4

Projeto pretende que novo prédio de comunicação da Assembleia homenageie jornalistas

Décio Sá foi assassinado em abril

Décio Sá será um dos jornalistas homenageados caso o projeto seja aprovado

O deputado estadual Rubens Jr. encaminhou um projeto que sugere o nome “Jornalista Neiva Moreira” para o novo prédio de Comunicação da Assembleia Legislativa.

Além de Neiva Moreira, nomes de radialistas e jornalistas seriam homenageados em núcleos no prédio de comunicação: “Radialista Tony Castro”, Radialista Denny Cabral, “Jornalista Décio Sá”, “Jornalista Coelho Neto” e “Auditório Deputado Neiva Moreira”.

Rubens Jr. declinou de sua proposta inicial por entender a importância que o nome do prédio da Comunicação da Assembleia seja institucional, levando em conta os inúmeros comunicadores que atuaram nos diversos veículos de comunicação do estado.

Uma justa homenagem.

 

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Legal homenagear o jornalista, mas as perguntas que ficam são: quando vao elucidar este caso e prender os verdadeiros assassinos
    até quando a SSPMA vai tapar o sol com a peneira e proteger os “apoiadores” dele?
    até quando a injustiça continuará sendo feita e a morte de Décio caindo na ridicularização do inquérito policial irresponsavel?

  2. Justiça a Decio Sá!!!!!
    Alo SSPMA prendam os verdadeiros culpados e assim Decio realmente será homenageado!!!!!

  3. Acho justa a homenagem,
    Mas decio primeiramente teria que ser “vingado”
    Até quando os pixes grandes ficarão impunes?
    Prenderam um velho analfabeto virtual, um agiotinha frouxo, um papagaio ensaiado…
    Eu ein, que versão mais boba, só ignorantes e a grande massa engoliram essa!!!
    Chega a ser cômico como essa mentira esta se tornando insustentável!

  4. A maior homenagem que poderiam fazer a Decio Sa era por os verdadeiros mandante em grade,enquanto seu corpo se decompoe o deputado Rigo Teles continua a ameacar pessoas e a corromper autoridades em outros casos nos quais ele e o mandante,Almir Neto,Aldo Andrade,Miguelzinho,Sr.Moises, e isso tudo com os olhos da justica bastante abertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *