13

O desvario de Neto Evangelista…

Neto: na sua visão, crimes estão acima da legalidade

O deputado Neto Evangelista (PSDB) mostrou o nível da sua inconsequência, hoje, em plena tribuna da Assembléia Legislativa.

– E só Deus sabe quais seriam as consequências de tamanho desvario [a retirada dos militares grevistas da Assembléia], pois, na quarta-feira, à noite, os policiais militares que estavam nesta Casa foram despertos com a notícia que o Exército poderia estar nos portões do prédio da Assembleia, assisti, senhores Deputados e senhoras Deputadas, da rampa do Palácio Manoel Bequimão junto com o Deputado Bira, junto com Deputada Eliziane uma avalanche de policiais militares e bombeiros se deslocando armados para a frente desse prédio – declarou.

Para Evangelistinha, tudo poderia ocorrer por que o governo se mostrava disposto a “sacrificar as instituições públicas em nome de um legalismo que jamais substituirá a Justiça“.

Um deputado eleito pelo povo, que jurou a Constituição, se declara apoiador de uma afronta à Constituição e testemunha ocular de um crime grave de uma turba armada.

Pior, invoca cúmplices da própria Casa em seu testemunho arrogante. Pior, ninguém se levanta contra este desvario.

O deputado Neto Evangelista é filho de uma lenda da política maranhense, mas parece desencaminhado.

E só tem vinte e poucos anos…

Marco Aurélio D'Eça

13 Comments

  1. acredito que todos que foram contra a sua governadora serão criticado, pois não só Neto evangelista como outros deputados que manifestaram estar do lado dos trabalhadores mostram o compromisso com esta classe, coisa que tenho certeza que o bloco reseanista não tem, com excessão de Braide.

    resp.: Este blog já fez – várias – matérias positivas com Marcelo Tavares, Eliziane Gama, Rubens Júnior e Bira do Pindaré, mesmo sendo eles todos oposição ao governo Roseana. O problema deste menino, o Evangelistinha, é a farsa que marca sua atuação parlamentar. Faz uma coisa às claras e age difernete nas sombras. Como ele se declara evangélico, usarei uma expressão evangélica para definí-lo: “sepulcro caiado”. Ele sabe o que isso significa…

  2. A postura de altivez e compromisso com a população adotada pelo deputado Neto Evangelista honra o legado do seu pai João Evangelista. Continue assim Netão sempre pautado pela justiça. E por acaso o governo também não desrespeitou a “ilegalidade” da greve e o judiciário quando foi obrigado a negociar com os grevistas. Então, tá cheroso!

  3. Abram as porteiras, PAI FRANCISCO chegou!!!
    É lamentável que o maranhão ainda continue elegendo pessoas que não possuem o mínimo de compromisso com o cargo que exerce…

  4. Parabens as posturas que vem tomando esse jovem deputado, criticado sem duvidas por estar “desencaminhado” das redeas sarneistas. Mesmo possuindo erros como qualquer ser humando, ate agora ele vem honrando a nossa geracao na politica.

  5. (…)

    Resp.: Comentário moderado por não se adequar às retgras do blog.

  6. ESSE NETO AI É UM EMO DEVA TA CHAPADAO :p

    POLICIA DE OLHO NESSE CARA OLHA OS BOLSOS

    DEVE TA MUITO DOIDO POIS SO FALA MERDA 😀

  7. Realmente esse governo que vc defende é assim. Para ele o que importa são as coisas e não as pessoas. Achar que a Casa do Povo, feita com o dinheiro do povo, é de sua propriedade, isso sim é um desvario da Governadora e seu. Parabéns Evagelistão. Cada vez que o ilustre blogueiro o agredir, saiba que o povo vai lhe adorar!

  8. Marco a ultima vez que o vasco conquistou um titulo sobre o MENGÃO, chacrinha ainda estava vivo, o muro de berlim ainda tava de pe, kkkkkkkkkkk, rihana era um bebe kkkkkkkkkkkk, cade a tripice coroa kkkkkkkkkkkkkkkk

    resp.: E a provinha? Estão preparados? Sabe o que é provinha, né? Quando a pessoa não tem condição de passar direto – como o Vasco passou – vai para recuperação. Mas esta recuperação é dificil: teu time terá que jogar na Baixa da Égua, a 10 mil metros de altura. Só quem sobreviver entra na Liberta. KKKKKKKKKkkkkkkk…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *