4

Enem: Nem notas nem nada

Por Aline Alencar

Seria engraçado se não fosse trágico e irritasse bastante. Todo ano, desde a época em que a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se tornou obrigatória para o ingresso ao Ensino Superior, em 2009, o seletivo passa por problemas seja de fraude, seja de congestionamento no site de inscrição, etc.

Logo quando se tornou obrigatória nos vestibulares, a segunda versão do Enem sofreu críticas quanto aos critérios de correção na redação. Ano após ano, são gabaritos que vazam antes das provas serem aplicadas e provas que depois são anuladas.

Hoje, na edição de 2012, o Enem “aprontou” mais uma com os concorrentes a uma vaga na universidade: o site de consulta de notas fica fora do ar por quase meia hora e, mais uma vez, há indícios de que as notas da prova vazaram, dessa vez a prova de redação, embora o Inep, Instituto que organiza o seletivo, negue.

Já não bastasse o estresse enfrentado ao se deslocar ao local de provas por dois dias, com engarrafamento e confusão, pois na distribuição de inscritos por local, parece que é de propósito colocarem o estudante para fazer o seletivo a quilômetros de sua residência. E, edição após edição, o Enem parece cada vez mais feito sem profissionalismo e de qualquer jeito.

 

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. enem não é nada e o retrato dos nossos governantes e a impressa que acoberta tudo nesse país de malandro e safados,que tentam enganar a população,fora politicos desonestos.

  2. Bom dia! Talvez o amigo acima não tenha precisado fazer alguma busca no site do ENEM para dizer essa bobagem…estou desde o dia da divulgação tentando fazer uma alteração de resgate de senha, pq simplesmente não consigo acessar a nota do meu filho e todas as tentativas em vão…até no 0800 já liguei e nada podem fazer…desde o início desse ENEM falhas muito graves existiram e continuam a existir e o povo brasileiro se acomoda aceitando tudo que o governo impõe…

  3. Isso tudo é besteira. Esses estudantes conseguem dormir em fila para comprar ingresso de show. Brigam para receber abadá e nunca se atrasam quando se fala de farra, seja perto ou longe de casa. Só tem desculpa quando é para estudar. Pau neles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *