2

O fim do futebol maranhense…

Moto Club não disputa há anos qualquer torneio nacional

A CBF deverá analisar nos próximos dias o pedido de várias federações de futebol para que seja extinta a Série D – também conhecida por Quarta Divisão do Brasileirão.

O fim da Série D significa também o fim do futebol maranhense.

O estado tem apenas o Sampaio Correia na disputa por uma das divisões do futebol brasileiro – exatamente a Série D.

Sem ela, os torcedores terão que se contentar com o esvaziado campeonato maranhense, fracasso de público e de crítica.

Sampaio ainda chega, mas resultados...

Um alento para o futebol maranhense é a proposta de fusão das séries C e D, com o aumento do número de clubes.

O problema é que os clubes da Série D teriam que passar numa espécie de vestibular para garantir vaga na Terceirona.

O Sampaio, portanto, pode estar se despedindo da Quarta Divisão este ano.

Ganhando ou perdendo…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Culpado disso tudo é a máfia da FMF que roubou e abuzou durante mais de 40 anos. Tudo orquestrado pela família da Ilha de Curupú, tendo como laranja o Mr. Alberto Silva, mão de chiclete, onde pega cola tudo e leva, pra não dizer grande larápio.

  2. Moto Club de tantas tradições
    Colocado entre grandes vencedores
    Seu nome vive em nossos corações
    E nos lábios de muitos torcedores

    Campeão de feitos gloriosos
    De heroísmo sem par e de coragem
    Receba agora mesmo neste instante
    A nossa mais esplendida homenagem

    Oh! Moto surpreendente
    Time de fibra e garra
    Quando te lança à frente
    Nenhuma defesa te barra

    Nos gramados daqui ou de outros Estados
    Honra o Moto o valor da nossa gente
    Grande foi em todo seu passado
    Ainda maior agora em seu presente

    Nosso lema é vencer de ânimo forte
    Com justa fama de Papão do Norte
    Marchemos nesse instante para a glória
    Na conquista de mais uma vitória.

    Infelizmente a beleza do atual futebol maranhense fica apenas na letra e na música do Hino Oficial do Moto Club de São Luís, e olha que não sou motense. Lamentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *