4

PSTU pode ter novos nomes na sucessão municipal…

 

Membros do PSTU reunidos em São Luís

Marcado pelos nomes dos sindicalistas Marcos Silva e Luíz Noleto, que dividem as candidaturas majoritárias do partido desde o início da década de 90, o PSTU pode ter cara nova nas eleições municipais de 2012.

Atual presidente da legenda, Elói Natan pode figurar como candidato a prefeito.

Outras opções seriam os cristãos-novos Paulo Rios e Saulo Arcangelli, que chegaram após deixarem o PSOL, na esteira da apropriação da legenda pelo grupo do ex-vereador Haroldo Sabóia.

O próprio Marcos Silva tem manifestado o desejo de não mais envergar a candidatura trabalhadora-unificada. Influente no movimeto sindical da Assembléia Legislativa, Luiz Noleto também não parece interessado na disputa.

Mesmo se nenhuma destas alternativas não se interessar pela missão, não será difícil para o PSTU encontrar um candidato que represente a legenda.

Afinal, são apenas cerca de 200 filiados no estado inteiro…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Paulo Rios não passa de um ” caga-raiva” que só cansa quem o escuta e o Saulo Arcângelli, de quem esperava algo melhor, na boa tradição do madeirame, me decepcionou na incursão eleitor que al que fez, pois atacar, atacar e… atacar, não é bem só o que o povo quer assistir no horário eleitoral.

  2. O PSTU pode até mudar os nomes dos candidatos, o que não pode mudar são os ilários gritos de guerra:

    “Eu acredito é na rapazeada….” e ” Só a luta muda a vida!”

    Isso deixa o momento político um pouco mais divertido. KKK

  3. Poucos e atuantes, diga-se de passagem.

    O partidos de direita ficam bestificados como a qualidade dos militantes fazem a diferença frente ao poder economico da burguesia.

    Resp.: É, você tem razão! A militância do PSTU tem, realmente, feito a diferença no Maranhão e no Brasil. A gente percebe claramente. Não fosse eles, imagina como não estaria…

  4. O que importa saber notícias do PSTU?

    resp.: Ah, não importa?! Eles são tão insignificantes assim?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *