2

Sindispen emite nota sobre acusação de envolvimento com criminosos…

O Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindispen) divulgou Nota de Esclarecimento na qual faz os rebatimentos de praxe, em relação às acusações de que uma de suas diretoras trocava te4lefonemas com bandidos presos no Complexo de Pedrinhas.

Em síntese, o sindicato nada esclarece sobre a acusação, limitando-se à exaltar as qualificações profissionais de Liana Furtado e a acusar a direção do presídio, e da própria Secretaria de Administração Penitenciária, pelo caos em Pedrinhas.

Abaixo, a íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Ao tomar conhecimento pela imprensa de que uma ocorrência de nº 009/2014 foi lavrada pela agente Josiane Oliveira Furtado, Diretora do CDP/PEDRINHAS,em face da descoberta de um celular em mãos de um preso chamado José Jardeson Sá Matias, e ato contínuo,afirmado que uma das ligações que teria sido feita pelo referido preso, foi atribuída a Diretora de Comunicação deste SINDSPEM, Liana Furtado, vimos a público manifestar o que segue:

1- Repudiamos com veemência a citação do nome de Liana Furtado, em fato absolutamente inverídico. Que jamais recebeu qualquer ligação do referido preso e de nenhum outro.

2- Que é servidora pública estadual há 24 anos, e jamais teve seu nome atrelado a qualquer tipo de ato ilícito e muito menos qualquer anotação que desabonasse sua conduta.

3- Que sindicalista, diretora de comunicação do SINDSPEM, e no dia 28 esteve á frente das manifestações de ato público de repúdio realizadas na sede da SEJAP eda OAB contra as condutas incompatíveis que vem sendo tomadas contra os interesses da categoria.

4- Entendemos que a difamação desferida contra Liana Furtado não passa de uma retaliação por conta de sua firme atuação, ao lado dos companheiros do sindicato, contra os demandos e as politicas equivocadas que geraram, no último ano, as mais convulsivas crises jamais vista em toda a história prisional do estado.

5- Acreditamos que o que deve ser explicado à sociedade é como a direção daquela unidade, sob gestão da referida diretora,não tem conseguido evitar a entrada de tantos aparelhos celulares,além de outros objetos ilícitos apreendidos com grande frequência nas revistas feitas pela Polícia Militar.

6- Deve também ser explicada a gravíssima denuncia formulada à policia pelo preso Cleideilson de Jesus Cunha, vulgo “Verruga”, de que na atual gestão do CDP os presos “eram jogados uns contra os outros” com o objetivo de se matarem.

7- Informe-se que no CDP trabalham somente três agentes penitenciários, exercendo funções administrativas,sendo os demais servidores contratados de emprsas privadas.

8- Por fim, a Diretora de Comunicação deste SINDSPEM, coloca á disposição das autoridades competentes, inclusive, o Ministério Público do Estado do Maranhão, as linhas telefônicas da servidora citada para que seja quebrado o sigilo de suas ligações nos últimos 02 (dois) meses.

São Luis, 30 de janeiro de 2014
Antonio Benigno Portela
Presidente do SINDSPEM

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. GOSTARIA DE SABER PORQUE NÃO FOI FEITO NENHUM COMENTÁRIO SOBRE O FRACASSADO PROTESTO EM FRENTE A SEJAP EM QUE CÉSAR BOMBEIRO LEVOU UMA DÚZIA DE AGENTES TODOS APADRINHADOS PELO SINDICATO E NÃO APARECEU NENHUM AGENTE PENITENCIÁRIO SÉRIO PARA RECLAMAR, ATÉ PORQUE NÃO TEM NADA PRA RECLAMAR. O QUE SE VIU FOI UMA BAIXARIA EM QUE O DESPREPARADO SINDICALISTA USA ATÉ DE PALAVRAS BAIXAS PARA ATINGIR O QUE DEVERIAM SER SEUS COLEGAS DE PROFISSÃO. SINDICATO FALIDO NÃO ARREGIMENTA NEM DUAS DEZENAS DE SÓCIO, CÉSAR DEVIA PEDIR PRA SAIR E DEIXAR OS AGENTES SÉRIOS TRABALHAREM. SE ELE TEM PROBLEMA PARTICULAR COM UCHOA ELE DEVERIA TOMAR AS DECISÕES SOZINHOS COMO UM HOMEM FARIA E NÃO FICAR SE ESCONDENDO ATRÁS DE SINDICATO E DE POLITICA. É TÃO BURRO QUE LEVA UM CARTAZ CONTRA LUIS FERNANDO QUE NÃO TEM NADA A VER COM A SITUAÇÃO. CLARAMENTE ENVOLVIMENTO POLITICO. DEVIA SER PRESO POR ESTAR ANTECIPANDO CAMPANHA POLÍTICA.

  2. Esclarecimento perfeito! Principalmente quando diz “politicas equivocadas que geraram, no último ano, as mais convulsivas crises jamais vista em toda a história prisional do estado”. Por mais que existam problemas em presídios em todo o Brasil, não há como negar que no Maranhão a coisa saiu totalmente do controle. Um governo sério já teria a muito tempo demitido o secretário de administração penitenciária. A propósito, além de tudo não tem a mínima aptidão para se expressar em frente as câmeras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *