10

Desembargadora consegue transformar decisão absurda a favor de Hemetério Weba em algo mais absurdo ainda…

Hemetério, claro, é só felicidade...

O que já era uma decisão absurda tomada por um membro do Tribunal de Justiça do Maranhão, tornou-se ontem ainda pior .

A desembargadora Maria das Graças Duarte decidiu estender o efeito suspensivo dado pela colega Raimunda Bezerra a um recurso do deputado cassado Hemetério Weba (PV) em uma ação que nem admitiria mais recurso.

Trata-se da declaração de perda dos direitos políticos – com consequente extinção do mandato eleitoral – proferida contra o parlamentar e com decisão já transitada em julgado por perda de prazo.

Mesmo sem direito a mais recursos, Weba encontrou, em novembro do ano passado, uma forma de convencer Raimunda Bezerra a mantê-lo no cargo. Ela cassou os efeitos da sentença já transitada – algo inédito -, mas só até que o próprio Weba protocolasse uma Ação Rescisória. 

Esta Ação Rescisória foi protocolada dias depois, o que levaria à declaração automática da perda do mandato, o que não ocorreu.

Agora, sete meses depois, Maria das Graças Duarte decide estender o efeito suspensivo – mantendo o deputado no mandato – até que a Rescisória seja julgado.

E sabe-se lá quando a ação será julgada no TJ.

Coisas da justiça maranhense…

Marco Aurélio D'Eça

10 Comments

  1. Alguem duvida que esse e outros políticos envolvidos com processos tirem seus mandatos inteiros ?

  2. Caro Marco, neste caso ai tenho 2 coisas a dizer: a primeira, gostaria que visaram relação muita intima e estreita que o Dr. Daniel Leite possui com os assessores do gabinete desta magistrada que envergonha este tribunal, vão descobrir ligações antigas que remontam aos tempos de secretaria de saúde no governo Jackson onde quem dava as cartas era o advogado e estes mesmos asseclas; o segundo ponto e mais graves, agora por si tratar de mero expediente deste tribunal, incrivelmente essas coisas absurdas e grotescas sempre caem no gabinete destas desembargadoras super-poderosas, sao elas que sempre decidem tudo e tomam as decisões mais tresloucadas que ultimamente deixam de cabelo em pé até os mais recentes formandos no curso de direito. Esta mesma desembargadora já deveria estar em casa por tudo de ruim que faz utilizando a sua caneta, ela gera descontentamento nos seus pares e envergonha o judiciário maranhense, por isso que ela já possui alguns processos lá no CNJ. Abre o olho Guerreirao, existe uma máfia nessa distribuição e uma rede de assessores infiltrados por escritórios de advocacia no TJ.

  3. Esse Maranhão é um estado de merda, só tem corruptos. É só ver essa Bia venancio, que todo mundo no Paço sabe , que é só corrupção , agiotagem , fraude , e ng faz nada. E os desembargadores ainda protegem, por que será ? Agora pra completar querem botar o filho de Sarney Filho como prefeito do Paço, com o apoio dessa bandida, pode ? Éuma vergonha

  4. isso é um pingo dágua no oceano. o que dizer de junior do mojo e aquele corretor que mandaram matar um empresário e estão soltos; o que dizer de funcionários de um desembargador que recentemente se aposentou dando sumiço em processo; o que vão dizer quando soltarem os mandantes da morte do jornalista assassinado. é só esperar que o tj irá soltar essa turma pesada.

  5. Caro Marco Deça essa desembargadora porra louca do nossoTJ, sempre fez besteiras e nunca a pegaram.Esse deputado é mesmo bambambam, debocha dos seus pares da assembléia, desafia para que formem a CPI da Pistolagem e ninguem o contradiz.O Cara tá se achando….Ka..ka..ka…

  6. Mais uma coisa. Não é nada de brilhante jogada jurídica de advogado A ou B não. É a letra fria da lei, que pode beneficiar o envolvido, quando há “boa vontade” do magistrado.

  7. Nádegas a ver… A desembargadora simplesmente condicionou a validade da liminar, que foi concedida em ação cautelar, ao ajuizamento da ação principal, que no caso foi a rescisória. Se a rescisória não tivesse sido ajuizada, no prazo de 30 dias, a liminar perderia a eficácia. Como foi ajuizada, confirmou a validade da liminar, até o julgamento do mérito da principal. Código de Processo Civil, artigos 806, 807 e 808.

  8. Absurdo é a Bia Sarney, ficar no poder até hoje no poder, com o aval dos juízes e desembargadores do Ma

  9. MAIS UMA BRILHANTE JOGADA JURÍDICA DE MESTRE DO ADVOGADO DANIEL LEITE. ELE CONSEGUE DAR NÓ EM PINGO DÁGUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *