4

Suplentes já representam 1/3 da bancada maranhense…

 

População elege um e outro assume seu lugar

Nada menos que seis suplentes já ocupam as 21 vagas do Maranhão no Congresso Nacional

São dois suplentes de senador – Edinho Lobão (PMDB) e Clóvis Fecury (DEM) – e quatro suplentes de deputado federal: Chiquinho Escórcio (PMDB), Costa Ferreira (PSC), Weverton Rocha (PDT) e Simplício Araújo (PPS).

A turma vai aumentar em breve, com a chegada de Ricardo Archer (PMDB, no lugar de Cléber Verde (PRB), que deve assumir a Secretaria da Pesca.

Boa parte dos suplentes está no exercício do mandato em substituição a titulares chamados para cargos no Governo Federal ou Estadual.

Os dois suplentes de senador ocupam, respectivamente, as vagas de Edison Lobão (PMDB), ministro de Minas e Energia, e João Alberto de Souza (PMDB), secretário estadual de Assuntos Estratégicos.

Chiquinho Escórcio e Costa Ferreira estão na Câmara porque os titulares dos mandatos – Pedro Fernandes (PTB) e Gastão Vieira (PMDB) – ocupam, respectivamente, a Secretaria de Cidades e o Ministério do Turismo.

Weverton Rocha e Simplício Araújo são fruto de acordos políticos.

Candidato a prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Júnior (PTC) deixou a vaga em benefício do suplente pedetista; Ribamar Alves (PSB),por sua vez, abriu mão de quatro meses de mandato em favor do popular-socialista.

Caso se confirme a articulação política do governo Roseana Sarney (PMDB), em breve, mais um suplente deve assumir vaga na Câmara.

Trata-se de Paulo Marinho Júnior (PMDB), que pasará a ser a bola da vez após ascensão de Ricardo Archer.

Mas, para isso, algum outro deputado precisa “adoecer”…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Suplente ou não, o fato é que no decurso democrático em que as leis estão para serem cumpridas. eles tem que assumir o mandato, pois não pode ficar vago.
    Agora o mais importante, é que devemos verificar o trabalho de cada um.
    Pelo que vem sendo notificado principalmente na região tocantina, é que o Chiquinho Escorcio vem fazendo um belo trabalho. Lógico que sempre faltará muita coisa por fazer. Até porque, a defasagem em termos de padrão de vida, incluindo ai principalmente atos oriundos dos poderes da nação, são de difícil solução a curto prazo.
    Mas se cada um se empenhar, criticando, reclamando, e também apoiando, quem sabe as condições de vida da população melhore a cada instante.

  2. Luís César, concordo plenamente com sua indignação. No entanto quem votam nesses canalhas não são apenas os poucos esclarecido, mas também os muito interesseiros.

  3. Esses caras são eleitos pelo povo,ainda que não mereçam mandato nenhum,e depois transformam o mandato em moeda de barganha,sem o menor respeito.O povo votou no cara para ser senador da república e depois o cara entrega o mandato para o filho,que o povo não votou,e vai ser ministro…pode uma porra dessas ?Ou seja,o povo foi enganado…aí nas próximas eleições o cara quer de novo o voto do povo…o pior é que ganha esse precioso voto das pessoas menos esclarecidas…e de novo começa as danças das cadeiras….tá tudo errado,a reforma política que nunca sai deverá corrigir essas distorções,pra não chamar de bandidagem !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *