17

Governo dialoga com militares e greve caminha para o fim…

João Alberto: solução encaminhada

A entrada do senador João Alberto de Souza (PMDB) no diálogo com os militares praticamente encaminhou o fim da greve dos policiais e bombeiros militares.

Apenas detalhes na questão do reajuste salarial ainda estã0 sendo analisados para que os militares anunciem o fim do movimento.

O presidente da Comissão de Segurança da Assembléia, deputado Zé Carlos da Caixa (PT), aposta, inclusive, que a greve possa terminar hoje.

– A escolha do senador João Alberto foi excelente. O governo e os militares se entenderam em praticamente todos os pontos da pauta. Acredito até que hoje, todos já possam dormir mais tranquilos. E em casa – disse Zé Carlos.

O deputado do PT acompanhou o desenrolar da reunião de ontem entre João Alberto e o comando de greve, na sede da OAB. Sentaram com João Alberto os líderes do movimento – soldado Leite, sargento Jean Marry, cabo Nascimento – e os representantes do Exército.

Zé Carlos, ao chegar à sede da OAB

Dos nove ítens da pauta, apenas dois foram rechaçados pelo governo: a aposentadoria aos 25 anos de serviço e equiparação salarial do comandante da PM ao posto de secretario de estado.

– O governo aceitou a anistia administrativa, a data-base da categoria e a mudança do Regime Disciplinar do Exército – disse Zé Carlos da Caixa.

Além dele, também acompanharam a reunião os deputados Neto Evangelista (PSDB), Bira do Pindaré (PT) e Eliziane Gama (PPS).

Apenas detalhes na questão salarial ainda precisam ser discutidos para o fim do movimento. Os militares querem 30% de reposição de 2007 para cá, mas há espaços para negociação.

Uma nova reunião entre João Alberto e o comando de greve está prevista para a tarde desta quarta-feira.

– Disse a eles que ontem poderia ser a última noite que eles dormiriam fora de casa. E tenho fé nisso – frisou Zé Carlos da Caixa.

 

Marco Aurélio D'Eça

17 Comments

  1. Marcos,

    Por que a Assembléia não teve nenhum representante nessa reunião (promissora)?

    Não é uma boa pergunta? Já que as manifestações ocorreram lá na Assembléia?

    Antenor

  2. Muit bem governadora. Democracia é democracia. Os policiais merecem o aumento de salário e melhoes condições de trabalho pois eles tbm são filhos de Deus. A luta, para quem não entendeu ainda, é pela inclusão das melhorias no orçamento que será votado. Ceder, neste caso, não é perder. Muito pelo contrário.

  3. CADÊ O DEPUTADO MACHÃO QUE NÃO LEVA DESAFORO PARA CASA MANOEL “GALINHA” RIBEIRO??? CONTINUA EM PORTUGAL???

  4. MEU DEUS!!! A PM SUCUMBIU, ACABAR COM O “Regulamento Disciplinar do Exército (RDE)??? O QUE SEGURA OS BANDIDOS E DESORDEIROS NA PM É O RDE, O INTRUMENTO DISCIPLINAR É PRA GARANTIR A ORDEM, COM A SUA INSTINÇÃO, VAI VIRAR UMA ZORRA, OS BANDIDOS E AFINS DA BANDA PODRE QUE NÃO É PEQUENA, VAI PINTAR E BORDAR. QUE DEUS NOS PROTEJA. QUEM DETESTA O RDE SÃO SÓ OS PMS DELINQUENTES.

  5. sabe o motivo que a Roseana Sarney não tira esse secretário Aluisio Mendes é por que ele foi aquele agente administrativo da polícia federal que pegou a prova que envolvia o José Sarney e seus grupo em um grande escândalo, ele pegou os arquivo e deu um sumiço com isso ele foi exonerado do cargo e de presente ganhou uma secretária é por isso que a governadora não tira ele do cargo, e se tirar ele dar as prova que vai complica a governadora, ela é chantageada no seu governo.

  6. ABSURDO!!!! CEDERAM DEMAIS!!! AGORA É QUE ESSAS PESSOAS TRAVESTIDAS DE POLICIAIS VÃO PINTAR E BORDAR, TU VAIS VER!!! FIM DO D.R.E. E ANISTIA É O FIM DA PICADA!!
    LAMENTÁVEL GOVERNADORA, LAMENTÁVEL…

  7. Voces são loucos, João Alberto e o que existe de mais atrasado em questão de segurança pública. Para comandar esse pasta é preciso ter conhecimento tecnico, capacidade e principalmente desvinculação política. Não quero aqui toma partido de A nem B, mas depois da passagem de Cutrim pela pasta, a chegada de alguém sem essa conotação foi muito bom. Cuidado, pois o João Alberto além de ser um político até a raiz do cabelo e ultrapassado…vamos devagar com o andor

  8. Amigo Marco,
    Neste momento, ate entendo o empenho do Senador J Alberto no sentido de mediar o impasse entre governo e PM e BM. Entretanto,
    Que não se fomente uma campanha no sentido de colocar tal figura na pasta da Segurança. Isto, seria um desastre, já que nesta referida e emblemática pasta sua condução carece de profissional do ramo e que não milite na POLÍTICA. Vamos esquecer operação tigre e as violações dos direitos humanos encampadas no seu governo em que tinha o cel Ivaldo como um dos executores. Hoje o momento e outro, o Ministério Publico e outro e a governadora não vai embarcar nessa. O prudente e preservar a imagem do Senador.

  9. Não é verdade que os deputados participaram da reunião. Ela foi portas fechadas só com o povo da OAB, dois da PM e o senador.

    resp.: E quem dise que eles participaram? Leia o texto direito e verá: os deputados “acompanharam o desenrolar…”. Não há no texto o verbo “participar”.

  10. ALEM DESSES VAGABUNDOS DE GREVE HOJE OUTROS VAGABUNDOS BANDIDOS VAO FICAR DE GREVE QUEREM O QUE? MAIS GRANA HEHEEHE
    Magistrados param hoje para reivindicar aumento salarial

    Publicidade

    DE SÃO PAULO

    Os magistrados das Justiças Federal e do Trabalho organizaram para hoje uma paralisação para reivindicar aumento salarial. A remuneração inicial dos juízes é de R$ 20 mil mensais.

    Além deles, os servidores da Justiça em 19 Estados estão em greve por tempo indeterminado, segundo a Fenajufe (Federação dos Servidores do Judiciário Federal).

    Em São Paulo, os juízes trabalhistas farão dois protestos no fórum da Barra Funda (zona oeste), o maior do país, com 90 varas.

    As categorias formadas por cerca de 5.600 juízes reclamam ainda da falta de segurança e da “desvalorização da carreira”. A Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho) afirma que 20 mil audiências foram remarcadas.

    Desde o início do ano, setores do Judiciário criticam o governo por não ter enviado a previsão de reajuste no Orçamento. Após pressão, o Planalto fez um adendo, mas sem garantia de aumento.

    “Não gostaríamos de ter chegado a esse ponto, mas não temos alternativa diante do impasse institucional”, disse o presidente da Anamatra, Renato Henry Sant’Anna.

  11. Marcos, todos sabem que o senador João Alberto, tem uma grande penetração nas forças de segurança do Estado e por isso já deveria ter entrado na conversação para resolver essa grave crise. Ora, não entendo porque a Governadora mantém a cúpula da polícia enfraquecendo seu próprio governo.

  12. Em razão das proximidades do Natal eu vou pedir a Papai Noel para que:
    – A maioria dos Oficiais deixem de pensarem que são superiores a seus colegas de farda e se enxerguem como servidores públicos do Estado de Sergipe;
    – Que deixem de ser preguiçosos e venham trabalhar mais de 30 horas semanais como os Praças;
    – Que parem de fazer procedimentos exacerbados contra os Praças no intuito apenas de mostrar números para engabelar a sociedade dizendo que trabalha ao invés de prender os bandidos que estão aterrorizando a sociedade;
    – Que venham para seu trabalho de carro próprio ao invés de usar uma VTR com dois motoristas a sua disposição para apenas satisfazer caprichos pessoais e desviar do serviço fim VTRs e policiais que deveriam estar nas ruas, sufocando ainda mais o baixo efetivo em que se encontra a nossa Briosa e diminuindo a já sucateada frota de veículos;
    – Que sejam éticos e parem de abastecerem seus carros particulares com os cartões corporativos já que isso caracteriza ato de improbidade administrativa e locumpletação do erário público;
    – Que não levem seus notebooks para o serviço minguado em horário administrativo e ficar na sua integralidade navegando na net e deixando de lado os alfazeres da caserna;
    – Que usem o celular funcional apenas para questões pertinente ao serviço e não para bater papo com as raparigas;
    – Que reconheçam que sem as Praças seus vencimentos seriam hoje menores do que um Agente Penitenciário e que coloquem em seus corações diariamente o agradecimento aos Praças todos os dias por conseguirem dignidade salarial mesmo sabendo que não merecem ;
    – Percebam que a PM é um órgão do Estado e não uma extensão dos seus interesses privados no chamado patrimonialismo ;
    – Que o CFO e CFSD deixem de ser concurso de 2º Grau para acabar com os ciúmes dos Oficiais em relação aos delegados e passem a ser de nível superior em qualquer graduação e não somente em Direito já que Oficial não é carreira jurídica mas se enganam porque fazem Procedimentos contra Praças e tomam parte nos conselhos da 6º Vara Militar que é uma aberração jurídica dos tempos da ditadura…

    e …, e …, e … depois Papai Noel quero escrever tudo em um livro de 10 mil páginas porque em poucas linhas não dá.

  13. MAIS AQUI NESTE MESMO ESPAÇO SEMPRE DEFENDI QUE O SEN. JOÃO ALBERTO ASSUMISSE DE UM VEZ POR TODA ESSA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA, TANTO PARA ACABAR COM O ALTO INDICE DE CRIMINALIDADE COMO PARA FAZER UMA FAXINA NESSA PM E POLÍCIA CIVIL CHEIAS DE VÍCIOS E IRREGULARIDADES COMETIDAS PELOS SEUS MEMBROS.

  14. AINDA NAO ENTENDO O PORQUE DA GOVERNADORA MANTER ESTE SENHOR SECRETARIO ALUISO AINDA NA PASTA PORQUE NAO COLOCAR O JAOAO ALBERTO ESTE TAO EXPERIENTE E TAO COTADO PARA A PASTA DE SEGURANÇA PUBLICA ESTE QUE TEM EXPERIENCIA E QUE VAI TIRAR O ESTADO DA CRISE QUE ESTA. JOAO ALBERTO PARA SECRETARIA DE SEGURANÇA, JA FORA ALUISO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *