26

Vitória do grupo Sarney só depende agora de Arnaldo Melo…

Se os deputados insistirem num tal acordo que prevê para a Assembleia a vaga de governador indireto, presidente da Casa pode levar o grupo, involuntariamente, a uma derrota histórica nas eleições de outubro. Por isso as conversas se intensificaram nos últimos dias, envolvendo, inclusive, lideranças de peso do grupo Sarney

 

Roseana e Arnaldo Melo: em busca do entendimento

Ninguém pode acusar o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), de ter causado esta situação política que o grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB) enfrenta hoje.

Não, a culpa definitivamente não é dele! É das contingências políticas resultantes de outras articulações.

Mas todos no grupo têm convicção – inclusive o próprio Arnaldo Melo – de que a eventual vitória nas eleições depende do deputado, da sua grandeza e do seu desprendimento.

E foi por isso que o grupo tem mobilizado suas principais lideranças a conversar com ele, incluindo aí o ex-presidente José Sarney.

Há duas questões em jogo.

A primeira: Roseana Sarney não quer ser mesmo candidata a senadora, e só admite disputar o cargo – agora reforçada com pesquisas que lhe apontam  na dianteira – se conseguir eleger o secretário Luis Fernando Silva (PMDB) indiretamente na Assembleia.

A segunda: exatamente para eleger Luis Fernando é que o grupo precisa do desprendimento de Arnaldo Melo; de sua grandeza política e experiência parlamentar para compreender que seu desejo pessoal de ser governador pode inviabilizar o projeto coletivo do grupo.

E levar a uma derrota histórica.

José Sarney respeita Arnaldo Melo, percebe a sua grandeza política, por isso o procurou.

Segundo apurou o blog, o presidente da Assembleia mostrou-se compreensivo com Sarney, mas disse existir um acordo entre os deputados segundo o qual, para eleger Washington Oliveira para o TCE, a Casa garantiria a vaga de governador indireto.

E é este acordo – dos deputados – que Arnaldo mostra-se relutante em quebrar, devido à pressão dos próprios colegas.

Mas na conversa com o ex-presidente, o próprio Melo reconheceu a delicadeza do momento político e da importância da unidade para fortalecimento do projeto do grupo nas eleições de outubro: eleger governador e senador.

Por isso ele aceitou o convite da governadora Roseana Sarney para jantar.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

26 Comments

  1. Vocês estão colocando o cidadão como cobaia, que falta de senso, como pode um homem ser culpado por erros da ganancia,da intolerância, dessa politica poder.

  2. Fosse nessa conversa de “grupo”, Sarney teria se mantido fiel ao antigo PDS, do qual foi presidente nacional, e teria embarcado na barca furada de Maluf em 1985, perdendo a chance única de entrar na nova ordem, a da democratização…
    Hoje, Arnaldo se vê na mesma situação de Sarney em 1985, mas lhe pedem que embarque na conversa do “sacrífico, da grandeza política, do altruísmo”, somente para viabilizar a eleição de Roseana e LF, hoje inviável em ambos os casos.
    Assim, quando é pra beneficiar uns poucos sabidões, logo se fala que o sacrifício é lindo – quando na verdade é um misto de suicídio e de burrice… Se Arnaldo morder essa isca, nunca mais terá outra chance de ser governador.
    E o pior, pra vocês, é que ele sabe disso.

    “Qua, qua, qua, ninguém foi ao enterro de tua última quimera…” Augusto dos Anjos.

  3. Meu nobre Joaquim, você opinando me lembra um elefante falante.. Elefante não fala, não é? pois é.. sua opinião e nada é a mesma coisa pra cúpula do grupo Sarney. Portanto, não perca tempo com elucubrações, isso aí é algo vertical. Meu caro Deça, apelidado “carinhosamente” de BandiDeça, e aí processou ou não o “Marrapinha”, já que vocês jornalistas se julgam vítimas de processos, porque então não processar igual fez o seu patrão com o Estadão.
    Agora digo uma coisa, pode botar o governo a leilão, e dar ele pra classe política (prefeitos e deputados) sabes por que? Eis a profecia.. O povo decidiu que não quer mais esse modelo oligarca e frágil de governar, podem gastar os tubos, o povo agora tem consciência que Roseana Sarney é apenas sua empregada, e péssima, rsrsrs.. nem é preciso provar. Basta enxergar. Ver. Agora os cegos são os Joaquins e cia . da vida, saudosos.. rsrsrsrs.. Tá na hora de reprogramar a vida e trabalhar duro, coisa que o amigo parece ter feito pouco ultimamente. Indolência? não creio, acho que é subserviência omissa mesclada com comodismo.

  4. VITORIA DE QUALQUER CANDIDATO DEPENDE É DO VOTO DO POVO E NAO DE UM DEPUTADO

  5. kkkkkkkkkk deu zebra pro klan dos sarneyis, mãe Nagibe deu sua opinião, pode escrever o efeito contrario e certo, nunca acerta nada.

  6. “Delicadeza do momento político…”a rotatividade no poder é,altamente democrático,não vejo nenhum momento delicado politicamente do caso em questão.Dep.Arnaldo Melo,só os momentos de tensão q vc já criou no grupo dominante é o bastante para eles fazerem de tudo para que vc sequer volte para Assembleia(isso no caso em demonstrar desprendimento).Guarde bem isso.

  7. O blogueiro amiudou na explanação que parece ajoelhar-se aos pes de Arnaldão, para que esse caia no conto do vigário. Só cairá se for idiota, o povão está em alerta e levara o deputado ao triunfo, se este manter-se inabalável e inatingível com a cantilena da Oliga.

  8. Rapaz grande cabeças pensantes essas do Deca e Joaquim..
    Pensar que o Deputado Arnaldo Melo é a solução por conta de que ele passa o desprendimento político de aceitar a eleição indireta imposta por uma governadora que resolve abdicar do cargo para entrega, e somente, a quem escolhera. E a contentar,mesmo que, indireta do povo.
    Meu amigo Deca dessa vez vocês foram longe com essa chantagem disparada num cargo que só o povo pode decidir.

  9. Meu amigo, Arnaldo pode entrar para a história sendo governador e dando uma nova realidade ao Maranhão. Se ele for para o lado dos Sarneys ele NUNCA vai ser lembrado como um grande político.

  10. Meu caro amigo Marco,
    Gostaria de dizer que é com grande satisfação que li essa sua postagem, pois ela coincide totalmente com o que eu penso.
    Acredito que o Arnaldo não é e nunca foi o problema. Ele, muito pelo contrário, teria que ser considerado, desde sempre, como a solução, pois o sucesso de nossa estratégia passaria obrigatoriamente por ele. Dependeria dele, de sua postura, de seu altruísmo, de seu desprendimento, de sua consciência partidária e de grupo, coisas que tenho certeza, ele possui com sobra e já deu provas disso.
    Como qualquer político correto é assim, com Arnaldo poderia ser diferente. A única coisa que se precisava era de conversar, do ato de ouvir o que precisa ser dito e de dizer o que precisa ser ouvido. Acontecendo isso, todo o resto é possível.
    O que acontece Marco, é que hoje a vontade da governadora é a de permanecer no cargo até 31 de dezembro de 2014. Sendo assim, aquilo que todo o nosso grupo precisa, que é a candidatura dela ao senado, alavancando a candidatura de Luís Fernando ao governo, parece agora um pouco distante.
    Só vejo uma única possibilidade disso ainda acontecer, e confesso que a vejo distante. É Arnaldo e os deputados, seus aliados, resolverem de comum acordo que apoiarão Luís Fernando na eleição indireta na ALM. E mais, levarem isso como fato consumado para a governadora. Assim ela não poderá recusar o esforço de tanta gente, o trabalho de tantos e até o sacrifício de algumas expectativas de direito, tudo isso colocado à disposição do sucesso de uma possível campanha vitoriosa de nosso grupo ao governo do estado e ao senado federal.
    A sua posição é a mesma minha. Espero que agora, quem pode resolver essa questão o faça.
    Abraço,
    Joaquim Haickel.

  11. Marco, entendo a sua posição em defender Luis Fernando mas, o Arnaldo Melo, como cidadão honrado, politico experiente e capaz, tem todo o direito de pleitear ser o Governado interino e, também, de ser o candidato do PMDB. Por que não? Por que só Luis Fernando pode ser?

    resp.; Os porquês estão respondidos no texto. Leia de novo, devagarinho, e entenderá. Ninguém tá dizendo que Arnaldo não tem direito. A questão é que, ás vezes, abrindo-se mão de um direito, se mostra maior.

  12. Não se esqueçam de uma coisa: a vitória depende, antes de tudo, do povo.

  13. Quer dizer que o “grupo” só ganha a eleição se o Luiz Fernando estiver montado nos Leões?

  14. O Deputado Arnaldo Melo é um homem de sorte: se a Roseana ficar no Governo ele estará muito bem, se ela sair candidata ao Senado ele estará ÓTIMO.

  15. São não esquece que tem que combinar com os eleitores que não aguenta mais essa oligarquia maldosa.
    Fora povo mal …

  16. ALGUMAS INDAGAÇÕES QUANTO À SITUAÇÃO DO SOCORRÃO I-DJALMA MARQUES

    1) Qual a justificativa da Senhora Secretária de Saúde de São Luis, para um Hospital, AUTÁRQUICO, como o SOCORRÃO I ter um diretor que também é diretor de um outro grande Hospital de Urgência da mesma rede de saúde, recebendo pelas duas unidades, O cargo dele não é Cargo Comissionado? até onde eu sei o CC é dedicação exclusiva, os demais CC não podem ter mais de um emprego e ele pode?
    2) – Além do diretor tem toda uma equipe que ele está trazendo do SOCORRÃO II, usufruindo dos mesmos benefícios que ele, ou seja, dois salários e com carga reduzidíssimas de trabalho, como se no SOCORRÃO I, não teria niguem com competência para os devidos Cargos.
    3) – Estão cobrando dos servidores uma carga horária que há tempos não é a que os servidores seguem e eles não precisam cumprir o mínimo de trabalho? Tem Diretor que passa menos de 3 horas no expediente no Hospital e recebe um absurdo.
    4) – E agora o nosso SUS que já é bastante defasado devido irregularidades anteriores, agora teremos que dividi o mesmo com os funcionários do Socorrão II
    5) – Até serviços NOSSOS, que serviram de modelo para implantação dos mesmos no Socorrão II estão sofrendo intervenção de forma arbitrária.
    INFELISMENTE ESSA É A REALIDADE QUE OS BLOGS NÃO PASSAM PARA OS LEITORES,

  17. Marco,
    Acho uma sacanagem de qualquer interlocutor que coloque no colo de Arnaldo Melo uma eventual derrota de LF.
    Esse negócio de Grandeza política que Sarney invoca é engraçado… Na época dele por que ele não renunciou à presidência da república e convocou novas eleições com a morte de Tancredo? Ninguém quer abrir mão e nesse caso Arnaldão tá certo!! a vaga é dele, se a governadora renunciar, é claro. Se ela não sair ele continua onde estar e terá uma reeleição tranquila para a assembléia.

  18. Cuidado Arnaldo Melo, esse grupo quer te ver morto. Seja forte e resista em nome de povo pobre do MA. Abraço.

  19. QUA QUA QUA QUA, ISSO NÃO É JANTAR, ISSO SE CHAMA ABATER A PRESA, SE O ARNALDÃO FOR VAI SER TRITURADO, RECEBER NOMES COMO SEUFILADAPUTA, E COMO ELA TEM A BOCA SUJA FDP VAI SER FICHINHA, VOU TORCER PARA ARNALDÃO TER UMA DOR DE BARRIGA E NÃO COMPARECER, SE ELE FOR VAI SER O FIM DO ARNALDÃO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *