7

Major Brandão depõe…

Do blog de Gilberto Léda

O major Brandão, acusado de agredir a socos o comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Franklin Pacheco, numa partida de futebol semana pasada (relembre o caso) acaba de se apresentar no Comando Geral da PM.

Ele está acompanhado de um advogado e é ouvido, neste momento, pelo coronel Nepomuncena.

Extra-oficialmente, Brandão já afirmou aos superiores ter sido pego de surpresa com a notícia de que seria preso por “coisa de bola”, como ele avaliou o episódio. Continue lendo aqui…

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Concordo com a Jane , roupa suja se lava em casa mesmo não na hora do lazer, mais infelismente nosso maranhão é isso uma vergonha.

  2. mais uma injustiça no comando do cel franklin,sai a relação de promoçao de praças, mais um vez vários policiais artigo são prejudicados e não são promovindos por tempo de serviço uma falta de grande respeito e consideração desse comandante geral e seus oficiais vários militares artigos deram sua vaga de promoçao para os apadrilhados e seus papagaio de pirata dos oficiais, policiais com vinte tres anos de serviço prestado ao estado nao tiveram sua promoçao por direito sendo que outros com cinco anos e dez ano de serviço foram promovindo a guarduaçao de sargento um grande desrespeito a todos policiais artigo ta na hora desse ministerio publico tomar uma grande providência tudo isso ja ta de mais ja virou uma grande palhaçada nesta policia militar e por isso que estar acontercendo certas coisas nesta instituiçao que governo e esse que so faz mal vamos tomar uma providencia ja ta de mais e preciso o policial entra na justiça para adquiri seu direitos nao pode tudo isso cel franklin vamos ser justo e nao fazer mais injustiça para quem nao merece ja que voce nao sai do comando da policia seja mas humano e justo com seu policiais e com as pessoas procura mundar esse pensamento e dos seus oficiais que so vem prejudicando muito gente. neste mundo atual nao pode acontecer tudo isso ninguém tomar nem uma providencia sobre esse assunto na policia militar cade esse ministerio publico para fazer uma grande auditagem das iregularidades e demais tudo isso o que pode vira esta policia para futura com essas injustiça vamos obsevar tudo e de mais mesmo

  3. Parabéns Major, esse Coronel há muito tempo estava merecendo uma surra! além do mais, é incompetente, a Governadora devia nomear o Major para assumir para Coronel

  4. Também parabenizo o Major…e digo ao Coronel…que vergonha hein.
    Briga de jogo termina no campo, campo não é lugar de lavar roupa suja.

  5. na verdade a policia militar com o Franklin empancou, em todas ele está, o coronel melo fez várias denuncias de improbidade administrativa dele, depois veio a greve, depois desvios no colégio militar em imperatriz envolvendo sua sogra, depois o Franklin agrediu verbalmente um subordinado com palavras impublicaveis e agora o fundo do poço, envolve-se em vias de fato com seu subordinado. não tem ninguém defendendo o comandante ou seja todo mundo na PM espera que o governo o exonere. em outras palavras quem se arrebenta é a população.

  6. Vou dá os parabéns para esse major Brandão.
    Agora major Brandão, eu gostaria que o mesmo fosse fazer uma visita a noite no trailer da Polícia Militar do bairro da Cohab Anil I – Praça do Rodão, os policiais que ali trabalham ficam a noite e jogando PS3 – vídeo game e quando chega alguém para pedir ajuda os mesmo mandam para se dirigir até o poste de monitoração do para fala o acontecido e o policial do monitoramento que atende o cidadão diz: espera aí que a viatura está chegando e cidadão fica horas e horas esperando e não é atendido, e os seus subordinados continuam jogando PS3, Major vem dá umas PORRADAS nesses seus subordinados também e convida o coronel Franklin Pacheco para lhe acompanhar.

  7. Marcos, Esse assunto foi amplamente divulgado em outros blogs, e também com outra conotação; no luiz cardoso à exemplo: Ficava claro que o CEL Franklin, teria passado das medidas e o MJ Brandão teria se defendido e vencido com ampla folga o combate. Pois é, fica evidente a falta de entedimento na tropa da polícia militar, teve greve e agressões de todos os tipos, inclusive a mais grave de todas subordinado metendo o braço em superior. Portanto, fica patente a falta de comando, e já está mais que na hora da governadora tomar as rédeas da segurança pública e cobrar explicações aos que detem cargos de alto escalão nos orgãos supra citados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *