5

Marina Silva entre PPS e PSB…

Marina Silva entre dois partidos…

Lideranças do PSB e do PPS comemoram a entrada da ex-ministra Marina Silva aos seus partidos.

O vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, anunciou em seu perfil no Facebook que a candidata iria se filiar ao PSB, assumindo o lugar de Eduardo Campos (PE) como candidata a presidente.

Mas a coluna Panorama Político, de O Globo, anuncia desde cedo que, “ontem à noite, o ambiente no PPS era de euforia” por conta da possibilidade de filiação da ex-ministra.

Qualquer que seja o passo dela – o prazo para filiação termina neste sábado – Marina já tem consciência que não poderá ficar fora da disputa de 2014.

E tem força para chegar brigando, pelo menos, por uma vaga no Segundo Turno…

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. MARINA, VOCÊ!

    CRUZEIRO DO SUL-AC, SÁBADO, 05 DE OUTUBRO DE 2013
    Publicado em 25 de março de 2013

    “Qual a diferença entre Dilma, Aécio e Eduardo Campos ? ” questiona Marina Silva.

    Em campanha em Rio Branco pela criação do partido #Rede, Marina Silva disse que aposta no “ativismo autoral” para a transformação política e social.

    Em meio a um périplo pelo País em busca das 500 mil assinaturas que possam viabilizar seu novo partido, a Rede Sustentabilidade, a ex-ministra do Meio Ambiente e senadora pelo PT do Acre concedeu entrevista exclusiva ao Estado.

    Incomodada com a antecipação do calendário eleitoral, Marina comparou Dilma aos principais pretendentes ao cargo – Aécio Neves (PSDB-MG) e Eduardo Campos (PSB-PE) -, e destacou a Rede como única alternativa ao sistema político atual.
    Qual a diferença se for Aécio Neves, Eduardo Campos ou a Dilma? Tem diferença em relação ao modelo de desenvolvimento? Me parece que até agora todos estão no mesmo diapasão.

  2. Para vice do PSB, partido de Marina é preconceituoso e fundamentalista

    Por Cristiane Agostine | Valor

    SÃO PAULO – Vice-presidente nacional do PSB, o ex-ministro Roberto Amaral disse que o partido articulado pela ex-senadora Marina Silva é “fundamentalista” e preconceituoso”. O dirigente do PSB afirmou ter poucas informações sobre o movimento político orquestrado por Marina, chamado de Rede Sustentabilidade, mas disse que a futura legenda é “sem caráter”.

    “Ainda não tive muita informação, mas até aqui é um negócio fundamentalista, religioso e preconceituoso. Ainda não vi política nele”, afirmou Amaral, ao chegar ao hotel em que será celebrada a festa de dez anos do PT no comando da Presidência da República, na capital paulista.
    “O partido é sem caráter. Não digo isso no sentido moral, mas no sentido de não ter definição programática. Ainda não disse para que veio”, declarou, ao ser questionado por jornalistas sobre o partido articulado pela ex-senadora, ex-ministra e candidata derrotada à Presidência em 2010.

    Leia mais em:
    http://www.valor.com.br/politica/3014514/para-vice-do-psb-partido-de-marina-e-preconceituoso-e-fundamentalista#ixzz2guOoAkcK

  3. MARINA do PT, do PV, do REDE e do PSB.

    Marina Silva foi vereadora pelo PT nas eleições de 1988.

    Marina foi deputada estadual pelo PT nas eleições de 1990.

    Marina foi senadora pelo PT nas eleições de 1994.

    Marina foi reeleita senadora pelo PT nas eleições de 2002.

    Marina foi Ministra do Meio Ambiente no governo do PT, nomeada pelo Presidente Lula, tendo ocupado o cargo de 1º de janeiro de 2003 até 13 de maio de 2008.

    Marina desfiliou-se do PT em 2009, após saber que seria Dilma e não Ela a candidata do PT a Presidência da República em 2010; tendo afirmado na saída do PT que “a decisão foi taciturna e a comparou com o fato de ter deixado a casa dos pais há 35 anos num seringal rumo a uma cidade grande.”

    Marina filiou-se ao Partido Verde (PV) para concorrer à Presidência da República em 2010, cargo a que concorreu e foi derrotada.

    Marina, em 7 de julho de 2011, no evento “Encontro por uma nova política”, realizado em São Paulo, anunciou oficialmente sua saída do Partido Verde (PV).

    Marina iniciou o processo, em 2013, para criação do REDE, chama-lo de seu e candidatar-se a Presidenta da República em 2014. Não obteve o registro do REDE no Tribunal Superior Eleitoral, até então.

    Marina, em 05 de outubro de 2013, anunciou sua filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), com vistas a concorrer à Presidência da República nas eleições de 2014 pelo PSB.

  4. E com isto os planos de Lula, foi para as cucuias, pois o ato de Marina calou a boca dos bandidos alugados pelo PT, pra detonarem Marina nas redes sociais, sem se falar que agora a tentativa de anularem a candidatura de Eduardo Campos, foi por água abaixo, só resta agora arquitetarem pra diminuir o tempo dos Pesebistas na tv, talvez isto consigam. Petralhas sem pudor…

  5. Qualquer coisa que possa tirar o PT e seus 400 ladrões do poder, é válida e justa. Nós precisamos nos livrar desse bando de abutres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *