16

Pepê Júnior: um talento maranhense…

Pepê Júnior: showman

Pepê Júnior começou a cantar e tocar nos idos dos 80, quando integrava a banda “O Peso”, um dos ícones que embalavam as festinhas a década, juntamente com “Os Magnatas”, a  “Banda Cartaz”, “Artsom”, banda “Reflexo”, “Nova Geração” – que mai tarde viraria a banda “Reprise” – além da “Banda Tropical”.

Muitas foram as festas embaladas pelo “Peso”, que tocava o auge do pop-rock nacional e os ritmos da onda – com a inconfundível guitarra de Pepê, então Pedro Júnior.

No Casino Maranhense, Clube do Bial, Clubão da Cohab, no Jumbo…

Pepê era o guitarrista, que puxava os solos e fazia os arranjos para a bela voz de Raimundinho e Cidinho. A dupla marcou a banda com a interpretação de clássicos como How Can I Go On, de Fredy Mercury e Montserrat Caballé.

Mais tarde, Pepê fundou o Sambauê, com Lomanto e outros amigos. Outro sucesso de público.

Os anos passaram, o guitarrista enveredou pelo Axé e criou algumas das belas canções maranhenses – mas nunca perdeu a veia pop-rock e a força da guitarra.

E é esta verve que Pepê Júnior hoje mostra em seus shows.

A abertura da noite em que Paralamas do Sucesso e Roupa Nova marcaram o “Show da Virada”, na Lagoa, foi uma obra-prima de Pepê Júnior.

Artista sempre antenado com o público para o qual toca, ele conseguiu preparar a multidão que lotou a Lagoa da Jansén com sucessos de todos os estilos e épocas.

E ainda apresentou os músico da família que já começam a despontar.

Não há dúvida de que Pepê Júnior é um dos mais importantes artistas maranhenses – um dos mais pops, multifacetado e um dos mais conhecidos.

Um verdadeiro talento maranhense…

Marco Aurélio D'Eça

16 Comments

  1. É, vcs Sao da terra e não valorizam. Eu e minha esposa somos do Rio, e curtimos muito o rapaz. Tem que ter talento para segurar a onda de abertura de grandes shows. Quero acompanhá-lo, saber de seus shows, para assistirmos.

  2. Realmente deu um show. Esse é o BB Junior, que a gente tem que ainda tem que aguentar. O cara só sabe gritar, “aleja” todas as musicas para o ritmo dele e na hora de um tom mais alto ele passa para o publico cantar. Esse cidadão já “deu”. Tem muito mais gente compente e com repertorio até melhor, a exemplo de Guilherme Junior, Panda, etc. Ele deve é ter algum “parceiro forte” no governo pra estar em todas. Amadurece Maranhão.

  3. Animadiiiiiiiiissimo
    Repertório excelente
    Gente boa
    Simpático
    Um artista e tanto,
    Agora que ele canta bem…. Nao mesmo

  4. O FLÁVIO DISSE QUASE TUDO: “Ele é animado, boa praça, tem bom repertório…mas bom cantor aí é sacanagem, voz rouca e falha, sem força nenhuma”. Agora digo eu: o PP não está sendo profissional o bastante. Nem responsável. Nem inteligente. Deveria dar uma pausa e cuidar da voz, a qual vem lhe deixando a cada dia menos ‘talentoso’.

  5. É rapaz, o cara é da terrinha, então não é reconhecido, mas dão valor a um Michel Teló a um Latino e outros tantos que são do eixo sul/sudeste é f……….

  6. Poupe-me desse comentário. Dizer que Pepê Júnior é um talento…É mesmo é um saco… Haja folego, ter que aturar esse enjoo para poder curtir um Geraldo Azevedo, um Paralamas ou um Roupa Nova.

  7. Parabéns Pepê, vc merece esse reconhecimento, não só por seu talento, mas por sua capacidade de liderança e determinação no alcance de seus objetivos. Tive oportunidade de conhecê-lo no início de sua formação musical e alí pude perceber que registraria seu nome entre os principais artistas de nossa terra e como é jovem e motivado sei que há objetivos bem maiores a ser alcançados. Siga em frente, vc é sinônimo de sucesso!

  8. Ele é animado, boa praça, tem bom repertório…mas bom cantor aí é sacanagem, voz rouca e falha, sem força nenhuma…talento não é não!

  9. ADORO JAZZ E BLUES E RECONHEÇO NO PEPÊ, UM ARTISTA COMPLETO, ENCARA TODOS OS RÍTMOS DE FORMA NATURAL, MUITO BOM MESMO! UM MARCO NA MÚSICA DA NOSSA ILHA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *