21

A covardia truculenta da Lei Seca Eleitoral…

A portaria da Lei Seca, tolice inventada pela Secretaria de Segurança Pública para impedir o eleitor de se manifestar contra a truculência da obrigatoriedade do voto, é um absurdo sob qualquer aspecto.

E no Maranhão, este absurdo chegou às raias da insensatez e da truculência.

Com a proibição da venda de bebida alcoolica entre a última terça-feira e a próxima, após o 1º Turno, a Secretaria de Segurança – com a complacencia interesseira da Justiça Eleitoral –  está apenas transferindo para o cidadão a sua responsabilidade pela paz e pela ordem social.

O sistema de Segurança quer impedir o direito constitucional de ir e vir de toda a sociedade  por que não se mostra capaz de garantir, ele próprio, a represssão a cidadãos eventualmente trangressores.

Ontem, por exemplo, foi ainda mais truculento quando resolveu fechar o bar Por Acaso ea Chopperia Marcelo, quando nem a própria lei fala de fechamento.

O que tem a ver eleição com abstnência alcoólica? O cidadão, por acaso, é um debilóide, que deixaria de votar só por que bebeu na noite anterior?

E que prejuízos causaria à democracia um sujeito que fosse votar de ressaca? Que prejuízos o corrupto sistema eleitoral teria se um eleitor deixasse de votar por que “apagou” de bêbado?

Estados mais avançados já deram de ombros para a tal Lei Seca Eleitoral há tempos.

Nestes estados – Santa Catarina, Espírito Santo e Pernambuco, por exemplo – a véspera da eleição é como qualquer outro dia de festa, em que o sistema de Segurança tem convicção de que o cidadao é capaz de se divertir e cumprir suas obrigações – mesmo as injustas, como o voto.

E quem não tiver capacidade de conviver socialmente, terá a mão pesada da ei sempre presente.

Mas no Maranhão,  quando se fala de Segurança Pública, o que parece é que a coisa só anda com a truculência e a repressão.

Nada mais covarde do que isso…

P.S.: Não confundir a Lei Seca Eleitoral, uma arbitrariedade inconstitucional contra os direitos do cidadão, com a autêntica Lei Seca, aquela qu deve punir com rigor motoristas que dirijam bêbado.

Ps.: publicado originalmente em 5 de outubro de 2012

 

Marco Aurélio D'Eça

21 Comments

  1. já fiz algumas críticas sobre postagens neste blog. Mas a minha consciencia não me permite deixar de elogiar esta postagem. O mais leigo dos cidadãos é capazes de observar a arbitrariedade estampada na portaria da SSP. E ainda dizem que vivemos em um país democrático. PARABÉNS!

  2. Caro Marco,

    Suas palavras tiveram em mim efeito de calmante.
    Dá pra acreditar que nos supermercados (todos) está proibida a venda das bebidas alcoolicas ?
    Fiquei indignado a ponto de não me conter em impropérios ao ” criador ” desse disparate, que nunca ví nos meus 56 anos de idade. Nem nos tempos da gloriosa ditadura militar !
    Até agora, me sinto assim vilipendiado e massacrado, por atitude truculenta, insensata e reacionária, que acredito ser digna de regime similar ao da Coreia do Norte.

    Agora, veja bem, isso só demonstra o nível lastimável dos mandatários desse lugar….

    Vou parar senão um AVC é certo !!!!

    Abraço

  3. Só muito bebão pra votar nesses candidatos, se na próxima eleição tiver uma leva tão ruim de candidatos como nessa, vou entrar na justiça para ter meu direito garantido de não estragar meu voto!

  4. Ta certo Marco se um bando de idiotas querem se matar por causa de politicos na maoiria pilantras e que so querem o voto deles na eleição e depois nem ligam mais pra eles e ao contrario desses idiotas que se matam e ficam inimigos de vizinhos, apos as eleições ou nas proximas estão todos juntos e os idiotas que brigaram com os outros continuam lascados e eles cheios do dinheiro publico e todos amigos. Tem mais que liberar bebida, que se mate quem quiser se matar por causa de politica, eu quero é beber e comemorar as mortes desses idiotas.

  5. Que legal, promovendo a desordem social. Tu vai morrer se passar uns dias sem cerveja ?

  6. Isso aí é um reflexo de uma democracia fragilizada, com mais 50 mil homens do Exército para fiscalizar a votação, homens públicos com ideias dos tempos da ditadura, e um lixo autoritário chamada Justiça Eleitoral, estamos retrocedendo, precisamos aperfeiçoar a nossa democracia, para isso tem que sair de cena alguns servidores públicos com pensamentos atrasados, igual a esse Sérgio Neri e outros membros da cúpula da segurança pública, vou beber a minha gelada e quero ver o safado que vai me proibir !

  7. Marco, não concordo em transferir a responsabilidade somente para a segurança publica, assim como a limpeza da cidade somente a prefeitura e tudo o mais que se transfere ao poder publico e o o cidadão fosse um bêbe que tem que ter tudo na boca. No sul do Brasil, qualquer cidade dessas de cultura alemâ não existe uma praça abandonada, porque antes da prefeitura o cidadão que mora em frente a praça ele mesmo cuida, pois para si importa a beleza que ficará o lugar em frente à sua casa. Aqui no Maranhao tudo é o contrário, tudo se espera do poder publico. Sou síndico de um predio e sei o quanto a população é mal educada, grosseira, violenta. Observa-se isso pelo transito. O povo não está preparado para beber, nao está preparado para a liberacao da maconha. Isso é anti democrático?? fere principios constitucionais?? que seja, que fira. Esta população não merece.

    Resp.: Você está viajando na maionese, meu caro. A segurança é uma questão de estado. Se o estado não tiver capacidade de gerenciar o sistema, nao pode repassar esta responsabilidade para o cidadão. A população é mesmo mal educada, grosseira e violenta. E é exatamente para isso que existea Segurança. Se a sociedade nã conseguir passar pelos momentos de ânimos exaltados tendo a garantia de que a segurança vai agir em caso de qualquer distúrbio, aí o estado faliu. E se, ´para conseguir controlar, o sistema de segurança acaba prejuicando toda a população, aí,também, o estad faliu. É simples assim.

  8. Perfeito,alem de sermos obrigados a votar nesse mentirosos ainda temos qpassar por isso,o pior é ter q votar em pessoas q ñ estão nem aí pro povo.

  9. QUASE NÃO BEBO, ACHEI EXAGERADO, VOU COMPRAR UMAS GELADAS PRÁ COMEMORAR A TRUCULÊNCIA.

  10. Está conversa de lei seca desde a sexta-feira, é simplesmente porque o Maranhão do governo Roseana Sarney, tem o menor numero de contingente policial do Brasil. Além disto, quase todo o efetivo policial foi disponibilizado para a eleição no interior do Estado. FORA SARNEY E CAOSTELO.

  11. E o que dizem as empresas do ramo de bebida e donos de bares espalhado em todo o maranhão? Não precisava tanto rigor, ainda mais em um país que é o pai da democracia. Eleições acontece de dois em dois anos, futebol duas vezes por semana, portanto há um certo exagero nessa medida.

  12. Me parece óbvio que o dever das secretarias de segurança é o de preservar a ordem e paz social e este ´o objetivo da proibição. O efetivo policial não é suficiente para proporcionar segurança no dia a dia e em períodos eleitorais além de todos os locais precisam-se preservar os locais de votação, combater compra de votos, manifestações, etc… O consumo de bebida alcoolica mexe com o psicológico de qualquer pessoa que sob sua influência não mede consequências para pratica de qualquer ato.
    Limitar o uso por algum período visa preservar toda a sociedade dos maus que podem ocorrer diante de uma bebedeira generalizada. Estranha ver alguém defender a liberação de alcool nesse período. acho que precisas analisar com mais prudência antes de externar posicionamentos como este, afinal tens uma boa audiência e propagar a defesa da desordem pela via transversa não deve ser o seu papel, mas sim de informar e opinar de forma construtiva ajudando na modificação e evolução social…pra melhor!!

    Resp.: Porque haveria uma bebedeira generalizada só por causa da eleição? o que influenciaria isso? Não há nenhuma justificativa prática quecomprove este temor. Não existe nenhuma defesa da desordem.Onde está que estou pretgando que se saia por aí fasaendo algazarra? ocê é que está sendo irresponsável ao insinuar isto.O que digo, e repito é: A Segurança está usano a lei do menor esforço ao restringir o ir e vir e as lierdades individuais do cidadão para não trabahar no que deve. É obrigação do sistema de Segurança coibir abusos – sejam eles causados por qualquer fato. E ainda que a eleição gerasse uma bebedeira generalizada, e daÍ? A polícia não está aí é para reprimir isto? Qurer punir toda uma socieedade por causa de uma “possível situação” é arbitrariedade truculencia. É estado de exceção, o qu não se justifica com um meroprocesso eleitoral. Não é problema do cidadão comum se o efetivo é pequeno. O problema é do sistema. O que o cidadão quer é poder sair com a família fazer que bem entender com a garania de que a segurança está garantida. Como isso ocorre, não é problema do cidadão. E se isso não é possíbvel, então o sistema falhou. Quem não pode com o pote, nãopega na rudilha.É simples assim.

  13. Quer dizer então q fecharam o Por Acaso mas liberaram a Toca do Trovão pra funcionar!? À base de álcool e otras cositas mas.

  14. Não se trata só de deixar de votar, uma visão muito restrita, estrito sensu, em vésperas de eleições os ânimos já estão aflorados e com o álcool liberado os índices de violência só tendem a aumentar estupidamente. Não só na capital, principalmente no interior, onde a bala corre solta, melhor é prevenir e impedir que a bebedeira aumente esses índices. Te acalma, depois tu tira o atraso da cerveja.

    Rsp.: E daí que os ânimos estejam exaltados?! E daí que a bebida aumnte sso?! O problema é da segurança, meu caro. É ela quem tem que resolver. No carnaval os ânimos também não estão exaltados? No Natal, no São João? Volto a dizer meu caro: È uam idiotice covarde,arbitrria e truculenta. Nãopreciso tirar o atraso: bebi ontem vou beber hoje e também amanhã,pra comemorar. E vou exigir segurança. É assim que é. É assim que tem que ser.

  15. Mas o cidadão também tem responsabilidade pela paz social e eu ainda não entendi onde está o óbice que impede o ir e vir? Não tem nada a ver. Controla o teu vício Marco.

  16. Fantástico!!! Só se reservou o direito de nao dizer que além de td, é uma Lei burra, nasceu morta, o cidadão não cumpre e nao tem como fiscalizar. Burrice em alto grau, assim como a obrigatoriedade de votar!!!

    Rsp.: E eu defendo, absolutamente, esta rebeldia.

  17. Meu caro, PARABÉNS pelo post, a portaria do secretário é absolutamente ilegal sob todos os aspectos, primeiro que no processo eleitoral o PODER DE POLÍCIA cabe aos juizes eleitorais, portanto descabido o secretário imiscuir-se nessa seaara, segundo pela absoluta falta de razoabilidade ou seja, como proibir durante uma semana inteira que os donos de bares comercializem bebida? e os prejuizos? não seria suficiente proibir a partir de meia noite de domingo? não adianta alegar que é pra garantir a segurança, isso soa leviano demais! O pior é que a justiça fez sim vista grossa e não “derrubou” esse absurdo normativo, só no TJ tenho conhecimento de pelo menos 5 ações pedindo a revogação da portaria e nenhum desembargador se manifestou! nesse contexto não é só a SSP merecedora de críticas mas todo judiciário maranhense. TEM COISAS QUE SÓ MESMO NO MARANHÃO….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *