9

Só em São Luís, 23 pessoas fraudaram o concurso da PM

O total do número de presos durante as provas do concurso público da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP/MA) é de 27 pessoas, sendo 23 somente de São Luís.

O restante foi detido na cidade de Caxias, sendo que também um professor, acusado de ser  o chefe da quadrilha, está preso pelas respostas da prova que seriam passadas a quadrilha do esquema de fraude. Segundo a SSP, cada um pagaria R$ 15 pelas respostas.

A SSP informou ainda que não há possibilidade da anulação do concurso, pois de acordo com o órgão a ação da polícia foi rápida em conter a fraude e prender os suspeitos ainda durante a realização das provas. O chefe da quadrilha teria sido preso em Caxias, uma das três cidades onde as provas foram realizadas.

 

Marco Aurélio D'Eça

9 Comments

  1. ANULAÇÃO JÁ, pela moralidade, secretário de segurança o senhor acha que a sociedade e os candidatos estão acreditando que foram apenas esses suspeitos que fraudaram este concurso, pelo amor de Deus.

  2. Deca, qual a opinião do Blog: o concurso deve ou não anulado??

    Resp.: Não.

  3. no ano de 2006,quando teve o concurso, um professor que respondeu a prova de um candidato na minha frente, isso foi na cidade de Caxias ele pagou $ 6000,00 se passasse na prova objetiva naquele ano ha organizadora foi a FCC Eu não falei nada por que ele tinha colocado para outro batalhão em que escrevi, não era um concorrente meu.

  4. Deça, muito me admira você tratar de um assunto de tamanha relevância com uma notinha tal simplória, como se tudo fosse resolvido assim, o sistema mirante como um todo ignorou tal assunto, praticamente o dia todo, incrível, mas análises devem ser feitas: não há como a polícia dizer que prendeu todos os provavéis beneficiários da prova, pois os que foram presos, foram pessoas que estavam na posse de cópia das provas, logo pessoas totalmente despreperadas pois nem capacidade tiveram de decorar as respostas, por outro lado, houve notícias de que um candidato ao cargo de delegado fora preso no Campus II f nas mesms, circunstâncias que os candidatos da PM e que inclusive fora lavrado o auto de prisão em flagrante, e no colégio Batista, onde também fora realizadas provas para delegado, numa determinada turma a embalagem de prova chegou violada, fato este que fora registrado em ata, pelos concursandos, logo, fica claro que houve vazamento geral das provas e não há como a polícia dizer que deteve todos os beneficiários, pois não resta outra saída aos demais que canditados que não buscar o judiciário para anular o concurso.

  5. Marcos, è com tristeza que recebo essas informações, pois a cidade de Pindaré sempre foi conhecida por ter muitas pessoas que se destacam pela competencia e honra. Aquí nós temos diversas pessoas formadas em todas as áreas, em medicina,direito,economia,veteerinária e tantas outras não menos importantes. Ocorre, que últimamente se ver tanta gente passando em concursos para o BB e caixa, sem a menor condição tanto intelectual quanto educacional mesmo. Em fim, é triste para essas famílias e para todos nós pindareenses e que eles paguem pelo erro, pois pessoas que se preparam anos a fio são passadas pra trás por esses facínoras.

  6. MARCO, CORRIGIR O VALOR PARA R$ 15.000,00 POR PESSOA.
    AGORA E HORA DE CANCELAR UM CERTAME,SUJEITO A DIVERSAS CONTESTAÇÕES JUDICIAIS. ALUIZIO DEVE ENQUADRAR ESSES PATIFES QUE FRAUDARAM AS PROVAS DESSE CONCURSO HÁ MUITO ESPERADO PELOS MARANHENSES.

  7. marcos esse concurso precisa ser anulado, pegaram os caras passando a resposta e os receberam as resposta? ta numa boa

  8. Deça, sinto-me lesado! Pela moralidade e legalidade do concurso, vistos até aqui, o mesmo precisa ser anulado! Vamos cobrar das autoridades competentes pois, quem nos garante que alguém não foi beneficiado?!

  9. COMO JÁ NÃO SE BASTASSEM OS BANDIDOS QUE TEM NA PM, AINDA QUEREM ENTRA MAIS POR MEIO DE FRAUDES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *