6

Emergência em Coroatá…

IMG_6349

Trabalhadores começaram ontem a tirar o lixo do município…

A prefeita Teresa Murad (PMDB) decretou situação de emergência no município de Coroatá.

Ela recebeu o município em situação de total desorganização administrativa e financeira.

Com a assinatura dos decretos, Teresa garante tranquilidade para adiquir material de expediente e combustível para automóveis limpeza de ruas  e iluminação pública e funcionamento dos postos de saúde e escolas municipais.

IMG_6242

…que já se espalhava por toda Coroatá

A situação nessas áreas é de calamidade, como mostram as imagens ao longo do texto.

Teresa Murad recebeu a Prefeitura de Coroatá sem nenhuma documentação referente à contabilidade e sem invetário do patrimônio. O prefeito que deixou o cargo no dia 31 levou todos os HDs dos computadores.

Em outro decreto, a prefeita determinou a realização de imediata e completa auditoria contábil e financeira na folha de pessoal e em todas as contas da Prefeitura de Coroatá, de todas as secretarias municipais e de todos os órgãos da administração indireta.

IMG_6217Encontramos a cidade em estado de abandono, não recebemos informações oficiais necessárias ao bom andamento da administração e precisamos dar respostas imediatas à população – declarou Teresa Murad, que ontem mesmo iniciou o processo de coleta de lixo em toda a cidade.

Para limpar a cidade, que estava tomada por lixões, estão sendo utilizadas 10 caçambas comuns e três truncadas, três pás carregadeiras e dois caminhões, operados por 40 homens.

Paralelamente, 96 garis trabalham na varrição das ruas, em todos os bairros de Coroatá.

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Tá certo que o Luis foi uma decepção. Mas essa Teresa e esse Ricardo Murad, não são flores para se cheirar.

  2. Quem deveria decretar ESTADO DE EMERGÊNCIA seria o professor prefeito Josemar, pois recebeu uma herança maldita de Raimundo Filho. São servidores municipais com mais de dois meses, não pagou o 13º salário, professores sem receber seus vencimentos e em consequência não concluíram o ano letivo, ambulâncias quebradas, postos médicos sem funcionar e sem atendimento médico, escolas fechadas prejudicando, inclusive, a realização de matrículas para o ano letivo de 2013. Josemar recebeu um presente de grego do seu próprio aliado, imagine se ele não fosse correligionário? Além disso, o prefeito guardou em segredo o nome de quem iria compor o seu secretariado, pensávamos que seriam pessoas renomadas e experientes que poderiam desenvolver um grande trabalho na gestão que se inicia. São pessoas totalmente desconhecidas a exemplo do secretario de orçamento e gestão, o senhor Gustavo Serra, que é proprietário de armarinho na avenida 08 no Maiobão, que exercerá um cargo de tão grande importância, enquanto o seu vice, Marconi Lopes, que é advogado com especialidade no Direito Municipal vai para secretaria de infraestrutura, ao invés de ir para a Procuradoria Geral que seria a área ideal pelo seu conhecimento técnico. É assim que iniciamos este 2013, e pior com um slogan: UM NOVO PAÇO PARA TODOS! Como pode desse jeito? Abraços.

  3. Rsrsrsrs ricardo não tem jeito mesmo, se fosse em são Luis,seria um escândalo rsrsrsrsrsrsrsr Ricardo quer sempre tudo na emergência para nao ter licitação será que um dia essa peste vai ser preso pela PF

  4. Vejamos como vai ser o tratamento a ser dado quando em São Luís acontecer o mesmo.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    É impressionante como Marco d’Eça vira camaleão e fica da cor da ocasião. Para puxar o saco de Ricardo Murad o Estado de Emergência é necessário, mas pra condenar “Holandinha”, com certeza essa mesma medida legal será o fim dos tempos.

    resp.: E Holandinha vai decretar emergência em São Luís???

  5. Perece que Coroatá vive o mesmo problema de São Luís, embora em menor escala, já que a dívida deixada por João Castelo beira 1 Bilhão de reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *