5

Acaba a “greve” da PM…

Arnaldo Melo comanda negociações com PMs

Os policiais militares foram convencidos pelo presidente da Assembléia, Arnaldo Melo (PMDB), e pelo líder do governo,  Manoel Ribeiro (PTB), e decidiram supender a “vigília” que faziam na Assembléia Legislativa.

A princípio alterados – sobretudo os líderes dos praças – os policiais arrefeceram os ânimos à medida que Arnaldo Melo mostrava autoridade para resolver o problema.

Ribeiro, por sua vez, garantiu que vai brigar pelas suas reivindicações. E se não conseguir, em duas semanas, estará com eles no movimento.

Com postura firme, Ribeiro cobrou dos militares que devolvessem as viaturas aos quartéis, uma vez tratar-se de equipamento público.

Em seguida, tratando diretamente com o coronel Ivaldo, pediu o prazo de duas semanas para conversar com o governo sobre a adequação dos vencimentos da categoria à dos policiais civis.

A negociação entre deputados e policiais evitou uma crise entre Polícia e Polícia. O Batalhão de Choque já estava a postos na Assembléia, para defender o patrimônio público.

Mas o movimento dos PMs e Bombeiros foi pacífico e ordeiro, como deve ser…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. ISSO É QUE É INCOMPETENCIA DA NOSSA SEGURANÇA, DEIXAR QUE ESSES IRRESPONSÁVEIS CELS INALDO E MELO,SENDO QUE O PRIMEIRO COMETEU AS MAIORES IRREGULARIDADES COM AS VERBAS DA CAIXA DE ASSISTENCIA DA PM E ESSE BALAIÃO CEL MELO QUE É TIDO PELA TROPA COMO UM PERTUBADÃO, ESTÁ À FRENTE DE UM MOVIMENTO QUE DEIXOU A POPULAÇÃO DE SÃO SÃO LUIS À MERCÊ DA BANDIDAGEM.
    CABE AGORA UMA MEDIDA PUNITIVA A ESSES FALSOS LÍDERES,POIS NESSA ATITUDE DESMEDIDA,ONDE ATÉ AS VIATURAS FORAM RETIRADAS DO SERVIÇO PARA ESTAR A SERVIÇO DE ATOS ILEGAIS COMETIDO PELA TROPA QUE DEVBERIA TER DADO EXEMPLO DE NEGOCIAÇÃO E TEREM FORMADO UMA COMITIVA PARA UM DIÁLOGO COM A PRESIDENCIA DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, QUE SE MOSTROU RECEPTIVA ÀS REIVINDICAÇÕES DOS POLICIAIS.

    DR. ARNALDO MELO SE COMPORTOU DE FORMA EQUILIBRADA
    AO PROMETER UMA RESPOSTA NEGOCIADA ÀS REIVINDICAÇÕES DOS PMS, MAS NÃO PODE INTERFERIR NAS DEVIDAS PUNIÇÕES QUE OS INCITADORES DO MOVIMENTO PROTAGONIZARAM.

    E AGORA DR. ALUIZIO MENDES E CEL FRANKLIM VCS NÃO VÃO DAR UMA RESPOSTA A ESSES CELS QUE QUEBRARAM OS PRINCÍPIOS DA UNIDADE DE COMANDO, UNIDADE DE DIREÇÃO E DA HIERARQUIA.

    CONTUDO ACHO QUE A REIVINDICAÇÃO SALARIAL DOS POLICIAIS TEM LEGITIMIDADE, DESDE QUE DENTRO DOS PARÂMETROS DA LIVRE NEGOCIAÇÃO COM O GOVERNO,SEM TER QUE RECORRER A ESSE TIPO DE AFRONTA AO ESTADO DE DIREITO E ÁO REGIMENTO POLICIAL MILITAR.

  2. Realmente tu és altamente parcial e tentencioso…nunca policiais militares entrariam em confronto com policiais militares,procure informar as pessoas das verdadeiras intenções dos policiais…e tudo isso por causa de um governo que até agora ainda não mostrou a que veio e pouco se importa com a segurnaça de nosso estado…o movimento foi pacífico ordeiro e dentro daquilo que se esperava de profissionais que diuturnamente estão nas ruas para garantir a segurança da população…parabéns a todos os policiais militares do Maranhão…o estado democrático de direito agardece…FORÇA E HONRA!

  3. Orienta teu colega Décio Sá para que ele tenha um posicionamento igual ao seu, imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *