7

Func também sinaliza parceria com o Estado

Foto 1 - contato institucional

Olga Simões e Francisco Gonçalves discutem parceria

A Fundação Municipal de Cultura também sinaliza parceria com o Governo do Estado. A secretária de estado de Cultura, Olga Simão recebeu presidente da Func no início da tarde desta sexta-feira (11), a visita do presidente da Fundação Municipal da Cultura (Func) de São Luís, Francisco Gonçalves.

O encontro serviu como primeiro contato institucional com o objetivo de estreitar as políticas culturais do Estado com as do município.

Ao final da visita, Olga Simão afirmou que o Governo do Estado tem buscado parcerias no sentido de fomentar e difundir a cultura em todos os níveis e, que tem conversado com os prefeitos do Maranhão, a fim de estruturar projetos em prol da população maranhense.

“Foi um encontro no qual conversamos sobre vários assuntos no que diz respeito a políticas culturais que o Governo do Estado desenvolve no município de São Luís”, informou a secretária Olga Simão, ao acrescentar que se vem mantendo um diálogo com todos os agentes culturais.

Para o presidente da Func, a visita foi proveitosa e importante no que se refere às demandas que requerem uma ação conjunta entre o Município e o Estado. “Foi uma primeira conversa de trabalho em que se tratou de assuntos como, por exemplo, o Carnaval, tudo para que possamos garantir uma folia tranquila”, disse Francisco Gonçalves.

Pelo visto, as parcerias prometidas já estão em andamento.

 

*Com informações Secma.

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Onde estão recebendo as doações de confete, serpentina, e nariz de palhaços???????

  2. Era isso que devia ser feito aqui. Quem tem que financiar carnaval é quem lucra com ele: os produtores de cachaça!

    “A promotora de Justiça Leida Diniz proibiu, nesta semana, a prefeitura de Teresina de destinar recursos públicos para o Carnaval 2013. No ano passado, a mesma promotora havia ordenado a suspensão de verbas para as escolas de samba, o que inviabilizou os desfiles na Marechal. Com o nome semelhante com o da atriz já falecida, Leila Diniz – considerada uma revolucionária que adorava o carnaval – a promotora não tem feito muito sucesso na cidade com a decisão. Porém, Leida Diniz tem um bom argumento. Segundo ela, o prefeito local, Firmino Filho, prometeu “reduzir drasticamente as despesas com publicidade e com eventos festivos” e cuidar da “boa aplicação dos recursos públicos satisfazendo os direitos essenciais dos pobres” como saúde, educação e transporte”. Coluna Cláudio Humberto

  3. Até estranhei o ter do texto, muito complacente! Quando eu li, *Com informações Secma. entendi que o texto nao era teu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *