2

Veto parcial de Dilma desagrada deputados maranhenses

Veto de Dilma Rousseff tem a intenção de resguardar os contratos estabelecidos, segundo a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

O veto parcial da presidente Dilma Rousseff (PT) ao projeto de lei aprovado que instituía a redistribuição dos royalties, causou ao mesmo tempo um alívio e um desagrado aos deputados maranhenses (leia mais aqui).

“O que a presidente fez foi encontrar uma forma de ficar em cima do muro. Do jeito que fez a coisa, ela garantiu a montanha de recursos que hoje já ficam em poder do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, mas dando a nós, estados não produtores, a perspectiva de ganhos futuros”, afirmou líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual César Pires (DEM).

Apesar de 100% dos recursos provenientes da exploração do petróleo serem destinados à área da educação, a decisão causou uma sensação de injustiça, que só será sanada caso o veto seja derrubado pelo Congresso Nacional em nova votação.

Enquanto isso, cabe no momento aos deputados dialogar com o governo federal para garantir a destinação todos os valores provenientes de contratos futuros não só para a educação, mas também a outros setores. A visita da presidente na próxima segunda-feira (01) já é um bom momento para iniciar este diálogo.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Francamente… chora esse “insatisfeito” deputado, querendo fazer a gente acreditar que se de fato os recursos virem serão investido em beneficio do povo. Porque então ele não aproveita e na presença da presidenta faz um pronunciamento manifestando essa “revolta” toda. Seria capaz? Tem gente que pensa que o diabo não sabe onde ele vive.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *