27

Assim já é deboche…

Militares desrespeitam a bandeira, amarrando redes em seus mastros

Os policiais militares extrapolaram todos os limites do bom-senso em seu acampamento na Assembléia Legislativa.

As imagens que ilustram estes textos – publicadas originalmente por Matias Marinho e Gilberto Léda – mostram o desrespeito e a falta de valor que os militares dão a símbolos que lhe deveriam ser caros.

Desde ontem, eles agridem a própria imagem da PM com atitudes que nada têm a ver com a greve, que deveria ser levada em clima de serenidade e respeito.

Primeiro, armaram redes nos mastros em frente ao prédio da Assembléia, uma agressão ao principal alvo de respeito na vida militar: a bandeira brasileira.

Como se vê na imagem, a bandeira do Maranhão está a meio-mastro, outra agressão à liturgia institucional, já que não têm autoridade para manipulá-la.

Pela manhã, deixaram indevidamente a bandeira maranhense a meio-mastro

Pior: com a complacência letárgica do comando da Assembléia Legislativa.

Na Assembléia, nenhum cidadão pode entrar se estiver trajando bermudas. Militares circulavam hoje pela manhã – inclusive na área interna da Casa – de bermudas, chinelos e até camisetas.

Na Assembléia, também é proibida a entrada de carros de som. Os seguranças da casa, é bom que se diga, ainda tentaram impedir a circulação deste tipo de carro, mas foram ameaçados pelos grevistas.

Outra demonstração de falta de autoridade do comando da Assembléia.

O hall da Assembléia se transformou em palco para partidas de damas e dominó; bancos e cadeiras são usados como camas e palanques.

Para tentar amenizar a situação, a única ação do comando da Casa foi evacuar o prédio… mas da presença dos funcionários – como se os grevistas precisassem ficar mais à vontade. 

E assim segue o movimento paredista dos bombeiros e policiais militares.

Que eles mesmos vão transformando em deboche…

 

Marco Aurélio D'Eça

27 Comments

  1. Faço minhas as palavras do amigo Roberto Carlos

    Caro Blogueiro,

    1. Bagunçar é obrigar o policial a trabalhar mais que 44 horas por semana;
    2. Bagunçar é não dar diárias ao policial quando ele tem direito;
    3. Bagunçar é não ter um efetivo mínimo de 250 policiais por habitante conforme o recomendado pelas Nações Unidas e com isso “sugar” o agente até o extremo;
    4. Bagunçar é obrigar o policial a dirigir viatura sem IPVA pago e sem ter curso de direção defensiva, com pneus carecas, sem estepe (a lista é grande) e etc;
    5. Bagunçar é desprezar uma determinação do Supremo Tribunal Federal e na 4ª Vara da fazenda pública quando obrigou o Estado a implantar o subsídio dos policiais militares de acordo com o escalonamento vertical;
    6. Bagunçar é não resjustar o salários dos servidores desde 2009, acarretando uma diminuição sistemática do valor de compra;
    7. Bagunçar é dizer que negociava com a classe desde o princípio. Na verdade o secretário agente da polícia federal Aluísio somemte enrolou todo o tempo, e o secretário biônico Gondim, nunca aparecia. Enfim, destrataram sempre as representações dos policiais e suas famílias;
    8. Bagunçar é não dar o adicional noturno aos policiais e etc.
    Isso que é bagunçar com uma classe e suas famílias por entender que esta não pode reinvindicar suas melhorias por conta de uma Lei arcaica e covarde. Fingi-se que estamos num País democrático e de direito e perseguem, punem, transferem policiais usando o manto desse bendito regulamento com covardia. Os tempos estão mudando caro blogueiro, e vc será testemunha disso. Isso que vc menciona sobre bagunça é fichinha perto do que acabo de escrever. Reflita sobre isso blogueiro e seja mais imparcial e justo. Força e honra. Hasta la vista!

    Responda essa agora blogueiro

  2. Caro blogueiro, a greve pode a ter um fundo politico, mas a tropa estar insatisfeita com o governo do Estado a muito tempo, negociamos a governadora duvidou dos militares, ta ai a resposta, A FORÇA NACIONAL E O EXERCITO, não vão aguentar muito tempo, o Maranhão vai sofrer intervenção federam, ela ta dando um tiro no pe.

  3. Impressionante a analise que você faz das greves. Da mesma forma tratou a greve dos professores,sempre relacionando a PCdoB e tal, desqualificando os movimentos a partir de ituaçoes isoladas e sequer analisa as reivindicaçoes da catwegoria. Talvez porque nunca tenha tido um emprego de verdades, nunca passou em nem um concurso público e muito menos pertence a uma categoria de profissionais. Aprendeu a sobreviver bajulando esse governo. Justo para você, mas e para a sociedade maranhense?

  4. Marcos Pereira vc fala de gente civilizada e com educação né? Isso quem sabe num futuro bem distante teremos isso no Brasil. Agora me responde uma coisa, como um pai de família vai proporcionar isso a um filho recebendo 2 mil reais por mês, não tendo a mínima qualidade de vida? Em que mundo vc vive? Vc comenta sem pensar, fala por falar. Assim como vc deve ter muitos quem comentam aqui, por isso nem dou muito crédito…

  5. Tem que expulsar esses baderneiros que não fazem nada,Cadeia neles… a população precisa de pessoas civilizadas que querem trabalhar e que honre sua bandeira.

  6. Governar é pagar bons salários a todos os funcionários e tratar a população maranhese, sofrida e desprotegida, com muito amor e carinho.
    Acorda Governadora Roseana Sarney.

  7. Deboche???????? ah blogueiro DEBOCHE é o que essa familia faz a anos com o Maranhão.Sei que vc nao pode ser imparcial depende desse emprego ne, mais estamos aqui para discordar. Abraços da PM

  8. Concordo plenamente com o blogueiro e com o Luís Alberto que escreveu anteriormente. Para mim esse movimento não passa de uma corja de baderneiros, corruptos, propineiros… Reclamar de salário quando na verdade recebem um dos melhores salários do Brasil é brincadeira! É brincar com a inteligência dos outros…SE eles querem ganhar R$10.000,R$15.000,00, R$20.000,00 eles deviam ter estudado mais, serem melhor qualificados e passarem num concurso pra ser um juiz Federal, Delegado da Polícia Federal entre outros…O interessante é que eles reclamam de salário , mais quando a gente passa na frente da Assembleia Legislativa a gente observa centenas de carros estacionados, só carros novos, carros de luxo….O governo do Estado deveria agir de forma enérgica, bater de frente e colocar essa “cambada” de baderneiros no lugar que eles merecem que é na CADEIA.

  9. Policial agindo como bandido deve ser tratado como bandido. Cadeia nesses picaretas.

  10. Bagunçar é o que a sua Governadora Roseana Sarney, faz no interior do palácio dos leões, que é jogar baralho com amigos;
    Bagunçar é o que sua Governadora, então Senadora fez, que levou amigos pifeiros para jogar baralho em Brasília, com recurso do Senado Federal.
    DE VOLTA AO BARALHO!

  11. esses pm caga até na bandeira.não respeitam ningem imagina a bandeira nacional . briosa kkkkkkkkk

  12. Rapaz, eu me contenho pra não cair na gargalhada. Que blogzinho de meia-tigela!!

  13. Marco,
    Você noticiou sobre a PEC da Bengala, é óbvio, mas não se posicionou de forma tão incisiva quanto a greve da PM e um assunto tão bobo quanto desta postagem, isso que quis dizer.

    resp.: Leia os meus textos sobre o tema antes de falar o que não sabe. Vá lá, meu filho. Leia…

  14. La no rio grande do sul se ganha muito melhor do que aqui 1450,00

    resp.: Como assim? Por este valor, aqui seria R$ 700,00 maior.

  15. Não tiro tua razão jornalistazinho, tem que defender realmente com unhas e dentes a tua patroa pois nem pensar em contraria-la, pois perde o emprego, juntamente com essa cambada(andre martins, decio, gilberto lima e outros), que pelos comentários não tem opinião propria, tem que le o script. do chefe ou rua.

    resp.: Tsc, tsc, tsc, tsc, tsc… (com cara de enfado)

  16. Opa!
    Pelo visto o nobre jornalista não leu atentamente o comentário que cita uma obra de Thomas Hobbes.

    Tentando ser objetivo: a insubordinação da PM maranhense não implica dizer que o Estado deixe de exsitir e de ter forças para atuar de modo enérgico caso seja encessário o exército sairá às ruas e aplicará a força em nome de uma coisa chamada de Estado.

  17. concordo com CB SILVA, fatos isolados não podem se tornar a tônica do momento, principalmente com o intuito de desorientar o leitor mais descuidado. Infelizmente existem pessoas que ainda entram no ‘auê” desse tipo de reportagem e ainda falam bobagens. Triste demais!!!

    Resp.: Triste é que os “casos isolados” continuem a pipocar por todos os lados e vocês insistam em tratar como “caso isolado”.

  18. imagine o senhor d palavras favoraveis ao seu entender e meramente nao houve por sua parte vontade emocional a nao ser se submeter a escrever um texto q futuramente sera lembrado em algum momento da sua convicçao. Vc pra defender ou reinvindica algo teria coragem de escrever num papel tudo que até hoje ja conquistou, seja honesto companheiro, humilde e nao precisa humilhar as pessoas q com certeza nao estao pedindo o seu julgamento. Obg sr. Marcos

    Resp.: Sinceramente: o que diabos você quis dizer???

  19. Infelizmente em toda classe ou em qualquer lugar existe aqueles que fogem dos verdadeiros princípios que se reivindica. Também não concordo com esse tipo de atitude isolada de alguns que fazem parte de nossa classe. Mais se formos colocar os acontecimentos na balança, temos que admitir que estamos procedendo dentro de uma ótica de ordem e disciplina, como estamos fazendo desde o início das negociações. Agora nada mais justo do que vocês do lado da Governadora usarem este episodio como foco principal do nosso movimento. Tenha paciência!

  20. BANDO DE VAGABUNDOS FARDADOS ESSES POLICIAIS CORRUPTOS, ASSASSINOS FARDADOS GANHAM BEM PARA NÃO FAZER NADA CADEIA NESSA CORJA DE LADROES FARDADOS.

  21. Não seja besta, caro comentarista.
    O Estado só existe porque é composto por pessoas organizadas em territórios geográficos. A força policial é um componente do Estado criado com a prerrogativa de usar a força quando necessário. No caso em questão o Estado dispõe de mecanismos que, legalmente, podem usar a força para fazer valer os interesses da sociedade. Ou por acaso o exército não serve pra nada?

    Resp.: Ué! De novo? Agora com outro nome? Que medo é este, meu caro???

  22. Seu moralismo está tão afiado jornalista. Vc acha que todos deveria estar vestidos de terno e gravata durante a greve; ficar olhando uns pra caras do outros, pra fazer o tempo passar. Para as verdadeiras imoralidades daquela casa vc não dá um piu. Não vi, em nenhum momento, o seu posicionamento contrário a PEC da Bengala que estuprou a Constituição Federal. Você é que parece está debochando da inteligência de seu leitor.

    resp.; Você pelo menos lê blog, meu caro? Aliás, pelo menos lê jornal? Fale do que voc~e vive, apenas. Não tentes falar do que não sabes.

  23. Caro Blogueiro,

    1. Bagunçar é obrigar o policial a trabalhar mais que 44 horas por semana;
    2. Bagunçar é não dar diárias ao policial quando ele tem direito;
    3. Bagunçar é não ter um efetivo mínimo de 250 policiais por habitante conforme o recomendado pelas Nações Unidas e com isso “sugar” o agente até o extremo;
    4. Bagunçar é obrigar o policial a dirigir viatura sem IPVA pago e sem ter curso de direção defensiva, com pneus carecas, sem estepe (a lista é grande) e etc;
    5. Bagunçar é desprezar uma determinação do Supremo Tribunal Federal e na 4ª Vara da fazenda pública quando obrigou o Estado a implantar o subsídio dos policiais militares de acordo com o escalonamento vertical;
    6. Bagunçar é não resjustar o salários dos servidores desde 2009, acarretando uma diminuição sistemática do valor de compra;
    7. Bagunçar é dizer que negociava com a classe desde o princípio. Na verdade o secretário agente da polícia federal Aluísio somemte enrolou todo o tempo, e o secretário biônico Gondim, nunca aparecia. Enfim, destrataram sempre as representações dos policiais e suas famílias;
    8. Bagunçar é não dar o adicional noturno aos policiais e etc.
    Isso que é bagunçar com uma classe e suas famílias por entender que esta não pode reinvindicar suas melhorias por conta de uma Lei arcaica e covarde. Fingi-se que estamos num País democrático e de direito e perseguem, punem, transferem policiais usando o manto desse bendito regulamento com covardia. Os tempos estão mudando caro blogueiro, e vc será testemunha disso. Isso que vc menciona sobre bagunça é fichinha perto do que acabo de escrever. Reflita sobre isso blogueiro e seja mais imparcial e justo. Força e honra. Hasta la vista!

  24. Caro Marco,

    Parabéns pela colocação, por sinal muito coerente cabendo com perfeição a nossa triste realidadeatual.

    Um abraço

  25. Caro jornalista, tenha cuidado com o que vc fala, esse palahaço que decretou ilegalidade na greve, juntamente com vc deve levar umas borrachadas bem dadas não vai faltar oportunidade, espere e sinta o drama.

    Resp.: Será que você fala tudo isso sozinho e desarmado ou só em bando armado?

  26. Não seja besta caro colega. O Estado só tem força pra fazer acontecer alguma coisa porque existe a força policial. Só que eles estão em greve, ai tudo pode acontecer. Não há autoridade que se firme, pois só na palavra, no gogo, as coisas não acontecem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *