3

EP Engenharia responsabiliza Infraero por atraso nas obras do Aeroporto…

A interminável obra do aeroporto: culpa da Infraero

Representantes da EP Engenharia apresentaram à Assembleia Legislativa, relatórios que comprovariam a responsabilidade da própria Infraero no atraso das obras de reforma do Aeroporto Cunha Machado, em São Luís.

O documento da empresa foi lido, ontem, em plenário, pelo líder do bloco “União Democrática”, Eduardo Braide e desmentem afirmações dadas até agora pela Infraero – que levaram também o ministro do Turismo, Gastão Vieira, a divulgá-las.

Entre as irregularidades, a empresa afirmou que, até hoje, a Infraero nunca entregou os projetos executivos, fundamentais para a administração da obra.

Braide quer ouvir também a Infraero

De acordo com o parlamentar, a EP Engenharia deixou claro que a data de 26 de maio – acertada com o Ministério Público Federal para conclusão da obra – só será cumprida se a Infraero entregar os projetos executivos.

Braide defendeu que a Assembléia convoque o pessoal da Infraero.

O líder do bloco “Pelo Maranhão”, Carlos Alberto Milhomem (PSD), reforçou a solicitação que ele fez à Mesa, para que encaminhe pedido de auditoria da Controladoria-Geral da União nos contratos da Infraero com a EP Engenharia.

Os documentos também afirmam que nunca houve ameaça de abandono da obra e nunca houve contratações de cinco novas empresas para acelerar o trabalho, como divulgaram a Infraero e o ministro Gastão Vieira, em seu perfil no Facebook.

– A EP garante ter pedido aditivo apenas por causa de questões não previstas no decorrer da obra, até porque seguia a rotina da reforma. E as únicas empresas contratadas, são as que auxiliam a construtora em trabalhos paralelos, como a montagem das tendas, por exemplo. E, segundo a empresa, não são cinco, mas apenas três – explicou o líder parlamentar.

Para Eduardo Braide, os documentos apresentados pela EP Engenharia são praticamente incontestáveis.

Eles provam que pediram, desde o dia 26 de setembro de 2011, nada menos que12 projetos executivos, nunca entregues pela Infraero – revelou o parlamentar.

Para se ter idéia do descaso, somente 51 dias após o início da obra, a Infraero entregou o projeto de Execução, mesmo assim, sem a devida ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) – completou ele.

A Assembléia deve decidir nos próximos dias a convocação dos diretores da Infraero para explicações à Casa…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Essa empresa e um verdadeiro lixo!!! trabalhei nela sete meses e estou até hoje sem receber a minha recisão e meu FGTS sem falar que eu nunca dei entrada no meu seguro desemprego graças a ela.e n e só eu não, tenho varios amigos que trabalharam nela e tambem ate hoje nunca receberam nada. ja faz mas de 02 meses q terminou o nosso aviso previo e ninguem dessa EP se compareceram para fazer o nosso acerto.sou de barreirinhas maranhão,e irei entrar na justiça contra essa empresa,ela prestou serviço p o IBAMA aqui em barreirinhas. E UMA VERDADEIRA VERGONHA ESSA EMPRESA POR ONDE PASSA.

  2. Quem construiu a estrutura metálica do Aeroporto de São Luís foi a empresa ALUMISA S/A. Eles erraram o projeto. Eles geraram todo o prejuízo. Mesmo assim, não foram responsabilizados por isso. Para piorar tudo, eles ainda fazem a propaganda da empresa usando a imagem do Aeroporto de São Luís. Veja isso no seguinte endereço: http://www.alumisa.com/trans.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *