4

TJ autoriza transferência de juíza do caso Décio…

Juíza Alice nega pressões…

O pleno do Tribunal de Justiça decidiu hoje pela manhã transferir da 1ª Vara do Tribunal do Juri a juíiza Alice de Souza Rocha.

Esta Vara é a responsável pelas ações do caso Décio Sá.

Em nota, a juíza afirma que não recebeu pressão e que o pedido de transferência já estava feito antes mesmo da morte do jornalista.

Alice de Souza Rocha foi a responsável pela prisão de todos os envolvidos no assassinato de Décio.

Ela vai assumir a 5ª Vara Cível de São Luís. Para seu lugar, o Tribunal de Justiça ainda não definiu nomes.

Até que os prazos sejam cumpridos para os interesseados em preencher a vaga, o TJ deve noemar um juiz para responder pelo 1°  Tribunal do Juri.

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. EU VO SOLTAR UMA BOMBA, NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA.NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, E NO PALACIO DOS LEÕES. E QUERO VER QUEM VAI ME PRENDER. NO TEM JUSTIÇA NO MARANHÃO KKKKKKKKKKKKKKK

  2. Deça,

    Será que entendi a vossa mensagem ???

    Eu lembro o canal, alias tava com esse canal aberto quando surgiu a atualização.
    Lembro de um fato, um comentario curioso sobre uma referida foto de um certo criminoso desse bando e que correlacionava um certo canal de divulgaçao desse aqui. Achei muuuito estranho. E o comentario foi aqui no seu blog. Fiquei sem entender o comentario. E ninguém comentou sobre ele. Aí deixei de mão.

    Agora vc falando sobre isso, comecei a lembrar desse fato.
    Vivendo e aprendendo!!!

  3. Caro Blogueiro, acabei de ler um post que tratava do pedido de acesso aos documentos do caso ”Décio Sá”. A julgar pela capacidade de escrita dos Advogados de defesa dos indiciados-segundo transcrição de partes do pedido feita pelo blog do Luis Pablo- algo me faz crer que não é a ”técnica apurada” da defesa que irá lhes garantir a concessão de Habeas Corpus. Porém, isto é um sonho meu: Um Maranhão em que julgadores analisarão pedidos dessa natureza baseados nos fatos e na pura técnica jurídica.

    Resp.: Há um fato curioso nesta história. Se a polícia ou o Ministério Público tivessem vazado informações do caso, certamente apontariam como opção este blog, o do Gilberto Léda, o de Jorge Aragão. Mas as informações repassadas pelos advogados da quadrilha de matadores de Décio têm sempre um canal de divulgação: por que será?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *