4

Carlos Filho toma posse na Secretaria de Juventude…

Carlos Filho é o novo secretário de Juventude

O deputado estadual Carlos Filho (PV) assumiu hoje o comando da Secretaria de Juventude, em solenidade reservada no Palácio dos Leões.

O parlamentar assume o posto que vinha sendo ocupado pelo peemedebista André Campos.

No lugar de Filho assumirá o suplente Chico Gomes (PSD), que também já deixou a Secretaria de Desenvolvimento Social.

Em seu discurso de posse, Carlos Filho elogiou a passagem de Campos pela pasta e prometeu manter o nível das ações da Juventude no período em que estiver no comando da pasta.

– É um novo desafio que assumo agora, com a vontade de fazer ainda mais pela Juventude – disse o novo secretário.

A posse de Chico Gomes no lugar do deputado está marcada para segunda-feira…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Vereadorassisfilho.blogspot.com
    Golpe em cima de Carlos Filho

    O grupo do deputado Roberto Costa, nao toma jeito mesmo, esta tramando mais um golpe, com medo de perder a secretaria de juventude para o grupo da juventude guerreira, tramou junto com João Alberto, Rui pires, e o vereador Assis de pio XII, que a ida do Dep. Carlos Filho era apenas momentânea e Tempotária, apenas para cumprir tabela.
    E como contra fatos, Não há argumentos, vamos a eles
    Logo depois da Posse ocorrida na Quarat Feira, Assis reuniaiu um grupo de amigos para comemorar e articular, indagado por aguns menbros do seu grupo, sobrre com quais arguemntos o jovem edil resolveu trocar um mantado de vereador ou mesmo Vice prefeito de sua cidade, por um cargo de adjunto de uma secretari extraordinária sem recursos e sem afinidade do titular, ele nao se conteve e revelou a nefasta trama do grupo de Roberto Costa, disse que tudo foi combinado com a gorvenadora, para que Carlos Filho fosse empossado e passaria alguns dias e depois pediaria para sair desepcionado com o cargo, e pediria para voltar para Assembleia, assim o governo se livraria de algusn incovenientes ( Chico Gome, Alberto Franco etc..) e que na condição de adjunto ficaria mais fácil assumir a secretaria. Por tanto aquela era a oportunidade na qual o grupo não perderia o controle da pasta.
    Outra que o Deputado Carlos Filho, tem os dedos, e as mãos pressa com a turma do Palçio do leões e que so e Deputado p or obra e Graça de Roseana, e que ele Nao tem como recusar um pedido desse. Disse ainda que apresença dele na secretaria e para dar a experiencia na área que o Deputado Carlos Filho não tem.
    Vaidoso como é o Jovem Vereador resolveu dar explicação aos seus correligionários e eleitores no Post em Seu Blog Pessoal e lá revela toda a sua ganância pelo poder e seu desrespeito pelo titular da pasta, durante todo o texto ele não cida o nobre paralamentar uma única vez

    Por Assis Filho*

    Recentemente recebi o convite do Governo do Estado do Maranhão para assumir a Secretaria Adjunta de Juventude do Estado, pra mim foi uma honra, pois sendo militante dos movimentos de juventude da sociedade civil há anos, o convite era uma forma de reconhecimento de um trabalho feito junto com outros tantos companheiros de todo Estado.

    Entretanto, o convite beirava o prazo eleitoral para que os ocupantes do primeiro e do segundo escalão do governo se descompatibilizassem, caso pretendessem concorrer a um mandato eletivo nas eleições municipais desse ano.

    Nesse diapasão, estou no exercício do mandato de vereador em Pio XII, onde nosso partido, o PMDB, discute sua participação nas eleições municipais na cidade, podendo ter candidato próprio a prefeito, a vice – prefeito, ou até mesmo a reeleição na câmara e, em todos esses contextos o nosso nome se encontrava como opção.

    Diante dessa situação, jamais poderia tomar uma decisão sozinho, sempre trabalhei em grupo e precisava escutar a opinião e o conselho de muita gente. E assim fiz!

    Procurei alguns amigos da política, da família e do movimento estudantil e juvenil. Dentre eles, meu companheiro e Deputado Roberto Costa, o então Secretário de Juventude do Estado André Campos e o Senador João Alberto. Deles recebi a palavra de apoio me deixando muito a vontade pra decidir o que fosse melhor pra mim e, em qualquer decisão que tomasse teria o apoio incondicional de todos. Ao lado disso, estava à necessidade do Governo de ter alguém conhecedor da causa e que já estivesse envolvido no processo para ajudar a tocar o trabalho da SEJUV, sendo que o comando da pasta estava saindo para disputar as eleições em São Luís.

    A visita a Pio XII também era necessária, consultei o meu partido, amigos, nosso grupo de militantes dos movimentos estudantil e juvenil, meus familiares e principalmente meu chefe político em Pio XII, meu Tio Toba. Avaliamos tudo, do lado positivo ao que viesse a ser negativo. Recebi de todos o aval para aceitar o convite.

    Dessa forma, tomei posse no último dia 04 de Abril na Secretaria Adjunta de Juventude do Governo do Estado e não disputarei nenhum cargo eletivo em Pio XII – MA nas eleições desse ano.

    Tal decisão, não me invalida do processo eleitoral na minha cidade. Primeiro não estar nos nossos planos, inicialmente, se licenciar do mandato que vai até o dia 31 de Dezembro de 2012, uma vez que a Constituição Federal no seu artigo 38 permite, nesse caso específico, o acumulo do cargo com o mandato, pois há compatibilidade nas funções a serem exercidas concomitantemente.

    Nosso grupo em Pio XII que alcançou esse mandato de vereador com uma expressiva e folgada votação em 2008 pretende manter o mandato na próxima legislatura, para isso vamos ter um candidato que represente nossa linha de pensamento e que der continuidade ao nosso mandato, fortalecendo com isso, cada vez mais, o nosso projeto político em Pio XII e no Maranhão. Vários nomes estão à disposição em Pio XII para ser o nosso candidato, dentro de alguns dias vamos escolher em conjunto com a família e com todas as nossas lideranças estudantis, juvenis, partidárias e comunitárias o melhor nome pra disputar a vaga na Câmara. Nessa ideia, pretendemos manter nosso espaço na Câmara de Vereadores sob a representatividade de outro companheiro.

    Na minha militância estudantil e juvenil de Pio XII sempre tive o anseio de chegar a Câmara de Vereadores, tive essa felicidade ao ser eleito aos 21 anos de idade no auge do movimento como o vereador mais jovem de toda a história política de Pio XII. Na câmara, coloquei em prática todos os meus projetos que tinha em mente, sempre com a colaboração e participação da sociedade civil e dos movimentos organizados. Durante os três anos de mandato, fui ano após ano consecutivo, o parlamentar que mais apresentou proposições na Câmara. Sempre buscava dialogar com a sociedade detectando a problemática social para levá – las ao debate no parlamento.
    Confesso que praticamente tudo que pretendia fazer como parlamentar não tive a timidez de deixar de fazer.

    Na política eu aprendi que a gente tem que ter audácia e coragem pra enfrentar novos desafios, nunca me contentei com realidade atual, seja ela qual fosse, acho que o mundo estar em movimento e a gente tem sempre que estar buscando novas experiências e novos horizontes.

    Com todo respeito aos meus colegas parlamentares, mas acho que quem tem a partir de quatro mandatos de vereadores é por que em quase 20 anos não foi bom suficiente pra ser outra coisa.

    A vida tem etapas!

    Vou continuar fazendo política em Pio XII, como disse, essa decisão não me invalidade do processo político, vou estar diretamente participando de cada fato que acontecer no município, ajudando no crescimento do PMDB na eleição dos nossos candidato a vereador e a Prefeito de Pio XII.

    No Maranhão, politicamente vamos fortalecer a juventude do nosso partido, contribuindo diretamente para a vitória dos nossos candidatos a vereadores, vice – prefeitos e prefeitos em São Luís e em todo Maranhão, pois foi nessa linha de pensamento que o meu partido e meus amigos no Maranhão me atribuíram a função de Presidente da Juventude do maior partido do Maranhão, o PMDB.

    No governo, teremos a oportunidade de levar nossa vasta experiência nos movimentos sociais organizados para dentro do governo, contribuindo diretamente nas ações governamentais para juventude maranhense, pautando a descentralização das ações, fortalecendo os espaços de discussão da sociedade civil organizada de forma a contribuir efetivamente com a nossa juventude.

    Por fim, cabe mais a mim agradecer do que qualquer outra coisa, primeiro a Deus pela oportunidade de vida e por me guiar na minha decisões, depois a minha família que é o meu sustentáculo e aos companheiros e amigos que fiz na política, ao Deputado Roberto Costa, ao Senador João Alberto, ao então secretário André Campos, a confiança da Governadora Roseana e do seu vice Washington, e não poderia esquecer aos meus parceiro de militância em Pio XII, podendo citar meu fiel amigo Pedro Lopes, aos meus pais e ao meu Tio Toba.

    Aos nossos amigos de lutas de todo Maranhão sintam – se presentes no governo, é em razão do nosso trabalho já desenvolvido que assumimos essa empreitada.

    Sendo assim, como disse o mestre Gonzaguinha: “Eu vou à luta com essa Juventude!”

    *Vereador de Pio XII – MA;

    Secretário Adjunto de Juventude do Governo do Maranhão;

    membro do Conselho Estadual de Juventude.

  2. uma só palavra ………………

    não tinha outro para area de juventude neste governo.
    perfil: militante ou tecnico da area de politicas publicas.
    será que a sim que a roseana, esta fazendo o melhor governo da vida dela …………

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *