0

Serviço de Castelo não funciona e manutenção de Holandinha é pior ainda… Coroado está embaixo d’água

coroado1

Por volta das 14 horas, a água já alcançava quase o assoalho dos carros

As imagens que ilustram este post foram captadas agora à tarde, em meio à chuva que caiu em toda a cidade.

São imagens da rua do Chumbo, rua do Arroz e rua da Mandioca, todas no Coroado.

Mostram claramente a incompetência do poder público para resolver o problema de escoamento do canal do Coroado.

O ex-prefeito João Castelo (PSDB) gastou milhões em uma obra que, na primeira chuva de 2013 – exatamente em 13 de fevereiro – provou que não funcionaria, como mostrado neste blog. (Relembre aqui).

coroado3

O alagamento chega até a Avenida dos Africanos

No ano passado, já na gestão de Edivaldo Holanda Júnior (PTC), a prefeitura iniciou um serviço de urbanização da área aterrada do canal.

E gasta milhões em propaganda para dizer que isto é o mais importante para os moradores.

Mas os moradores argumentam que o serviço de drenagem – o mais importante – ainda não funciona.

Em janeiro, a prefeitura tentou um paliativo, limpando pequenos canais de ruas adjacentes, o que também não funcionou.

E o serviço não vai funcionar nunca por um simples detalhe; o problema é que um morador resolveu construir sua casa, irregularmente, bem em cima do que deveria ser a saída das águas que saem desde a Redenção. (Releia aqui)

coroado

Morador observa desolada a aguaceira em sua porta, sem poder sair de casa

A prefeitura sabe disso, o Banco Mundial sabe disso, mas se recusam a tomar providências – inclusive de indenização do morador, se for o caso.

E em meio à incompetência de Castelo e à inoperância de Holandinha, o Coroado padece no alagamento…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *