12

Governo e Simproessema próximo a um acordo pelo Estatuto…

Secretário Bringel discute acordo com membros do Simproessema

Representantes do governo Roseana Sarney (PMDB) e do Sindicato dos Professores estiveram reunidos até o final da noite de ontem costurando os últimos detalhes do Estatuto do Professor, a ser mandado para votação na Assembleia Legislativa.

– O Estatuto é definido em duas partes: a que chamamos escrita, onde estão os conceitos, e a dos gráficos e tabelas de progressão e promoção. A parte escrita está pronta, já na revisão. A das tabelas está sendo discutida e será definida ainda hoje – disse o líder do governo na Assembleia, deputado César Pires (DEM), ontem, por volta das 19h.

César Pires: compromisso com pedido de urgência

A previsão dele era a de que até as 23 os representantes das secretarias de Planejamento, de Administração, de Educação e do Simproessema fechassem os últimos detalhes das tabelas.

– É um esforço grande para garantir um estatuto discutido bilateralmente, entre o governo e a categoria – declarou Pires.

Caso a minuta do Estatuto seja aprovada por ambas as partes, será encaminhada até amanhã para a Casa Civil, que se encarregará de encaminhar o projeto de lei à Assembleia Legislativa até a semana que vem.

– Eu mesmo já me comprometi a pedir urgência na tramitação – disse César Pires.

Por este cronograma, o estatuto estará votado semana que vem…

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

12 Comments

  1. É lamentável a situação dos educadores no Maranhão. Quando falo em educadores não é focando apenas nos professores, mas, em todos os que fazem educação. Neste contexto incluo os administrativos, que nunca são lembrados. Atualmente as escolas da Rede de Ensino estão com um defasagem vergonhosa. Não há administrativos(apoio de secretaria) nas escolas, o serviço burocrático, preenchimento de documentos, agora o SIAEP, Censo Escolar, enfim, toda rotina escriturária da escola, fica por conta de 1 ou 2, de alguns professores que socorrem o setor num horário de folga, ou se o gestor sabe fazer o serviço, ou ele faz sozinho ou ajuda o administrativo a fazer. Vergonha também é a gratificação de um secretário escolar(estadual) R$ 91,14. Ainda não fui informada se há intenção de concurso ou contrato (como no caso da limpeza nas escolas) para apoio administrativo.
    Gosto de afirmar que para nossos governantes, administrativo escolar, não faz parte da educação…aliás, não é servidor… tá só de enfeite no prédio escolar. Porém, sei que somos importantes e necessários em todos os seguimentos dentro da escola.

  2. Estamos preocupados sim com a urgência de votar esse estaturo.Mais preocupação deveremos ter com o seu conteúdo,pois pelo que sabemos,o tal não foi colocado para apreciação,discussão mesmo,pela classe de professores.Pode vir uma bomba combinada…

  3. Estamos preocupados sim com a urgência de votar esse estaturo.Mais preocupação deveremos ter com o seu conteúdo,pois pelo que sabemos,o tal não foi

  4. Já estamos há quase um mês parados! Já estava na hora de agir com o bom senso, uma vez que nossos alunos são os maiores prejudicados; por que tanta demora!!!!! Será realmente que estão preocupados com a educação?!!!!!!

  5. A educação do Maranhão, e porque não dizer do Brasil, só terá jeito quando os professores forem valorizados e, isso implicará necessáriamente em investimentos na educação, para tanto deverá haver vontade política dos nossos representantes políticos.

  6. A Educação do Maranhão só vai melhorar significativamente quando esta governadora der adeus…

  7. Espero q resolvam logo isso , pq tou querendo estudar…
    E o nem ja está perto….

  8. nos professores somos é forte porque todos estes que estão no poder passaram pelas mãos destas pessoas que hoje clama por socorro pra ter um salário digno e a nosso guerreira que todos pensavam que ia trabalhar empro da educação mais se enganamos , mas quem se enganou foi a Roseana sarney

  9. Tenho muita pena dos professores e professoras da nossa capital. Mais uma vez serão lesados por acordos espúrios entre Sindicato e Governo. Tem jeito não. Professor nasceu prá entrar na TACA.

  10. Pois é estamos ganhando apenas a metade do piso. Pelo que sei piso é o menor salário de uma categoria. Nós professores do estado do Maranhão trabalhamos 20 horas nas salas de aula, fora o planejamento, correções de atividades, testes e outros. Então os professores trabalham bem mais que essas 20 horas. Todos os estados deveriam pagar aos seus professores o piso integral, que já é pouco, imaginem a metade, pois a lei do piso não pode retroagir para prejudicar os professores, estamos falando dos direitos adquiridos, especialmente aos dos aposentados, que muitos desses, infelizmente, deixaram de ganhar as vantagens que tinham.Graças a Flávio Dino, eles estraram para ganhar o piso.

  11. É POR ISSO QUE EU DIGO, NESSE GOVERNO DA GOVERNADORA ROSEANA,TEMOS GRANDES NOMES; O SECRETARIO RICARDO MURAD,O DEPUTADO ROBERTO COSTA, DEPUTADO CESAR PIRES,UM DOS MAIS BRILHANTES DEPUTADOS QUE TEM UM COMPROMISSO COM O EDUCADOR MARANHENSE.

    CESAR PIRES,EX REITOR DA UEMA, FOI QUEM MAIS TRABALHOU PARA MELHORIAS DO ENSINO UNIVERSITARIOS PUBLICO DO MARANHÃO E PROMOVEU MELHORIA SALARIAL AOS PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DA UEMA.

    VAMOS AGUARDAR ESSA NOVA TABELA DE VENCIMENTOS DOS PROFESSORES,POIS ESSA QUE ESTÁ EM VIGOR NAO INCENTIVA NINGUEM
    A SEGUIR A CARREIRA DE MAGISTÉRIO.POUCO MAIS DE DOIS SALÁRIOS MINIMOS É O QUE GANHA ATUALMENTE UM PROFESSOR DE SEGUNDO GRAU, UMA VERGONHA PARA QUEM QUER DAR NOVOS RUMAS À EDUCAÇÃO DO MARANHÃO.

    SÓ COMPARANDO:TENHO UM VIZINHO QUE É AUXILIAR JUDICIÁRIO DO TJ-MA,COM APENAS O 1ºGRAU CONCLUIDO, E RECEBE LÍGUIDO CERCA DE 2.900,00. ENQUANTO UM PROFESSOR DE SEGUNDO GRAU, RECEBE CERCA DE 1.500,00 – UM VERDADEIRO ABSURDO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *