21

Cúpula da Segurança perdeu as condições de continuar…

Comando da Segurança demonstrou fraqueza desde o início

Se o Governo do Estado tem alguma reação ao movimento de greve dos policiais e bombeiros militares, ela deve ser tomada imediatamente, sob pena de se tornar inócua diante do caos que pode se abater na sociedade.

Seja ela uma medida de força ou de negociação, não pode ser marcada pela claudicância.

Mas o governo também não pode mais ter à frente da Segurança os atuais dirigentes. Eles perderam as condições de seguir à frente do sistema – do secretário de Segurança ao comandante do Policiamento Metropolitano; do comandante da PM ao comandante dos Bombeiros.

Aliás, todos eles deveriam mesmo pedir para sair, uma forma de oxigenar a Segurança Pública e garantir o moral da tropa após o incidente que ora se vive.

Quanto à greve, a ação do governo deve ser imediata.

Se for para prender os manifestantes, que faça logo. Se for para negociar reajuste salarial nas bases que entende justa para ambas as partes, que faça logo tambén.

O risco de uma onda de criminalidade é iminente e a Força Nacional, por maior boa vontade que possa ter, não está preparada para ações urbanas como as vividas no dia-dia das grandes cidades.

Esta é a situação em que está a sociedade.

E os responsáveis estão de um lado e de outro…

Marco Aurélio D'Eça

21 Comments

  1. D’EÇA, Apesar de achar teu Blog parcial pela inegável ligação que tem com os Sarney, vc tem razão em algumas coisas, entretanto, sugerir ao governo negociar ou prender manifestantes nem que seja na porrada não é o papel de um jornalista.Imagine que aqueles pais de família que alí estão agora com suas mulheres e crianças não se rendam? Passa pela sua cabeça que eles não estejam alí armados? Essa é a melhor solução realmente? Atitudes como o bloqueio da rodovia em Imperatriz ou armar a rede entre os mastros realmente mancham a imagem do movimento, mas gostaria que você fosse menos parcial em suas colocações, porque não aponta a intransigência do governo? Muitos dos idiotas que estão colocando comentários contra o movimento não têm a real idéia do que vimos enfrentando.sabe quantas reuniões foram marcadas com o sec. de planejamento e o de segurança e eles não foram demonstrando o seu desprezo pela Instituição Militar? Quantos reajustes a polícia civil e outros setores do estado tiveram sem que a PM fosse contemplada e mesmo assim ela ordeiramente calou? Amigos meus delegados receberam uma indenização do estado através do famigerado ex-secretário Cutrim em valores que varaiaram de 50 a 180 mil reais em 2002 e o governo nunca efetivou o escalonamento vertical ganho em justiça, essa justiça que só obedece aos mandos de sarney. Policiais civis ganham indenização de alimentação de 280,00 e PMs ficaram com apenas R$ 130,00. É essa mesma que o cretino do agente-secretário fala que foi um reajuste de 180%, o que é mentira, pois apenas subiu para 250 reais, ainda menos que a pol. civil. na reunião que deflagrou a greve fez uma proposta cínica para os líderes de associação, tudo isso mostrando como trata a briosa corporação.Sua péssima acessoria ao governo não lhe permitiu informar a governadora do barril que estava para estoura, incompetente como é bem sabido entre os próprios federais companheiros dele(nunca trabalhou em operações, tanto que aqui no maranhão em uma, atirou no próprio peito qdo deixou sua pistola cair).A PM não aguenta mais e o pior de tudo é ver os coronéis alí, calados, acuados, mesmo sabendo que nunca tiveram voz nesse cmd. a não ser para receber migalhas. O q mais me magoa é que na mudança de governo, a polícia foi perfeita, mesmo sendo subordinada ao governador, agiu como verdadeiro instrumento constitucional proporcionando uma mudança segura e impedindo que os “balaios” depredassem o Palácio, eu estava lá qdo esse governo maldito chamou a polícia de amiga e agora simplesmente nos ignora.Todos sabem que homens acuados e pressionados uma hora estouram. A governadora é a única culpada de tudo estar como está, mesmo não tendo sido informada por seus incompetentes acessores, foi ela quem os nomeou e como a culpa maior é sempre do comandante, advinhe de quem é nesse caso.

  2. A verdade é que estamos aqui em paz e reivindicando apenas que nossas garantias sejam cumpridas. Esse negócio de baderna e confusão é coisa da Mirante. UNIDOS SOMOS FORTES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. só no maranhão, que se tem um agente de polícia federal dando ordens até no exército brasileiro. também pudera, para ser secretário de segurança no maranhão só se precisa de um título: ser puxa-saco e araponga dos sarneys.

  4. Há um informações de que os militares grevista irão bloqueiar a BR 135, no estreito dosa mosquitos, ou seja ningúem entra ou sai de são luis. E o Palacio dos llLeoes será invadido pelo movimento, até à 18:00h de hoje.

    resp.: É, né? Isso é greve ou uma guerra civil?

  5. GOSTEI ACHEI SENSATO, um abraço. uma das maiores virtudes do homem público, sem dúvida, é a percepção dos fatos e do momento histórico para, diante de uma análise sóbria, equilibrada, tomar posições sensatas. Quando um homem público não tem essa percepção, é hora de fechar a cortina e sair de cena. No jargão popular, deve ‘pedir pra sair’.
    Ontem (dia 24), o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, entrou para a segunda categoria de forma honrosa, com louvor.
    Diante de uma das mais grave crises da Segurança Pública da história recente do Maranhão, AluísioMendes teve a infeliz ideia de ir para à frente das câmeras de TV e afirmar que essa crise acabou, que tudo voltou ao normal. E tudo porque uma decisão judicial – do desembargador Stélio Muniz – decretou ilegal a greve dos policiais militares.
    O secretário Aluísio Mendes, por acaso acha que um coronel, um tenente coronel, um major, um capitão da PM não sabem que greve de militares é ilegal? O secretário acha que o grave problema que a Segurança Pública do Maranhão enfrenta se resolve com uma liminar da Justiça?
    É bom que o secretário saiba que, se a situação chegou ao limite de Policiais Militares e Bombeiros entram em greve, é porque algo de muito sério e grave acontece no comando estatal. E quando o núcleo do Estado perde a autoridade para comandar, tudo poderá existir, menos o próprio Estado.
    É puro simplismo achar que a situação será resolvida com ameaças de prisão de militares, processos por crime militar, transferências de oficiais, etc. A situação é muito complexa do que uma petição assinada por um procurador e uma liminar de um desembargador.
    Na Assembleia Legislativa militares dormem em colchões pelos corredores da Casa; há esposas de militares grávidas, mães octogenárias de militares no chão dos corredores do Poder Legislativo clamando por uma solução para crise.
    Faz tempo que o o secretário de Segurança Pública perdeu a percepção dos fatos. Se é que já teve em algum momento. BLOG DO ITEVALDO

  6. o motivo dela não demitir
    Na noite do dia 25 (sábado), o presidente do Senado, José Sarney, prestigiou a 10ª edição do arraial São Sebastião – que é realizado no Quartel do Comando Geral da PMMA, em São Luís – acompanhado de sua esposa, Marly Sarney, do secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, e do comandante geral da corporação, coronel Franklin Pachêco Silva. Esse é o segundo ano consecutivo que o senador prestigia as brincadeiras juninas no espaço bastante concorrido por maranhenses e turistas de todo o Brasil, que é o arraial de São Sebastião.

  7. Mais uma vez tenho que reconhece que vc tem se manifestado de forma isenta com o intuito de informa e estimula ao debate e dessa forma também contribuir, por que não, para solução dessa crise, realmente os principais responsáveis, por tudo chegar a esse ponto foi esta cúpula, em especial o secretário, e o comandante da policia, esse ultimo por sinal sem qualquer preparo para o cargo, sempre demonstrando desprezo pelos seus subordinados , prova disso foi esse fato lamentável dele em plena a crise ter ido para uma radio cantar samba e de um bloco chamado OS TRAPALHÕES, isso prova que este senhor não tem um mínimo de sensibilidade nem tato, sem fala outras coisas, o aluizio ate que se esforça, porém também não tem competência nem goza da confiança dos seus subordinados só esta la, pela confiança que sarney tem nele , enfim, que se nomeie alguém pelos critérios certo,”técnicos” se der pra aliar com o político melhor se não paciência.

  8. O que mais incomodou foi esse agente de bosta, secretariozinho mimado e despreparado, papagaio de Sarney, dizer em pleno Jornal nacional, que melhorias já estavam sendo direcionadas aos PMs.
    MENTIROSO, sem vergonha, capacho!
    Bem disse o CEL INF GUEDES ao ser convidado secretamente pra assumir o CMDO da PMMA: – Não sei como CORONÉIS da PM aceitam ser comandados por um agente da PF. EU Não ACEITO!
    E esse secretário mostrou que o bom Coronel Guedes do Exército estava correto e o porquê de um agente da PF estar no cargo.. Mente descaradamente para desacreditar quem sempre lhe foi fiel e ele sempre menosprezou!

    Já que não ajuda a ninguém , não fala a verdade a ninguém, não é amigo de ninguém, volte a ser um ninguém nos quadros da Federal!
    Não somos IDIOTAS Aluísio! Você não serve!

  9. E de uma irresponsabilidade esse seu post, com essa atitude o governo so viria a fortalecer esse movimento totalmente ilegal e nunca mais um secretário ou comandante poderia contrariar essa classe sob pena de uma greve pedir a saida deles. Tivemos varios desses movimentos nos ultimos 18 meses em todo o Brasil, inclusive no Rio onde segundo pesquisas ha o melhor secretário de segurança, na avaliação dessa pesquisa, do Brasil. E nunca, durante a greve dos militares lá se pediu a cabeça dos dirigentes da segurança naquele estado, muito pelo contrário, se fortaleceu a posição deles. Isso também aconteceu no Rio Grande do Norte, Bahia,Minas, Rio Grande do Sul, Piaui e vários outros estados. A questão da greve dos militares, em todo o Brasil, passa pela questão financeira, reajuste de vencimentos, não é uma questão a ser resolvida pelos gestores da área de segurança pública e sim pela área financeira dos estados. É preciso muito cuidado para que isso não seja um precedente para que movimentos assim não sejam usados, por pessoas com objetivos outros, possam desestabilizar o sistema de segurança do estado

    resp.: O problema não é a greve. O poblema é a falta de comando demonstrada pela cúpula da Segurança desde sempre. Tanto não é a geve, que eu defendo dois atos, em obrigatóia sequência: 1º- prisão, nem que seja na porrada, para todos os grevistas. 2º- demissão da cúpula da Segurança. Só assim o governo recuperaria o controle da tropa.

  10. Concordo plenamente com seu ponto de vista caro Jornalista, e digo mais: nada disso estaria acontecendo se a cúpula da segurança tivesse tido a capacidade de articular um projeto que contemplasse toda as categorias que fazem parte da segurança.
    O problema todo é a falta de capacidade gerencial, liderança dos que comandam e tomam decisões, falta de visão de conjunto e sensibilidade para tratar de assunto tão complexo.
    A Governadora precisa de alguém que a oriente nesse sentido, e a faça compreender que esse problema se resolve com negociação e apresentação de um proposta consistente que atenda aos anseios de toda uma categoria profissional. Promessas não cumpridas, propagandas que não condizem com a realidade, decisões judiciais que torna “ilegal” uma reivindicação justa só vai comprometer a imagem da gestão da Governadora, que foi eleita dizendo que faria “o melhor governo” da sua vida.

  11. Finalmente vejo de você um lampejo de serenidade….
    RSRSRSRSRSRSRSRSRS

    Resp.: Só por que atence aos interesses, né???

  12. concordo em numero e grau, seria cômico se não fosse triste, essa cúpula deveria ser chamada de crapulas. em plena greve da segurança, o comandante geral coronel franklin, estava em uma radio fazendo marchinha pra carnaval. me compre um bode. acho que o governo deve apresentar ao menos uma proposta de viabilidade aos manifestantes, afim de conter os animos. agora mandar o aluisio ficar tipo ventriluco (repentindo todo tempo a mesma coisa) ou papagaio ensaiado falando balela não vai resolver o problema e tem mais, independente do resultado da situação nem aluisio nem o comandante geral tem condições de permanacer a frente dos cargos que ocupam. os militares já não tinham respeito pelo comandante e depois dele ter pedido a prisão dos manifestantes é que o caldo entornou de vez. resolva o problema governadora, o que está em jogo são vidas, bem estar e o lucro do comercio que neste periodo não pode ser prejudicado, com essa onda de arrastão ninguém vai querer sair de casa.

  13. Concordo com voce D’eça, essa paralização já esta tomando rumos demasiados e deve ser resolvida o quanto antes.

  14. Esse triste momento que hora passamos é fruto da truculência, arbitrariedade dos gestores de nossa segurança pública, começando pelo Aluizio, como pode a governadora achar que delgados e oficiais militares iriam realmente respeitar um agente administrativo, ele poderia ser até da NASA, mas não funcionaria, essas instituições seculares tem tradições e nestas há dinâmicas de procedimentos, respeito, espírito de corpo, lealdade para com a sociedade e só entende isso quem faz parte efetivamente deste contexto, caso contrário acontece o inevitável, onde os princípios militares e sua tradição costumeira e também legal são quebradas por gritos de socorro destes entes estatais que não agüentam mais serem tratados como empregadinhos de madame. E agora depois que chegamos a este estágio o futuro do movimento é uma incógnita, porém uma coisa é certa, aquela máxima de abater o pastor para o rebanho se dissipar é no momento o pior que pode acontecer, pois somos treinados para quando o nosso comandante tombar na batalha, outro de igual envergadura assumir de pronto e rezem para que aconteça realmente isso, caso contrário esses militares irritados e sem paciência como estão podem se transformar em uma manada sem rumo definido e incontrolável, ai sim as coisas serão dez mil vezes pior para a Pm, para a Governadora e principalmente para a sociedade. Não adianta tentar intimidar com desconto de R$ 200,00 do nosso salário, pois não vai funcionar e acredito que se os militares ainda que fossem obrigados a trabalhar sem serem atendidos no seu pleito seria talvez até pior, pois com a escassez de material, viaturas e número reduzido de efetivo, somente com a motivação intrínseca do militar é capaz de superar em parte esses fatos que por si só poderiam afundar a segurança pública, agora imaginem o serviço sem essa motivação, e invés desta a chateação, aconteceria diuturnamente o que aconteceu hoje, quando o bombeiro chegou uma hora após um incêndio no micro-ônibus no centro, esse será o padrão nos atendimentos; então Roseana pense e acorde com os militares e após isto corte a cabeça das lideranças das instituições militares e também do secretário, que aliais foi o grande responsável por esse movimento infeliz e impar no nosso estado e talvez e agindo assim com sensatez nesses momentos de crise não torne este o seu pior governo, pois o melhor NUNCA SERÁ, JAMAIS SERÁ. Força e Honra meus mararadas.

  15. Direito a liberdade de expressão, é uma das maiores conquista do povo e da imprensa. Mais teria maior valor se as informações que lemos não fossem tendenciosas. Mais infelizmente não é o que vemos periodicamente nos blogs do nosso estado. Mais como um o leitor assíduo do seu blog, venho externar a minha homenagem a ti, o ÚNICO blogueiro do nosso Maranhão que expõe com determinação e verdade os fatos como realmente eles têm que ser relatados e compreendidos, de forma transparente e coerente. Prova disso, é o teor do conteúdo deste post, mostrando onde está o foco principal do caos que se formou na segurança do nosso estado. DÉÇA! Continue nos dando uma singular opção de tomar conhecimento dos fatos como realmente eles são. Parabéns! Marco Aurélio DéçaCoragem!

  16. Colocar a prisão no papel é facil, só quero ver é se na PMMA tem MACHO para prender o coronel Ivaldo, esses coroneis cú de galinha todos se borram de medo dele, e muitos tem o rabo preso.

  17. Isso esta sendo é uma boa para o Cel. Jefferson Teles pois o caso do pedreiro que foi abatido por PMs esta perdendo repercursão e Jefferson se escondendo por detras das noticias novas sera que esse é o melhor governo que Roseana deseja para o Maranhão?

  18. Marco. concordo com você que Roseana deve demitir toda a cúpula da Segurança começando pelo Aluísio e tomar uma posição, seja de punir todo mundo ou abrir um canal de negociação, nós estamos nos sentindo órfãos nessa queda de braço e queremos algum tipo de ação da Governadora seja qual for.

  19. EU TAMBÉM COADUNO COM ESSA IDÉIA!
    AÇÃO FORTE, RACIONAL E PUJANTE POR PARTE DO GOVERNO O QUANTO ANTES! COISA QUE FALTOU À CÚPULA DE SEGURANÇA PÚBLICA!
    NÃO DÁ PRA NEGOCIAR MAIS!!! É PRA APLICAR O CÓDIGO MILITAR À RIGOR E DE IMEDIATO!!

    L-A-ME-N-T-Á-V-E-L

    P.S.: E IMPERATRIZ, NÉ….COMO SEMPRE…..SÓ MERDA!!!

  20. Esta faltando a principal responsavel. Meu amigo, quando até a PM e Bombeiros, apelam para greve, correndo o risco de medidas disciplinares durissima, é porque a coisa ta é feia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *