me pelos absurdos de algumas declarações a respeito desta situação. O que as pessoas devem saber que os ilicitos penais devem ser punidos e para isso eles estão estabelecidos no código penal. No entanto a sua indignação é simplesmente pelo fato de uma pessoa ter sido morta por Policiais o que na prática nada justifica tal ato. Aproveito a oportunidade e lhe peço que publique o nome desses policiais e ao mesmo tempo cobre das autoridades competentes um posicionamento a respeito deste assunto. Na prática nós sempre desejamos que os piores bandidos morram, porém neste caso nem os mais exigentes desejariam, tal infortuito a esta pessoa. E simplesmente por causa de R$ 10,00

  17. Marcos, eu disse que foi um exagero da sua parte, dizer que os policiais envolvidos na operação que resultou na morte de uma pessoa, que por um motivo que desconhecemos agiu de forma desastrada e criminosa, e não os policiais, que naquele momento agiram no estrito cumprimento do dever.
    Não pense você que eu aprove ou tão pouco aceite como “normal” as ações violentas do estado através das forças policiais contra os cidadãos de bem ou bandido da pior espécie, pois sou defensou do império da lei, e qualquer ação que fuja a esse princípio tem da minha parte total desprezo.
    Esse caso e tantos outro precisam passar por uma investigação criteriosa para que injustiças não sejam cometidas contra aqueles que lidam diariamente enfrentando a criminalidade, que como todos nós sabemos não exita eliminar as sua vítimas.
    Ah, quanto à questão da adjetivação, criminoso são todos aqueles que praticam atos ilícitos. E você certamente sabe disso, é claro!

    resp.: Criminoso é quem é condenado por cometer crime. A acusação de que aquele homem, sem antecednetes crminais registrados, pai de família, com histórico de comportamento social normal, cometeu um crime no posto, é dos policiais e dos frentistas, que precisariam povar na Justiça. E já há denúncias de que os PMs mudaram a cena do crime para trasnformar a vítima em vilão. Isso é comum na polícia, que acaba sendo considerada por que é a polícia. Mas eles t~em razão? É esta indignação que me move: tentar limpar a polícia dos vermes que a sujam. E, tudo indica, infelizmente, ainda é a maior parte. Eu mesmo já defendi aqui ações mais energética da polícia contra bandidos notadamente sem recuperação, como big-big e outros.O problema é a falta de equilíbrio da tropa, que age da mesma forma contra bandidos e cidadãos. Lamento que você insista em justificar atos criminosos como estes.

  18. é muito fácil para alguns jornalistas escrever sobre determinados assuntos quando é dos seus interesses, mais mais vejo é muito determinados jornalista elogiando determinados politicos que estão sendo acusados de corrupção, valeu deça

  19. Não concordo com sua visão, acho precipitada. Quem procura termina achando.

  20. Marcos, não posso me colocar no luga de criminosos e muito monos daqueles que agem em desacordo com as regra, dos que não cumprem as leis… Sabes por quê?
    Sou um cidadão cumpridor das regra e das leis, e para mim quem não se submete às regras tem que estar preparado para assumir os riscos, e não tem o direito de reclamar das consequências dos seus atos, e tem mais: defendo sempre aquele princípio que diz: “direito tem quem direito anda”.
    Sou totalmente contra qualquer tipo de violência, especialmente a praticado pelo estado, não pense você que sou favorável a certas ações desmedidas das nossas forças policiais e nem tão pouco que aceite como normal certas ações violentas, porém percebo que se agigantam as ações dos marginais contra o cidadão de bem e até mesmo contra o estado, e não se vê uma voz se levantar para combater esse tipo de coisa. Bandido tem que respeitar as instituições, o cidadão e as leis e quem assim não proceder deve ser tratado com o máximo rigor.
    Quanto ao disse sobre as testemunhas eu realmente não tenho elementos… mais diante ao desfecho fatídico do ocorrido eu prefiro acreditar no relato das vítimas e das autoridades, que no caso foi o depoimento dos que participaram da ação, tendo alguns até sofrido as consequências da ação do meliante. Se isso não serve, então…
    Ah, só por curiosidade: você perdeu um parente, um amigo, um conhecido em meio a essa ondo de violência que se instou entre nós? É difícil encontrar alguém que não tenha sofrido uma perda dessa natureza, eu mesmo, só nestes três últimos anos perdi umas quatro pessoas do meu ciclo de amizade para sanha de bandidos, que sem dó nem piedade executaram pais de família, trabalhadores e jovens estudantes que tinham um futuro brilhante pela frente.
    Para refletir um pouco sobre todo isso que estar acontecendo em nosso meio: “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons”. Martin Luther King

    resp.; É você quem está chamando o rapaz de criminoso. A versão é de quem? Da polícia? Pois pra mim foi a polícia quem c ometeu crime. E ponto final.

  21. VAMOS A DOIS PONTOS:
    PELO QUE FIQUEI SABENDO ELE TENTOU FUGA. NESSE CASO, VENDO QUE O MELIANTE ESTAVA DESARMADO E NÃO CONSEGUINDO PRENDÊ-LO, O PROCEDIMENTO SERIA ATIRAR NA PERNA, MAS PRECISAMENTE NO TORNOZELO PARA QUE AÍ SIM, O PRENDESSE, LEVASSSE PARA O HOSPITAL E DEPOIS ESTAR FORA DE ALGUM PERIGO, ATÉ A DELEGACIA PARA A AUTORIDADE POLICIAL TOMAR AS DEVIDAS PROVIDENCIAS. E NÃO MATÁ-LO COMO ALGUEM PERIGOSO A NÃO SER QUE: SACASSE DE ALGUMA ARMA, OU FIZESSE MENÇÃO COM ATITUDE DE COLOCAR EM RISCO A VIDA DOS POLICIAIS OU DA POPULAÇÃO LOCAL. AÍ JUSTIFICA-SE AÇÃO DURA DOS POLICIAIS. ESSE É UM PONTO.
    QUANTO AO OUTRO PONTO:
    O PROBLEMA NÃO ESTÁ NO VALOR DE $10,00 DO GOLPE APLICADO NO POSTO DE GASOLINA, MAS NA REPETIÇÃO DO CRIME DE ESTELIONATO, ART. 171/ CP ONDE DIZ: “OBTER PARA SI OU PARA OUTRO, VANTAGEM ILÍCITA, EM PREJUÍZO ALHEIO, INDUZINDO OU MANTENDO ALGUÉM EM ERRO, MEDIANTE ARTIFÍCIO, ARDIL OU QUALQUER OUTRO MEIO FRAUDULENTO.”
    ENTÃO NÃO HÁ QUE SE FALAR EM COMOÇÃO SOCIAL OU CRIME DE UM “LADRÃO DE GALINHA” POIS HÁ A PRÁTICA CONTINUADA, DESCARACTERIZANDO A NECESSIDADE SOCIAL OU COISA QUE O VALHA.

  22. Atitude louvável,jornalista, num país e estado onde todo tipo de injustiça e barbaridade acaba por tornar-se “natural”, ou insignificante.
    Esses crápulas travestidos de “autoridade”, em sua maioria, não têm formação nenhuma para ocuparem uma função pública que requer conhecimento,preparo e respeito ao público e à coisa pública.São uns bandidos institucionalizados que acham que estão acima da lei, que,diga-se de passagem, sequer conhecem.
    Conte com a minha indignação e difusão destes casos que, tomara, tornem-se emblemáticos nestes casos de abuso de profissionais desqualificados.

  23. O exemplo vem de dentro da caserna, quando um oficial superior, Coronel Ivaldo, vai a uma emisora de radio local mandar policiais faltarem seus serviços, mandar policiais praticarem todo tipo de indisciplina e garantir a eles que não serão punidos, só podía dá no que esta acontecendo hoje. A pergunta que faço a esse coronel: Vc diz que se for para ficar preso pelo bem da PM, o Sr. E os soldadinhos que perderem seus empregos, qual o sacrificio o Sr.vai fazer por eles ou para as familias deles.

  24. Marcos, coloque-se no lugar do dono do estabelecimento onde, segundo dizem esse o sujeito já praticou o ato criminoso por diversas vezes, coloque-se no lugar dos policiais que no legítimo exercício do dever foram atropelados pelo criminoso em fuga, coloque-se no lugar do dono do carro batido pelo criminoso no ato da fuga e especialmente no lugar do policial que executou o tiro, que segundo seus colegas de fardas e as testemunhas afirmam ter o criminoso não atendido à voz de prisão e ainda ter esboçado um gesto de sacar um arma…
    É certo que a polícia tem a obrigação de proteger vida do cidadão, e até aqueles que cometem crimes monstruosos contra a sociedade, mais daí chamar de bandido os policiais que agiam no estrito cumprimento do dever, eu acredito ser um pouco exagerado e se comente uma injustiça contra aqueles que lidam no dia a dia combatendo a criminalidade, que só tem aumentado nos últimos tempos.
    Aqueles que não cumprem as regras são sabedores dos riscos que correm, e não podem ser vistos como vítimas por sofrerem as consequências dos seus atos, por não se sujeitarem às normas, e não se submete à ordem, e muito menos quem executa o cumprimento da ação pode ser chamado de bandido, como nesse caso, pois os policiais agiaram no estrito cumprimento do dever.

    Resp.: Que tal vocêe se colocar no lugar do que chama de “criminoso” ao ser abordado por bandidos de farda? Faça isso isso e terá a resposta para seu comentário, lindo na teoria distante, mas vazio quando posto no dia-dia da prática.
    Que testemunhas ouviam ospoliciais darem voz de prisão? Dê o nome deles aqui! Quem teve a capacidade, em um mome3nto de pânico, perceber que o cara fez mençãod esacar armas? Quem foi este super-herói, dê o nome aqui? Esta versão foii dada pelos policiais, meu caro. A mesma versão dada por policiais que levaram um cara espancado à delegacia e o aaucsaramd e ter agredido um policial. Pode? Se você acha certo, d~e pelo menos um sorisso debochado para um policial e verá o que acontece. E posso lhe garantir: tenho muitos parentes e amigos na PM e na Polícia Civil. E garanto: conheço a raça…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *