7

População espera outro tipo de inovação tecnológica

vltA entrevista dada pelo titular da SMTT, Carlos Rogério, à rádio Capital, ontem, e reproduzida neste blog não surtiu um efeito muito positivo na população.

Enquanto o secretário anunciou inovações tecnológicas para melhoria de alguns pontos do trânsito da cidade (reveja aqui), muitas perguntas incômodas ficaram no ar, como foi percebido nos comentários. Muitas delas giraram em torno do VLT e do já famigerado bilhete único.

Um dos comentários que chamou atenção foi o seguinte:

Inovação é abertura de novas ruas e avenidas, é ligação entre corredores urbanos, é implantação de VLT, Metrô, vias exclusivas e rápidas para ônibus, viadutos etc. Isso, como sabemos a prefeitura de São Luís não fez e nunca fará. Fica tudo por conta do Estado.

O que significa que a população espera muito mais do que remendos, não só desta secretaria, mas de outras também.

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Por que o VLT está parado?
    O mal daqui é que os governantes não dão prosseguimento o que o outro deixa de bom. É um desrespeito ao cidadão.

  2. O MP tirou o pirata da litorânea mas não se pronuncia sobre o VLT e sobre caos que ronda a cidade. São Luis não tem jeito.

  3. E se for esperar dessa Administração de Holandinha estamos perdidos , eles não estão fazendo nem o feijão com arroz , imagina mais que isso !
    Acorda prefeito LERDO !

  4. Projetos para a Cidade de São Luis

    Curto Prazo:
     Concorrência Pública nº 021/13-CPL, abertura dia 10.04.2014
    Ações emergenciais: Intervenções geométricas em trechos de avenidas com grande retenção de tráfego
    1. Intervenção geométrica na Av. Jerônimo de Albuquerque (trecho: COHAFUMA À ENTRADA DO RECANTO VINHAIS – AV. ANTARES);
    2. Interseção da Av. Colares Moreira com a rua das sucupiras, bairro Renascença;
    3. Interseção da Av Portugueses com Av. Vitorino Freire e Av. dos Africanos (AREINHA);
    4. Interseção da Av. dos Africanos com a Av. Vicente de Queiroga e Rua da Minerva (COROADO);
    5. Interseção da Av. dos Africanos com a Av. dos Franceses;
    6. Intervenções geométricas na Av. Principal da Cidade Operária.

    7. REQUALIFICAÇÃO DA AV. CARLOS CUNHA (Trecho do Viaduto da Via Expressa até a Ponta Bandeira Tribuzzi);

    8. Reordenamento do transito nas áreas lindeiras às Avenidas Colares Moreira (Renascença) e Av. Castelo Branco (São Francisco);

    9. Corredor Centro-Anil (binário no trecho do Litero até a Igreja do Anil (Av. Casemiro Junior e Rua Cônego Tavares com sentido único de tráfego formando binário e eliminando o congestionamento).

    Médio Prazo:

    10. Implantação do NOVO CORREDOR DE TRANSPORTE DE SÃO LUIS (Recurso do PAC Mobilidade Urbana no valor de R$ 480 milhões de reais) – Avenida com corredor exclusivo para ônibus na modalidade BRT (Bus Rapid Transit) ligando o São Francisco à Cohab, numa extensão de 15,00 km, pela margem direita do Rio Anil (Início previsto: Outubro de 2014);

    11. Projeto VLT ligando o Terminal da Praia Grande ao Itaqui (APROVADO pelo Ministério das Cidades) com liberação de recursos condicionada a apresentação do estudo de viabilidade econômico-financeira, em andamento com recursos assegurados pelo Gov. Federal para sua elaboração;

    12. Propostas de estudos de concepção apresentadas ao Ministério das Cidades, consideradas importantes, assegurando recursos financeiros para a elaboração dos projetos executivos e imediato pleito de recursos para a requalificação das avenidas abaixo relacionadas com implantação de faixa exclusiva para ônibus).

    12.1 – Av. Jerônimo de Albuquerque/Gujajaras;
    12.2 – Av. dos Africanos;
    12.3 – Av. dos Franceses;
    12.4 – Av. Daniel de La Touche;
    12.5 – Av. São Luis Rei de França;
    12.6 – Corredor Centro-Anil (Av. Getúlio Vargas, João Pessoa, São Marçal, Edson Brandão, Casemiro Jr e São Sebastião);
    12.7 – Anel de contorno ao Centro Histórico.

  5. A situação é complicada até quando se tenta fugir das grandes avenidas. A quantidade de buracos é tamanha que acaba danificando os veículos. A Prefeitura deveria fazer um trabalho de identificação destas ruas e fazer a pavimentação de forma correta. A Sinfra também deveria determinar à empresa que fez o serviço da avenida principal do Parque Vitória que refizesse tudo pois está uma desgraceira só. Em dezembro transitei por lá e estava tudo asfaltado. Agora está tudo esburacado. Que descaso é esse com o dinheiro público? Sem contar que apenas um trecho foi asfaltado e já está tudo destruído. É esgoto a céu aberto, um verdadeiro horror… Os motoristas que vem da Estrada da Maioba pra cortar caminho, penam pra passar ali. Luís Fernando está devendo essa pro povo e deve cobrar de quem fez aquela porcaria mal feita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *