Ícone do site Marco Aurélio D'Eça

João Abreu dá nova dinâmica ao governo e libera Roseana e Luis Fernando para a ação poítica…

joão e tema cunha

João Abreu conversa com o prefeito Tema Cunha

A chegada do empresário João Guilherme Abreu à Casa Civil teve dois efeitos imediatos no governo Roseana: liberou o secretário Luis Fernando Silva (PMDB) a mostrar seu perfil de tocador de obras, e deu agilidade à governadora Roseana Sarney (PMDB) para fazer exatamente o que mais gosta, o tète-a-tète político e o contado popular.

É visível o melhor momento vivido hoje pelo governo, tanto do ponto de vista administrativo quanto do político.

Luis Fernando: mais solto para agir politicamente

Roseana ganhou ânimo novo para estar no interior, em contato com todas s correntes políticas – de governo e de oposição. Luis Fernando, por sua vez, também ganhou desenvoltura política como secretário de Infraestrutura – e tocador de obras – e tem feito discursos cada vez mais esipirituosos do ponto de vista político.

É dele, por exemplo, a afirmação de que o Maranhão quer mudança, “mas não apenas mudança só de gogó”, numa referência ao blábláblá sem aplicação prática da oposição que gravita em torno do chefão do comunismo, Flávio Dino.

Roseana fazendo o que gosta: articulação política

Com Roseana e Luis Fernando livres para agir, cabe a João Abreu a relação institucional com prefeitos, deputados, sociedade civil e clase empresarial, auxiliado por secretários como Hildo Rocha (que acumula Cidades e Articulação Política), Rodrigo Comerciário (da Articulação Institucional), e, principalmente, Clodomir Paz, da pasta de Programas Especiais.

A diferença na relação é sentida até entre os oposicionistas.

O líder do bloco de oposição na Assembleia, Rubens Pereira Júnior (PCdoB), elogiou o tratamento de João Abreu a um pedido de informações de sua autoria.

Abreu mantém contato quase que diário, tanto com Rubens Júnior quanto com Marcelo Tavares (PSB).

A relação mais próxima do prefeito de Caxias, Leo Coutinho, é também fruto da amizade entre o chefe da Casa Civil do governo e o ex-prefeito Humberto Coutinho (PDT), tio do atual gestor.

É com seu estilo discreto, ágil e operacional – em busca de resultados sempre, como qualquer executivo – que João Abreu vai tocando a Casa Civil do governo Roseana.

Com metas e objetivos a alcançar, a curto, médio e longo prazo.

E os resultados já começaram a aparecer…

Sair da versão mobile