15

FIT 2012: quanto mais explicam, mais se complicam…

À esquerda, módulo do Maranhão durante a FIT 2012; é assim que 'divulgaram' o Turismo. Foto: Embratur / DivulgaçãoAgora é a Embratur que tenta explicar a ausência de um stand do Maranhão na Feira Internacional de Turismo, em Buenos Aires, na Argentina.

E entra de gaiata, por que nem estava sendo chamada na discussão.

As fotos ao longo deste post foram publicadas no blog de Luís Cardoso.

De tão 'atrativo', módulo do Maranhão na 17ª FIT recebe UMA pessoa. Ao fundo, stand da Bahia exibe uma réplica do Elevador Lacerda, um dos maiores cartões postais de Salvador. Foto: Embratur / DivulgaçãoMostram um pequeno balcão, vazio, que a entidade, presidida por Flávio Dino, diz ser o local onde o Maranhão mostrou suas atrações turísticas.

Leia também:

Embratur mostra balcão vazio e diz ser o stand do Maranhão na FIT 2012.

Antes, foi o ministro do Turismo, Gastão Vieira, quem garantiu ter estado no stand do Maranhão no evento.

Se foi este, melhor não ter sido montado.

Analise você mesmo, leitor.

Amanhã, o blog volta ao assunto, com mais detalhes.

Abaixo, a íntegra da nota da Embratur:

 “A nota “Feira Internacional de Turismo da América Latina não tem presença do Maranhão” está incorreta. Como se verifica nas fotos anexas, informamos que o estado participa com destaque do estande da Embratur na Feira mencionada na nota veiculada nesse blog.

Como em todas as feiras que estão na agenda promocional do Brasil no exterior, a Embratur faz a locação do espaço e fornece aos participantes a estrutura do estande. Aos estados, cabe inscrever-se e participar do evento, de acordo com suas prioridades comerciais.

Esclarecemos também que o Maranhão tem participado com regularidade do calendário de eventos nacionais e internacionais do Ministério do Turismo e da Embratur. Como exemplo, citamos que este ano, durante a Top Resa, maior feira de turismo da França e uma das cinco maiores do mundo, a cidade de São Luís teve um estande especial, em homenagem a seus 400 anos. A Embratur, em parceria com o Ministério do Turismo, também patrocinou apresentações de bumba-meu-boi tanto na referida feira, como em eventos nas ruas de Paris, dando visibilidade à cultura maranhense, como parte de nossa estratégia de aliar cultura e promoção turística.

Alem disso, o Maranhão tem recebido dezenas de jornalistas estrangeiros que participam do programa de press trips da Embratur, gerando noticias em vários países do mundo.

Finalmente, esclarecemos que a Embratur, obedecidos os prazos e critérios técnicos, tem atendido solicitações de apoio do Maranhão e de outros estados da Federação.

No legitimo exercício do direito de resposta, e visando esclarecer os fatos, solicitamos a publicação desta Nota, bem como das fotos que a acompanham.

Assessoria de Imprensa da Embratur”

Marco Aurélio D'Eça

15 Comments

  1. Estou com você, D´Eça.

    E chega de piada de assessoria de Brasília.

  2. Regina e Pé de Gancho, desculpem, votei em Itevaldo, mas o trabalho de Flávio Dino frente à embratur é péssimo. Não possu inenhuma visão do que é emprrendimento turístico. Para ele, cultura no Maranhão é só Barrica e Turismo é só Praia Grande e Barreirinhas – indo de avião. E os estandes das feiras não são bancados apenas pelos estados, não. O Ministério do Turismo e a Embratur possuem sua responsabilidade. Inclusive, na última farra na França, a Secretaria de Estado informou no facebook que as despesas ficaram por conta do Ministério. Esse disse que era pela Embratur, que retornou para o governo estadual. Ou seja: quem está mentindo?

  3. Caro D´Eça,

    Eu concordei com você na maioria dos seus posts. Aliás, somente naquele da cultura popular que não, verdade seja dita.

    Agora, uma pena que um Estado tão rico em cultura e atrações turísticas do Maranhão sirva de trampolim pra meia dúzia e apenas uma entidade cultural sai ganhando – e como sai ganhando. E as “autoridades” gargalham com isso. Afinal, na época das festas, não faltarão migalhas de pão para jogar aos milhares de pombos e boizinhos famintos, enquanto os leões se banqueteiam nos protegidos salões.

  4. A culpa é da Roseana, desatenta ao que está acontecendo. Os governos estaduais que se dão ao respeito cuidaram em montar stand e levar mostras de suas atrações tusrísticas. Os que dormem no ponto ou no baralho, como o Governo do Maranháo, passaram batidos. Por que não mandou o Ricardo Murad e as netas, a caráter e molhados, para divulgar as praias não poluídas de Slz?

  5. Engraçado que na foto do tal stand aparece a imagem do museu de Niterói/RJ, projetado por Oscar Niemeyer… Esse é o stand do Maranhão mesmo??

    Resp.; Pois é, né? Mas há quem veja perseguição cntra Gastão. Imagine, só. Parece um cotiadinho, perseguido…

  6. Marco, esquece um pouco o Flávio e diz pra gente o que faz o Jura Filho, secretário estadual de turismo, e onde ele coloca as verbas liberadas pela Embratur para promover o turismo do Maranhão.
    EMBRATUR quer dizer Empresa BRASILEIRA de Turismo e não Empresa Maranhense de Turismo, pô!

  7. Flávio Dino é presidente da embratur, e nao Secretario de Turismo. Que, tinha que mandar representantes era o Governo. Voce tenta de qualquer maneira associar burradas ao nome de Dino.

    Resp.: Meu deus do céu, chega a ser irritante!!! Ninguém está falando de represanten, pôôôrra! É só a p… de um stand que não teve. Só isso.

  8. BLOGUEIRO DESASSUNTADO, SÓ TEM TEMA DE FLAVIO DINO E EDIVALDO, É PURO MEDO E DESESPERO, JORNALISTA DO SEU NÍVEL TEM MUITO NO SISTEMA MENTIRA, CONTRATADO PRA DEFENDER ESSA OLIGARQUIA, NÃO TEM VALOR.

  9. Realmente o Estado do Maranhão foi muito incompetente em não mandar seus representantes para o evento, uma vez que tinha até “stand” para isso. A governadora tem a obrigação de mandar apurar.
    Vamos ficar de olho.

    resp.; Raopaz, meu deus do céus, você ainda insistem em confundir alhos com buglahos. Ninguéme stá falando da ausência de representantes, meu caro, entedna de uma vez.Os representantes foram. O que se cobraé por que o Maranhão não tinha um espaço próprio para mostrarsuas potencialidades. É outra coisa… Será que é tão difícil de entender???

  10. É UMA VERGONHA, SO INCOMPETENTE. O MARANHÃO COM UM POTENCIAL TURISTICO MARAVILHOSO, GRANDIOSO, SEM A MERECIDA ATENÇÃO. NÃO TEMOS INFRA-ESTRUTURA SUFICIENTE, FALTA PROFISSIONALISMO PARA DESENVOLVER UMA VERDADEIRA POLITICA PÚBLICA NA ÁREA DO TURISMO PARA GERAÇÃO DE EMPREGOS E RENDA, PARA O PRÓPRIO CRESCIMENTO DO ESTADO. UM MINISTRO INCAPACITADO PARA O CARGO, PRESIDENTE DA EMBRATUR DESQUALIFICADO PARA O CARGO, SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO ESTADUAL NÃO SEI NEM QUEM É, E O DO MUNICIPIO A ESSAS ALTURAS DO CAMPEONATO FIM DE JOGO. É REVOLTANTE CARISSIMO BLOGUEIRO VER COMO É TRATADO DE FATO AS RQUEZAS TURISTICAS NO NOSSO ESTADO, COM DOIS MARANHENSES EM CARGOS DE ALTO ESCALÃO. GASTÃO VIEIRA É UMA VERGONHA, FLÁVIO DINNO ESSE ENTÃO NÃO TEM NEM ESPECIFICAÇÃO O RESTO O QUE DIZER.
    É ISSO AÍ!

  11. Todo mundo do mundo da política mente, mente muito mesmo !!! Flávio Dino mente sobre esse evento do turismo FiT 2012, Gastão mente também sobre o mesmo evento e inventa mentiras sobre as eleições 2014, Max Barros diz que a Av. Expressa -o complemento até o Ipase- iria ser inaugurada até o fim do ano, está parada a obra ! Ele mente também ! João Castelo prometeu entre outros o novo trecho da Av. Litorânea, mentiroso velho, não vai cumprir.
    É muito mentiroso né ?! Ta doido.

  12. Ainda bem que existem jornalistas que denunciam essas maracutaias.

    A assessorai da Embratur está completamente equivocada. Ou não quer dizer a verdade. Turismo de tolo, em que nem inglês quer ver.

    Na feira de Paris, tão garbosamente citada, uma vez mais o protegido Boi Barrica é quem foi “representando o Turismo do Maranhão”. Aliás, nenhuma novidade, porque somente ele vai para esses eventos.

    Tudo pago pelo Governo do Maranhão, que alegou que o Ministério do Turismo é quem estava pagando. Este disse que quem pagou a conta foi a Embratur, que diz que o s governos estaduais que bancam. Quem está mentindo? E por que somente Boi Barrica? Por que Roseana assim quer, manda, exige. Ela deve ser acionista. Só vai ele. Ninguém mais.

    Vide festas dos 400 anos. Quem era o consultor da SECMA para a programação? E por que ele colocou seu grupo (Barrica) em três noites seguidas? Ser pago pelos cofres públicos para beneficiar seu próprio grupo? Que nome tem isso?

    As mesmices de sempre. As mesmas coisas. E o Estado não é representado e muito menos chega a apresentado à altura.

    Nosso Turismo tem crescido? Não! Temos uma programação anual decente de eventos? Não! Temos somente shows em que o Barrica e artistas a ele ligados fazem a festa – em cima e fora dos palcos. Principalmente, fora.

    Após as esmolas e migalhas distribuídas no carnaval e São João, Turismo não existe pros lados daqui. O mundo conhece? Se nem nós conhecemos. E ano que vem não teremos eleição.

    Não importa o que a Embratur diz. A realidade é outra. Um stand vazio, pode-se mesmo dizer.

    Mas, por que Flávio Dino se rende tanto assim à Governadora Roseana? O que estará por baixo do triste véu da vergonha?

    Resp.: Olha só, meu caro Williams. pelo menos dessa vez você concorda comigo.

  13. O problema e que o Flávio Dino e um turista na Embratur. Em vez de trabalhar pelo turismo do pais, fica no Maranhão fazendo politicagem.

  14. E o Secretário de Turismo, o que diz a respeito? Ou ele não tem nada a ver com isso,?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *