9

Juiz manda população pagar por dinheiro que Castelo deu sumiço…

Megbel Abdalla impõe custo ao povo de SL

A decisão do juiz da 4ª Vara Criminal, Megbel Abdalla, impõe à população contribuinte de São Luís o ônus de pagar pelos R$ 73,5 milhões que o prefeito João Castelo (PSDB) recebeu para construir viadutos, mas deu sumiço desde 2009.

É o povo de São Luís que vai pagar pelos atos de Castelo.

De acordo com a decisão, a devolução do dinheiro, que todos continuam querendo saber onde foi parar, será feita em 36 parcelas, descontadas do ICMS – o imposto que José, João e Maria paga.

Ao responsável pelo sumiço sobra a penas o bônus: além dos R$ 73,5 milhões que, suspeita-se, está aplicado em banco privado, também os juros e correção monetária, que já chegaria a R$ 23 milhões em três anos.

O pior é que Megbel Abdalla não divulgou os autos e a sentença, que poderiam justificar tal decisão – Vista por estapafúrdia por todos os operadore do Direito consultados pelo blog.

 

 

Marco Aurélio D'Eça

9 Comments

  1. Chega a ser vergonhoso,como o povo é humilhado.Além de pagarmos campanha,salário desses politicos,ainda temos que arcar com o sumiço de dinheiro?Olha seu juiz,o povo também está endividado.Pague você.

  2. Caro Marco, a decisão de obrigar a prefeitura a devolver o dinheiro é justa, mas não poderia ser parcelado!
    Acredito que a falta de apresentação e disponibilidade do dinheiro, devidamente corrigido, caracteriza improbidade administrativa cabendo à justiça afastá-lo do cargo imediatamente e prendê-lo pelo crime de peculato. É simples assim.

  3. Cara, definitivamente, essa é a última vez que leio esse teu blog, que, diga-se de passagem, é uma MERDA!!! Não sabe nem o que escreve e o pior é ter ler os comentários, alguns insinuando que o juiz é ladrão. Puta que pariu, não é à toa que um juiz norte-americano disse que blogueiro não é jornalista é, sim, um fofoqueiro a serviço de interesses obscuros!

    Resp.: Se for por falta de adeus…

  4. ESSE MAGISTRADO É CONHECIDO POR SUA SAPIÊNCIA JURÍDICA E MORAL ILIBADA. EM BREVE SERÁ ALÇADO A DESEMBARGADOR, SEJA PELO SABER JURÍDICO, SEJA PELA ANTIGUIDADE.

    Resp.: E o CNJ???

  5. Já vi muita sentença maluca, mas devolver produto de crime de peculato, em parcelas de dinheiro público do ICMS, é a primeira vez na vida. Taí outro motivo para botar esse juiz na rua.

  6. MARCO,

    ESSE JUIZ É LOUCO, E QUAL É O GRAU DE AMIZADE COM JOÃO CASTELO, POIS ESSE ACORDO FEITO ENTRE ELES, É SOMENTE PARA LIVRAR CASTELO DA CPI, AINDA, FAZER O POVO DE BOBO, SERÁ QUE A OAB/MA, NÃO VIU ISTO, APARTIR DE QUANDO EU COMEÇAREI A PAGAR O FURTO DOS 73 MILHOES, POIS QUEM VAI PAGAR SOMOS NÓS, EU, TU E OUTROS…

  7. Abram as porteiras, PAI FRANCISCO chegou!!!
    Meu Deus, o que mais falta acontecer nesse Estado?
    Se fosse outra pessoa que estivesse dando essa informação eu não acreditaria! É nojenta decisão. Parem com isso! Esse judiciário maranhense já ultrapassou todos os limites…alguem tem fazer algo. Não dá mais pra engolir essas coisas. Chega de ladrões de togas!

  8. 36 parcelas ?! Mas como, se o mandato do Castelo termina daqui a 12 meses ? Agora, o nobre blogueiro poderia até nos explicar: a parcela do ICMS cai na conta da prefeitura uma ou quatro vezes por mês ? Porque se apenas uma vez, a gestão Castelo irá pagar apenas um terço do total !

    Resp.; É 36 meses mesmo. Isso mostra que o “douto” magistrado determinou mesmo que o povo pague a conta de Castelo, que já deve ter ficado com os juros do dinheiro que sumiu.

  9. Este tal de Megbel não é o mesmo juiz que está ou foi processado pelo CNJ por corrupção? Como que ele continua usando toga?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *