8

Para garantir educação, secretário admite parceria com o Governo do Estado

Em virtude dos inúmeros problemas encontrados na educação de São Luís, o novo secretário Municipal de educação, Allan Kardec, empossado ontem pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), admite que para a educação da capital melhorar será necessária a parceria com o governo do estado.

Uma atitude que se faz sensata em virtude do que o governo apresentou como resultado ao intervir na saúde municipal. Em apenas uma semana, cerca de sete hospitais já foram reestruturados. A medida foi emergencial justamente devido ao caos na saúde pública municipal.

Logo, é de suma importância uma medida emergencial também na educação e nada melhor do que unir forças com uma gestão já acostumada a resolver de forma rápida e eficaz esses problemas.

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. Seria cômico se não fosse trágico e/ou tragicômico. Não é esse grupo que “tomou” São Luís, para implantar um “novo jeito de governar” que abominam e apedrejam intermitentemente o Governo do Estado?

    Não é esse grupo que pretende “libertar o Maranhão” do “governo do atraso” em 2014?

    Sem falar nas campanhas e nos discursos oportunistas, todos os dias, aqui mesmo, os puxa-sacos, baba-ovo e baba-cloacas, estão caluniando e difamando o governo estadual. Como agora precisam de parceria com um governo que eles abominam e achincalham todos os dias?

    Pelo que se sabe, o governo do estado também recebeu do Jackson, e desse mesmo grupo, um Maranhão de terra arrasada (o governo da roubalhada, que eufemisticamente chamavam de balaiada. Só se fosse de ratos) e nem por isso o governo estadual decretou calote aos fornecedores ou pagou o funcionalismo a crediário (só falta decretar que para receber os salários, haverá consultas ao SPC e ao SERASA). E haja hipocrisia!

    E agora todo mundo com o dedinho pra cima e um sorriso sarcástico no rosto, repitam comigo: “Que Deus nos ajude!”

    E aí eu me divirto: Ilari lari lari ê. Oh Oh Oh.

    Arthur da Távola

  2. É……….foi sem voto que o GRUPO chegou aos Leões, e vai chegar também ao La Ravardière………… Quando se espantarem já está tudo entregue……… abre o olho Dino…………..

  3. Educação é o que mais falta em todo o Maranhão,onde a maior parte da população é analfabeta funcional. Um batalhão de bestas. Ignorantes e inocentes se divertem com shows de artistas famosos e só isso é suficiente para conceder seu voto a quem é responsável por sua desgraça. É assim no governo do estado com seus shows da virada e em pequenas cidades como Maranhãozinho, com Amado Batista no dia 21/12 para seus 15.000 maltrapilhos habitantes.

  4. POSTURA DE QUEM É COERENTE POIS, A PRINCÍPIO, O MAIOR BENEFICIÁRIO DAS PARCERIAS É O POVO; SERIA ASSIM QUE TODO POLÍTICO DEVERIA PENSAR, O QUE NÃO OCORRE COM FREQUÊNCIA.

  5. Concordo que o caminho é esse. Parceria, porém o secretário de educação parece adorar holofotes. Já demonstrou isso. Tá na hora de se reunir com a equipe e planejar soluções, tem 120 dias, do contrário, RA, RE, RI, RO, RUAAAAAA. Chega de aparecer!

  6. ACHO QUE O CAMINHO CERTO DEVE SER ESSE, ESQUECER O PRECONCEITO E ABRIR UM LEQUE DE DIÁLOGO EM TODAS AS DIREÇÕES, NÃO É OBRIGADO SER PARCEIRO EM TODOS SENTIDOS E SIM NO QUE É DE INTERESSE COMUM ENTRE AMBAS AS PARTES, O BOM É DEIXAR AS INTRIGUINHAS E AS PICUINHAS PRO TEMPO DE CRIANÇA E AGIR DE FORMA MADURA, ENCARANDO OS DESAFIOS, PROCURANDO FAZER O MELHOR PARA O NOSSO POVO.

  7. Marco,

    como já falei anteriormente, sei de sua parcialidade, por isso não vejo problemas quando escreve de forma tendenciosa a enaltecer o Governo do Estado e depreciar o outro lado, no caso o Governo Municipal.

    Acho que não percebe, e acredito que tenha seus motivos para agir assim, mas como você puxa muito a sardinha para o lado do Governo do Estado, chega a soar falso demais em muitas das vezes…É uma dica pois de tão exagerada a crítica (à Prefeitura) ou o elogio (ao Governo do Estado) que isso tira um pouco de sua credibilidade como jornalista…

    Espero que não me xingue por isso..rs…É apenas uma opinião sincera.

    Um Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *