19

Os furos de Aluísio Mendes…

Aluisio-Mendes-16082011A cada entrevista dada, vez ou outra, o secretário estadual de Segurança Pública, ALuísio Mendes comete alguma gafe em sua fala.

Da vez passada, a mais comentada foi quando o secretário afirmou que “a sensação de insegurança em São Luís é artificial”, julgando que a violência acontecia apenas no tráfico de drogas, esquecendo do restante da população atingida direta e indiretamente por este tipo de violência.

Foi o fim.

A mais nova, em entrevista novamente à rádio Mirante AM, Aluísio desmereceu o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), atribuindo a ele responsabilidade pelo número de assaltos realizados por menores de idade.

Realmente houve um aumento 28% eu estou com a estatística, estava até com o comandante geral tratando disso agora é dado importante de tudo isso é que foram feitas 33 prisões de assaltantes de coletivos e de van, mais de 60% deles menores de idade que são presos, apreendidos que é o termo correto a ser usado e que rapidamente voltam a delinquir. Eles são pela deficiência do nosso ordenamento jurídico – o famigerado ECA que propicia que essas pessoas são apreendidas, são apresentadas à autoridade policial e a autoridade policial é obrigada imediatamente a apresentar ao Ministério Público que a lém diz que chama um responsável e ele é colocado em liberdade, então isto tem dificultado o combate – disse.

A declaração gerou revolta entre os setores que trabalham diretamente com o menor infrator e conhecem de fato o estatuto e suas deficiências.

Uma declaração que chocou justamente por vir de um secretário de segurança pública.

Só não admira mais quando se lembram da já citada declaração infeliz…

Outra bola fora, infelizmente.

Com redação de Aline Alencar

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

19 Comments

  1. Não morro de amores pelo sr. Aluísio Mendes, porém tenho que admitir que esse tal de ECA (penso até em vomitar), é um dos responsáveis sim pelo crescente índice de criminalidade que assola o País.É um instrumento que permite, para quem já nasceu no crime, continue delinquindo, e não só isso. Permite também que os bandidos usem esses filhotes de marginais para encobrir seus crimes. É claro que existe toda um quesão estrutural como pano de fundo que é sempre muito bem utilizado por quem defende a manutenção desse Estatuto esquizofrênico. Penso que tá na hora da sociedade levar a bunda da sua zona de conforto para rediscutir esse famigerado ECA, caso contrário, em em futuro não muito distante vão ter que diariamente enterrar nossos entes queridos vítimas desses bandidos, vagabundos, vermes simplesmente porque não temos coragem de dizer o que pensamos sobre esse assunto.

  2. Lógico que ele tem razão. O Estado é o responsável pela Universidade do crime criado através do chamado ECA, devemos trabalhar para evitar que os jovens acelerem as suas “formaturas” e transformem o nosso País numa estrutura impossível de se viver.

  3. rapaz… coitado de aluísio, eu não sei o que ele fez pra ser tão criticado assim, esse marco d’eça tem um fetiche com ele, só pode… por mais que aluisio não seja um gênio, uma sumidade, não dá pra criticar ele só pq meia dúzia de metidos a politicamente corretos acham que o ECA é o dono da verdade… cuidado blogueiro… isso tá parecendo mais coisa de homoafetivo… que é o que o pessoal diz aí…

  4. O ECA TEM QUE SER MUDADO SIM. A FUNAC NÃO RESSOCIALIZA NEM PROSTITUTA. TEM QUE SE PARTIR URGENTEMENTE PARA UM CONTROLE DE NATALIDADE. ESSES MENORES INFRATORES (CRIMINOSOS) TEM QUE PASSAR 10, 20 OU 30 ANOS PRESOS PELOS CRIMES QUE COMETEM. NÃO PODEMOS MAIS É FICAR NESSE BLÁ, BLÁ, BLÁ ETERNO QUE SÓ PIORA AINDA MAIS.

  5. Reduçao da menoridade Penal é medida imediatista que somente iria acabar agravando o ja grande problema demográfico nos falidos presídios desestruturados do Brasil. O problema é que os governos do nosso país passam uma mensagem para os que tem intenção em ingressar no mundo do crime que é muito mais vantajoso ser um criminoso e praticar crimes do que seguir uma vida reta. Primeiro a impunidade no Brasil é um dos fatores de escolha dos traficantes internacionais a virem se refugiar aqui. Se sao presos tem toda sorte de benefícios lícitos, como auxilio reclusao para a familia e visita intima…onde ja se viu isso!? E tb ilícitos como a falha escancarada de segurança e a corrupçao de alguns a gentes…agora, colocar um menor infrator dentro de um inferno com esses que eh um presidio, ele soh vai fazer um curso de graduaçao no crime, pois vai conviver cm os piores tipos de criminosos, e se punir um infrator de 17 anos de prisao cm 10 anos ou 20 anos de cana, ele sai com 27 anos ou 37 anos pior do que ele entrou e muito meu amigo, ai vc segura suas calças, sua vida e sua familia e bote cadeado na casa e compre um cachorro bem brabo e coloque cerca elétrica na sua casa que ainda nao vai estar seguro . A soluçao é educaçao a longo prazo e tolerancia zero com dirigentes como este secretario de segurança que até agora nao explicou para a populaçao o porquê da omissao de provas contra pessoas do seu circulo de influência cno caso Décio Sá…se fosse em outro lugar, ele ja teria sido exonerado e tb investigado e indiciado pelo MP. mas como aqui é o Brasil e, principalmente Maranhão isso nao vai ocorrer nunca.

  6. Reduçao da menoridade Penal é medida imediatista que somente iria acabar agravando o ja grande problema demográfico nos falidos presídios desestruturados do Brasil. O problema é que os governos do nosso país passam uma mensagem para os que tem intenção em ingressar no mundo do crime que é muito mais vantajoso ser um criminoso e do que seguir uma vida reta.

  7. Metade do valor de custeio da PM é gasto em videomonitoramento
    Maranhão 18-07-2013 às 10:30 4 comentários

    Mesmo com todos os problemas estruturais e materiais o Comando da Polícia Militar do Maranhão através de contrato N° 280/2013 da própria instituição gastou mais de 12 milhões de reais (R$ 12. 294.209,42) na contratação de empresa especializada em implantação e manutenção de sistema de videomonitoramento. Valor que deveria ser bancado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado. O documento tem vigência de doze meses, a contar da data de assinatura, em 11 de abril de 2013.

    Vale ressaltar que o valor total de custeio a que a Polícia Militar tem direito chega a ordem de R$ 24 milhões ao ano. Esse valor não pode sofrer deslocamento, principalmente diante da atual situação nos batalhões de polícia e da carência de viaturas no estado.

    Outro detalhe é que a Assembleia Legislativa do Estado precisaria aprovar uma suplementação para repor o valor.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    TAGS: Polícia Militar do Maranhão Secretaria de Segurança Pública

    4 comentários em “Metade do valor de custeio da PM é gasto em videomonitoramento”
    Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link
    CHICAOOOOO

    18/07/2013 às 11:55
    VIXXE ATE A PM DO MARANHAO TA NA ONDA DE MONTAGENS DE LICITAÇAO EYTA E A SECRETARIA DE SEGURANÇA COM AQUELE LOCADORA DE ARAQUE DE PENANBUCO QUE NAO REAL A EMPRESA E DE LARANJAS DO TRATOZAO AGORA A PM MEU POVO ISTO E MAIS PARA DESVIAR NOSSO DINHEIRO QUE VEM PARA SEGURANÇA DO ESTADO POR ISTO QUE ESTAR AI A BANDIDAGENS COMO ESTAR NAO PODEMOS NEM SAIR DE CASA E NEM TAO POUKO IR A UM BANCO SACAR QUALQUER QUANTIA ISTO AI 70% DESTES VALOR ELES BOTA NO BOLSO E PARA PRESTAR CONTAR A EMPRESA NEGOCIA NOTAS FRIAS COM ELES E FIKA POR ISTO MESMO QUEM SE FODE E O POVO AGORA VCS ME DIZ QUE MORAL ESTAS AUTORIDADES TEM PARA PUNIR ALGUEM SE A PF . E O MP FUNCIONAASE AQUI NO MARANHAO A HISTORIA ERA OUTRA AQUI SO FUNCIONA QUANDO ELES QUEREM DIRECIONAR A UMA PESSOA ISTO SIM
    karolina

    18/07/2013 às 12:29
    com certeza ninguém está levando vantagens, é tudo por força da dedicação, todo mundo caladinho, tudo dando certo e tu querendo botar tudo a perder. é o governo da transparenica.
    Carlos Furtado

    18/07/2013 às 13:47
    É preocupante que notícias como esta cheguem ao conhecimento público e não se observe nenhuma tomada de decisão por quem tem a obrigação de adotar providências legais. Enquanto isso o que se verifica é a vivências de problemas estruturais e materiais como consta no post acima, particularmente na área compreendendo ao Comando de Policiamento de Área do Interior 6. Durante alguns meses embora estando desempenhando as funções de comando na área regional correspondente ao 4º Batalhão em Balsas (integrado pelos municípios de Alto Parnaíba, Carolina, Feira Nova do Maranhão, Fortaleza dos Nogueiras, Loreto, Nova Colinas, Riachão, Sambaíba, São Felix de Balsas, São Pedro dos Crentes, São Raimundo das Mangabeiras e Tasso Fragoso) e pela 6ª. Companhia Independente em São João dos Patos (integrada pelos municípios de Barão do Grajaú, Benedito Leite, Buriti Bravo, Lagoa do Mato, Mirador, Nova Iorque, Paraibano, Passagem Franca, Pastos Bons, São Domingos do Azeitão, São Francisco do Maranhão, Sucupira do Norte e Sucupira do Riachão), jamais pude realizar uma viagem na área quer seja de inspeção, fiscalização e/ou visita administrativa/operacional, pois as justificativas do escalão superior eram de que não havia recursos para custear o previsto em lei (diárias e custeio de deslocamentos), o que nos obrigou a realizar o acompanhamento e controle apenas através de relatórios dos Comandantes das Unidades. Embora tenhamos oficiais na área de alto cunho de comprometimento e responsabilidade, verificando “in loco”, nem sempre o que chega em São Luís, condiz com a realidade enfrentada pelos policiais militares integrantes dos Destacamentos Policiais Militares (DPM), pois, muita das vezes, estes, tem que se desdobrar para cumprir as missões constitucionais. Neste último final de semana (11 a 15/07/2013) em gozo de licença prêmio, aproveitei para me deslocar com a minha família ao circuito das águas (Riachão – Carolina), na oportunidade, visitei vários municípios e fui surpreendido com o recebimento de muitas reclamações sobre a situação difícil no que tange a manutenção de viaturas, bem como o combustível necessário para que o policiamento ostensivo seja desenvolvido, pois é necessária a participação efetiva de prefeitos, secretários, empresários, comerciantes e às vezes dos próprios interessados em receber os serviços (intervenção de policiais em ocorrências), por outro lado, a manutenção dos policiais em alguns municípios recai sobre a responsabilidade da administração municipal e que de alguma forma acabam interferindo no dia-a-dia organizacional.

  8. Aluisio é desqualificado para o cargo.
    É o Secretário calça curta do MA.
    É bola fora e vara dentro…. do jeito que ele gosta…

  9. O Secretário falou somente a verdade, mas a mesma é dolorida para os defensores da bandidagem juvenil.

    • Ele falou apenas u que a maioria da população sente na pele, menor mata, assalta, e nada é feito para reverter este quadro. A figura do tal ” di menor” causa pavor n a sociedade, gerando a sensacão de impunidade

  10. Nos Estados Unidos, na Inglaterra, países desenvolvidos, com políticas de segurança avançadas, menores infratores, a partir de dez anos, são penalmente responsáveis. No Brasil, não. Daí ser uma extrema ignorância ou hipocrisia discordar das colocações feitas pelo Secretário de Segurança, pois, no país todo, os crimes mais violentos têm por detrás um menor. Mantê-los inimputáveis é desejar que cidadãos de bens continuem vítimas da violência.

  11. O Secretário disse uma verdade… O ECA é uma lei que precisa ser revista urgentemente, sob pena de continuarmos dispensando o mesmo tratamento, que deve ser dado àqueles em estado de vulnerabilidade, não pode ser tratado com as mesma medida os que deliberadamente cometem crimes, muitos cometidos com requintes de crueldade.

  12. Caro reporter, infelizmente tenho de admitir que o Aluísio está correto em alguns pontos, assim como admito que estás correto quando afirmas que o próprio Secretário tenta passar à população um lado que não existe na segurança pública do Estado. Vamos entender que este estado de insegurança assola o Brasil, mas daí dizer que existe uma fonte ou várias fontes para o crescimento desordenado das cidades e isso trás toda a violência que estamos sentindo na pele, ficaria bem mais conveniente, isso para ambos, tanto para você contestar todas as declarações do secretário, assim como ele para mostrar ao cidadão o que e como deve ser feito o seu trabalho. Assim como eu não creio no trabalho do Aluísio como secretário, acho que a experiência e a capacidade intelectual dele estão aquém do que realmente estamos precisando para comandar a secretária… e não me venham com negócio de Cutrim e João Alberto que estes modelos ultrapassados de polícia não cabem mais!!

  13. Hipocrisias à parte, concordo com o Secretário. O ECA realmente estimula muitos delinquentes a cometerem crimes. Ja ta passando da hora de isso ser revisto.

  14. Mas é verdade, e revolta do setor, to pouco me lixando pra eles. E a população também, tanto que a maior parcela da população brasileira hoje é a favor da redução da menor idade. O ECA só institui a delinquência juvenil no país tornando intocáveis os menores assassinos e infratores, coisa que países de primeiro mundo, dito e tidos como referência no mundo, tal proteção não existe aos criminosos menores de idade. Só no Brasil, país da incoerência que vemos uma barbárie dessas e gente pra defender bandido, tá com pena, leva pra casa.

  15. Este homem so da bola fora sempre!
    Alias, nao sei nem o que ele ainda esta fazendo nessa secretaria.
    F
    O
    R
    A
    A
    L
    U
    I
    S
    O
    O

  16. Marco,

    Mas o que ele falou é verdade mesmo.

    Aloísio Mendes é o seu novo alvo (junto com Flávio Dino e Holandinha)?

    • Se o ECA ESTIMULA OU NÃO A VIOLENCIA,ESSA NÃO É COMPETENCIA DO SECRETARIO DE SEGURANÇA,ELE NÃO É MINISTRO DA JUSTIÇA E NEM MINISTRO DO STF,NÃO TEM QUALIFICAÇÃO PARA SER NEM SECRETARIO DE SEGURANÇA,QUANTO MAIS MINISTRO!! RS………… O QUE EU VEJO,É UM ESTADO ASSUSTADO COM A VIOLENCIA!OS BANDIDOS PERDERAM O RESPEITO,O MEDO! TODO MUNDO SABE QUE ESSE ALUISIO NÃO TEM COMANDO,NÃO TEM MORAL ENTRE OS POLICIAS!A GRANDE MAIORIA DOS POLICIAS DO ESTADO NÃO SUPORTAM ESSE CARA!! ENFIM.ALEM DELE NÃO TER QUALIFICAÇÃO PARA O CARGO,NÃO TER PREPARO,NÃO TER EXPERIENCIA,ELE NÃO TEM RESPALDO,NÃO TEM RESPEITO DA CLASSE E NEM DA POPULAÇÃO!!

      • A violencia sempre vai existir mas ela deve ser contida pelo estado para que seja mantida em patamares próximos aos estabelecidos pela ONU. Nessa guerra em que o Brasil perde feio, o Maranhão é o pior dos piores. O resto é conversa para tirar o foco da questão principal: falta gestão na Segurança do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *