11

Blogueiro depõe em inquérito contra Sidarta Gautama na CGJ…

O blogueiro Marcelo Veira depôs hoje no inquérito adminsitrativo aberto pela Corregedoria-Geral de Justiça contra o juiz de Caxias, Sidarta Gautama.

A CGJ apura as circunstâncias da relação entre o magistrado eo agiota Gláucio Alencar, preso e indiciado como mandante do assassinato do jornalista Décio Sá.

O processo na corregedoria corre em segredo de Justiça.

Vieira foi levado por Gautama ao escritório de Gláucio, em outubro do ano passado, após o blogueiro ter sido ameaçado pelo agitoa, no restaurante Cabana do Sol.

 O juiz aparece nos depoimentos de Gláucio Alencar, e também em gravações da Polícia Federal, em negócios extra-atividade judicante, que sugerem a prática de agiotagem.

O blogueiro não quis comentar o depoimento ao corregdor Cleones Cunha…

Marco Aurélio D'Eça

11 Comments

  1. Conheço muito juiz que passaram aqui em Caxias que tinha e tem tratores alugados pra prefeituras e ia pessoalmente na Sec de Obras pessoalmente cobrar, ameaçar e receber as horas superfaturadas da prefeitura, ia de terno saindo do fórum sem se preocupar com ninguém. Já vimos aqui em Caxias briga de amante com esposa de juiz no prédio do Fórum e chegar em casa dentro de porta malas do carro da outra. Juiz em Caxias que toma terra de gente pobre e se tornou descaradamente latifundiário e outro que ganhou no bairro “bacuri” um imóvel que tinha rinha de galo pq ajudou numa eleição municipal. Vi juiz estrelinha se achando com lente de contato namorador de menor querendo ser prefeito. Aliás já vi outro que mandava prender pq num jogo de futebol levava pancada e se achando autoridade extensiva para os campos de futebol mandava prender o ofensor. Aliás já vi muitos mais, e somente pq o Sidarta empresta dinheiro a juros é “crime”, ou é mesmo inveja de ele ter e muitos mesmo nesse caminho ão conseguir. Vamos ser menos demagogos como diz o Paulo Matos e o Roberto Lima, assim fica na cara e a turma percebe quem é e olha que desse capítulos tem muito mais pq em Caxias todos sabem de todos, como diz o Dico da Cohab, aqui é Caxias e olha que ninguém falou dos velhinhos roubados na época do Funrural em que um ficou ricão às suas custas. E tem maissss…

  2. Qual o magistrado senhor MARCO AURÉLIO DÉÇA que não tem outro tipo de negógio afora a magistratura ! Qual! Nos poupe com hipocrisia pq o povo e seus eleitores naão são bobos não, deixa de viajar se achando o dono da razão pq possui esse blog ok.

  3. Esse estado e faz de conta , de um lado uma imagem abalada mas verdadeira de um juiz que tem um patrimônio que toda uma vida de trabalho não chegaria nem a metade de tudo e pontudo se faz de santo , procure pagar suas contas Dr sidarta, um bom cobrador sempre e um péssimo pagador.a justa deve procurar investigar não somente o envolvimento com esse glauco mas com todos os agiotas do maranhao pois esse juiz deve ter envolvimento grande com todos eles

  4. Sidarta Gautama quase foi aos tapas com Glaucio Alencar por conta desse haver enrolado ele em um dinheiro que ele havia dado para o Glaucio “agiotar”. Precisou os “seguranças” do Glaucio entrar na “parada” para acabar com abriga. Sidarta era o dono da “conta” da merenda escolar e dos “medicamentos” de Caxias e São João do soter e Glaucio e Fábio que morreu eram os “laranjas” da empreitada. É só investigar…

  5. Amigo, Sidarta Gautama e Ronaldo Ribeiro eram os responsáveis pela gatunagem do dinheiro de Caxias. Ronaldo Ribeiro tinha inclusive a esposa empregada na Prefeitura de Caxias de onde recebe sem trabalhar e sem nunca haver pisado na cidade. Os recursos das licitações eram direcionados para empresas indicadas pela dupla que recebiam gordas comissões em troca davam ao prefeito Humberto Coutinho a garantia de que não seria importunado pela Justiça Estadual, pela CGU e pela PF. É so investigar pega eles todos….

  6. Realmente estão entrando muito na vida dos outros. Colheita de depoimento em processo administrativo é um meio de prova duvidoso.

  7. Qual o crime cometido pelo juiz ao tentar amigavelmente extra-judicial acabar com uma discussão ou desentedimento entre o blogueiro e o Gláucio ? Qual mesmo ? Pelo amor de Deus vamos ser coerentes e deixar de ser hipócritas ser nexo casual !

    resp.: Alguém está falando de algum crime dele neste caso? O que está sendo investigado é asua relação com o agiota Gláuxio Alncar.

  8. Deve somente interessar para o TJ/MA sua conduta como magistrado, isso sim, porém ao meu ver seus negócios extra-judicantes somente diz respeito a ele e não ao TJ. O resto é cada um responder pelos seus atos e suas consequencias dentro sua participação. Agora querer de forma genérica colocar todos e tudo que acontece como fato participativo na morte de Décio é de uma grande irresponsabilidade e demagogia sem precedentes. Vamos ser no mínimo responsáveis e maduros, pq não comprem o povo por besta e idiota que não é e o tiro pode sair pela culatra.

    Resp.; Dede que estes negócios judicantes não tenham ligações criminosas. Aliás, magistrados nem podem ter outros negócios, meu caro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *