13

O exemplo do Piauí…

Militares completam hoje oito dias de greve

Está lá, no ítem 3 da “Ata de Audiência de Conciliação” firmada pelo Governo do Piauí e várias associações representativas dos policiais e bombeiros militares daquele estado:

Será encaminhado projeto de lei para conceder anistia aos militaes do estado em relação às infrações administrativas ocorridas no período de 1º a 18 de agosto de 2011 e vinculadas ao movimetno designado “Polícia Legal e Tolerância Zero”, bem como para proibir remoções e transferências não motivadas.

É exatamente isto que querem agora os militares maranhenses.

Muito mais do que as reposições de perdas salariais, que podem ficar para fevereiro, como o próprio movimento admite, a preocupação de PMs e Bombeiros maranhenses é com a garantia de que ninguém será punido por ter parado durante uma semana.

Só para lembrar: a Justiça decretou a paralisação ilegal e aplicou multa de R$ 200,00 por dia a cada militar, além de descontos dos dias não trabalhados. O Alto Comando da PM e dos Bombeiros decidiu também abrir processo de expulsão por deserção.

A greve de hoje dos militares tem como objetivo principal, portanto, a não punição pela greve de ontem.

Simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

13 Comments

  1. Apesar de às vezes não concorda com nada do que dizes, sou obrigado a elogia-lo pela sua firmeza de posicionamento. Ao contrário de Arnaldo Melo que até agora esta confuso…

  2. Essa “greve” será lembrada como uma simples baderna dos Pms. Simples assim.
    Estou lutando apenas para livrar o seu da reta depois da baderna.

  3. Devevem ser punidos e já esses bandidos de farda, quando a poupulação chama nunca vão…

  4. Está mais do que na hora dessa greve acabar. Os manifestantes só têm mostrado ao cidadão que o que eles querem é fazer churrasco e jogar cartas na assembléia. E ainda não querem ser punidos por estarem em um movimento ilegal, é um absurdo. Por favor, como cidadã eu peço: Voltem a trabalhar

  5. ABRAM AS PORTEIRAS PAI FRANCISCO CHEGOU
    CORRETA A DECISÃO DA GOVERNADORA AO ABRIR NEGICIAÇÃO E ENCERRAR ESSE MOVIMENTO SEM SANGUE ALGUM.ESSE OUTRO PAI FRANCISCO FALSO DESEJA CONFRONTO COM O EXÉRCITO E SANGUE.NOSSA GOVERNADORA SEMPRE PAUTADA NA SENSIBILIDADE E CORREÇÃO AGE COMO UMA VERDADEIRA LÍDER.ROSEANA NÃO PRECISA DE CONFRONTO PARA MOSTRAR QUE É A MAIOR LIDERANÇA DO MARANHÃO.

  6. Marcos, Há pouco lí no blog do Décio que a greve estava perdendo força no interior, quem está perdido em comentários infames e descabidos é ele. Não acho a greve a única e sábia saída para essa situação, porém, se ela se desencandeou é preciso sabedoria e bom senso para acabar com ela, e não é com comentários maldosos e perniciosos que os jornalistas e blogueiros vão ajudar, muito pelo contrário. Com relação ao enfraquecimento no interior essa informação não procede, pois no sétimo batalhão ela continua e as viaturas estão todas estacionadas no quartel. Espero que o bom senso e a visão de coisa pública e responsabilidade social recaia sobre o governo, pois só dessa forma teremos um desenrolar desse imblóguio.

  7. JÁ QUE ESSES PMS NÃO VOLTAM AO TRABALHO, NÃO É HORA DE ROSEANA RETROAGIR E CEDER. E PORQUE O SEN JOÃO ALBERTO NÃO ENTROU LOGO NESSA POLÊMICA?

    AS PESSOAS SÉRIAS DESSE ESTADO NÃO CONCORDAM COM ESSA AÇÃO DO GOVERNO,USANDO O SEN. JOÃO ALBERTO COMO MEDIADOR,PRINCIPALMENTE APÓS ESSE MONTE DE NOTAS, E AMEAÇÃS. COMEÇAR A CEDER PARA ESSES POLICIAIS POIS CONFORME RUI BARBOSA “PARA FORA DA LEI NÃO HÁ SALVAÇÃO”. SE ROSEANA COMEÇAR A CEDER ELA VAI DAR ABERTURA PARA FUTURAS ARRUAÇAS DESSES PMS.TEM MESMO QUE ABRIR PROCESSO DISCIPLINAR, PARA PELO MENOS CONSTAR NO DOSSIER DO POLICIAL ,O QUE VAI ACARRETAR O CONGELAMENTO NO POSTO EM QUE ELE ESTÁ.POR EXEMPLO , SE SARGENTO ELE NÃO VAI CONSEGUIR PROMOÇÃO ETC……..

  8. Meu caro Marco,só faltou informar que no Piauí,depois da greve o soldado(PM)passou para mais de R$3.000,00.

  9. Abram as porteiras, PAI FRANCISCO chegou!!!
    Erra a governadora ao negociar com esses baderneiros!
    Esses baderneiros tem que assumir as consequências de seus atos!
    Estamos muito bem sem eles nas ruas, esse amotinamento mostrou que eles não servem pra nada, ou melhor, servem: para amedrontar a população e agredir inocentes!
    Que eles continuem por lá!
    A sociedade agradece!
    Nada de anistia, punição neles!
    Essa cambada de baderneiros pensa que isso é brincadeira…segurança é coisa séria.
    Está chegando mais tropas do exercito, não precisamos mais deles.
    Todos tem que ser desertados!
    Cadê os metidos a corajosos? Estão todos correndo atrás de atestados médicos com medo de punições!
    Eu disse, desde o começo, que esses baderneiros não tem coragem de enfrentar nossas tropas do exercito!
    Eles não queriam banho de sangue? Então continuem por lá…fiquem o tempo que quiserem, aqui fora tá tão bom sem eles…
    GOVERNADORA NÃO TEM ESSE NEGÓCIO DE ANISTIA. QUEM FAZ BADERNA, TEM QUE AGUENTAR AS CONSEQUÊNCIAS. CPMB NELES!

  10. http://colunas.imirante.com/platb/danielmatos/2011/11/28/em-nota-cupula-da-pm-e-do-corpo-de-bombeiros-ameaca-exonerar-grevistas/#comments

    Isso, bota mais lenha na fogueira seu fanfarrão! Enquanto o governo quer acabar com essa paralisação para que a população não sofra mais, vc fca aí com esses comentários insensatos. Viva a nossa realidade rapaz. Vc tá no Maranhão.

  11. BANDO DELOUCOOoOoo UHAHUAHU

    CACHAÇA CARAII!!

    O POVO QUE JA APANHOU DE POLICIA INJUSTAMENTE JA FOI ESPANCADO EX: FUNCIONARIO DA CAEMA DEVIA SE JUNTAR A POPULAÇAO E IR LA METER O PAU NESSES BANDIDOS DE FARDA 😀

  12. Cantanhede: prefeito paga ‘extra’ a PMs com dinheiro do Fundeb

    sex, 12/08/11 por Décio Sá | categoria Maranhão | Tags Aluísio Mendes, Cantanhede, Interativa, Itapecuru, Kabão, PMMA

    Quando exercia o posto de cabo da PM do Maranhão, José Martinho dos Santos, o popular Kabão (DEM), mandava nos subordinados graças à autoridade que a patente lhe assegurava.

    Entretanto, mesmo afastado das funções militares, detém o comando do destacamento que serve à cidade de Cantanhede, onde exerce o cargo de prefeito.

    Só que hoje chefia não por conta hierarquia militar, mas graças a um artifício manjado, porém de forte apelo: o favorecimento financeiro.

    Kabão consegue manter a obediência e a fidelidade de sete militares lotados no destacamento de Cantanhede, que recebem um salário extra pago pela prefeitura, com um agravante: o pagamento é feito com dinheiro do Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica), de acordo com documentos em poder do blog de maio de 2010. Como são muitos nomes, foi feito o quadro acima só com os PMs.

    Artifício

    O artifício utilizado por Kabão para bancar o “mensalinho” dos militares é o mesmo que já levou alguns prefeitos para a cadeia. Funciona assim: a prefeitura paga para uma cooperativa e esta se encarrega de efetuar os repasses para os apadrinhados do político.

    Em Cantanhede a instituição encarregada dessa tarefa é a Interativa (Cooperativa de Serviços Múltiplos), cuja sede está localizada na cidade de Aquiraz, interior do Ceará.

    A Interativa é alvo de investigações. Ele atua em vários municípios do Maranhão como é o caso de Itapecuru (reveja).

    Veja um dos pagamentos da Prefeitura de Cantanhede à Interativa.

    Kabão promove entregador de gás a policial militar.

    * 4 comentários
    *

    O Secretário de Segurança, Aloísio Mendes, precisa apurar denúncia que chegou a este blog, dando conta de que em Cantanhede, uma pessoa que se atende pelo nome de Carrinho, atua como policial militar.

    Usa farda, cassetete e faz, inclusive, ronda, junto com o efetivo local. Antes de ser alçado à condição de “dublê de policial militar” o Sr. Carrinho era entregador de gás.

    O novo posto de trabalho teria sido alcançado graças à interferência do prefeito Kabão. O gestor exerce forte influência sobre os profissionais da segurança que trabalham naquele município e por conta disso teria conseguido arranjar um novo emprego para seu aliado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *